11/7/2020 08:10

Agora técnico, Fabinho lembra lutas e saída "sem satisfação" do Corinthians

Em novembro do ano passado, uma goleada por 4 a 1 sofrida diante do Flamengo custou o cargo do técnico Fábio Carille no Corinthians. Além dele, outros profissionais do clube perderam os empregos em meio a uma restruturação. Um deles foi Fabinho, ex-volante com 247 partidas, 17 gols e seis títulos como jogador, e que há três anos trabalhava como auxiliar técnico. Aos 40 anos, ele ainda ressente a demissão.



LEIA TAMBÉM: Justiça analisa fraude e contratação de Matheus Davó pode ser anulada; entenda

"Foi uma surpresa muito grande. Mas acontece, faz parte, é o futebol. Você precisa separar a entidade do homem. Hoje tem alguém lá, amanhã vai estar outro, e a vida é isso. Eu saí de lá com um sentimento misto de tristeza e alegria. Eu não tinha problema com ninguém, presidente e diretor, tem alguns que eu conheço há mais de 20 anos. Mas não me deram satisfação nenhuma", diz o profissional, ao UOL Esporte.

"Saí de lá com sensação de dever cumprido. Eu vivi as dificuldades do clube e fui embora com quatro títulos em três anos. É algo que não vai acontecer sempre. As conquistas me marcaram mais que o resto. Quando você ganha dentro de campo e depois ganha fora é como devolver uma aposta que fizeram em você. Não tenho mágoa nenhuma."

Revelado pelo São Caetano, Fabinho defendeu o Corinthians entre 2001 e 2004 e entre 2008 e 2009. Voltou em 2017, quatro anos depois de pendurar as chuteiras, para trabalhar nas categorias de base. Subiu na mesma temporada para o time profissional, como assistente de Fábio Carille. Somou mais um Brasileiro e três Paulistas à galeria de taças: "É surreal participar da construção de uma equipe como essa. É uma experiência que guardo com muito carinho."

Já em 2020, meses após a demissão do Corinthians, Carille fechou com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Fabinho não seguiu com ele.

"As pessoas sempre perguntam: 'pô, o Fábio foi para a Arábia, por que você não foi?'. Mas não é assim, eu era auxiliar do clube, não era da comissão técnica dele. Nunca falamos disso porque ele não tinha nenhuma responsabilidade de me levar, nem eu quero que ele carregue isso. Ele é meu irmão, nossa amizade vem antes de qualquer situação."

O último título da dupla foi o Campeonato Paulista de 2019.



LEIA TAMBÉM: CORI se reúne nesta segunda para votar contas reprovadas pelo Conselho Fiscal

Corinthians, auxiliar, fabinho, carille





LEIA TAMBÉM:Saiba onde assistir Palmeiras x Corinthians pela grande final do Paulistão 2020 - CLIQUE AQUI

LEIA TAMBÉM:Falta de Jô em Gómez teve maldade? Zé Elias acha que sim




879 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 19:15 - Mineirão - Premiere
Atlético-MG
Corinthians

Último jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Allianz Parque
Palmeiras
1 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota