10/7/2020 19:10

CORI se reúne nesta segunda para votar contas reprovadas pelo Conselho Fiscal

Parecer será apresentado ao Conselho Deliberativo

O Conselho de Orientação do Corinthians (CORI) vai se reunir nesta segunda-feira para discutir e votar o balanço financeiro de 2019. Estará em pauta o parecer do Conselho Fiscal, emitido nesta semana.



LEIA TAMBÉM: “O problema não é o salário, é o time”, dispara jornalista contra o Corinthians


O Conselho Fiscal não só recomendou a reprovação das contas, como sugeriu a abertura de sindicância para apurar se a diretoria omitiu dados dos auditores durante a realização do balanço. Uma acareação deve ser feita entre o órgão e representantes do departamento financeiro do clube.

Embora não tenha poder para reprovar as contas, o CORI vai emitir um parecer, assim como fez o Conselho Fiscal, e apresentará o mesmo ao Conselho Deliberativo. A reunião dos conselheiros para votar as contas deveria ter ocorrido em abril, mas foi adiada por conta da pandemia do novo coronavírus. Ela pode ocorrer ainda neste mês.

Em maio deste ano, o CORI realizou uma reunião virtual de mais de três horas. No entendimento do órgão, o balanço era dúbio e, por isso, à época não foi emitido nenhum parecer. Além do presidente Andrés, Mário Gobbi e Roberto de Andrade, seus antecessores, participaram da videoconferência.

O balanço financeiro do último ano apresentou déficit de R$ 177 milhões e aumento de 42% da dívida, chegando a R$ 665 milhões. De acordo com o parecer do Conselho Fiscal, esse déficit sobe para R$ 195,4 milhões se acrescidos dados corretos de outros dois processos.

Os processos

O aumento de R$ 18,4 milhões do déficit diz respeito a duas pendências judiciais que, segundo o relatório do Conselho Fiscal, não foram reportadas adequadamente no balanço.

A primeira diz respeito ao processo movido pelo JMalucelli, ex-clube do Paraná, pela venda do volante Jucilei a um clube russo em 2011. Recentemente, a Justiça ordenou o bloqueio de R$ 23 milhões dos direitos de transmissão do Corinthians.

Além dessa dívida, o relatório cita uma com o fisioterapeuta Julio Suman Neto. "Cuja obrigação está registrada na carta de circulação como risco provável no valor de R$ 1,7 milhão, quando o correto seria risco provável, mas no valor de R$ 2,2 milhões, valores não registrados no balanço de 2019", diz o texto do Conselho Fiscal.

Afastamento de Andrés Sanchez

As contas de 2019 têm gerado dor de cabeça para a atual gestão. Corre na 4ª vara cível do Tatuapé um processo assinado por 19 pessoas, sendo 13 conselheiros, pedindo o afastamento de Andrés Sanchez da presidência do clube.

A justificativa é de que houve desrespeito ao estatuto do Corinthians e gestão temerária do atual presidente. A Justiça negou o pedido de afastamento imediato por entender ser necessário que Andrés apresente sua defesa. O mérito da causa ainda será julgado.

Membros da oposição do clube se articulam para reprovar as contas, o que poderia desencadear num processo de impeachment de Andrés. Em entrevista recente ao blog do PVC, o presidente disse que, se isso acontecer, ele antecipará a eleição presidencial.



O CORI é composto por dez membros natos, entre eles os ex-presidentes Roberto de Andrade, Mário Gobbi e Alberto Dualib, e mais dez conselheiros que se revezam a cada ciclo eleitoral de três anos.


Corinthians, CORI, Conselho, Financeiro, Fiscal, Contas, Balanço, Andrés, Timão



LEIA TAMBÉM: CBF divulga data e detalhes do Derby entre Palmeiras e Corinthians que abre 2021

LEIA TAMBÉM: Neto é eleito para o Conselho do Corinthians e ganha condição de disputar a presidência






1050 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Dom - 18:15 - Neo Química Arena - Premiere
Corinthians
São Paulo

Último jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Castelão
Fortaleza
0 0
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 São Paulo
2 Atletico-MG
3 Flamengo
4 Internacional
5 Palmeiras
6 Santos
7 Grêmio
8 Fluminense
9 Fortaleza EC
10 Corinthians
11 Ceará
12 Atletico Paranaense
13 Bahia
14 Atletico Goianiense
15 Bragantino
16 Sport Recife
17 Vasco DA Gama
18 Coritiba
19 Botafogo
20 Goiás
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
44 22 12 8 2 37 20 17 VEEVV
42 23 13 3 7 41 29 12 VVDEV
39 22 11 6 5 37 31 6 EDDEV
37 23 10 7 6 33 22 11 DEDDE
37 22 10 7 5 31 21 10 VVVDV
37 23 10 7 6 34 27 7 VEVDV
37 22 9 10 3 28 20 8 VVVEV
36 23 10 6 7 31 25 6 VDDVE
30 24 7 9 8 23 21 2 DEVEE
30 24 7 9 8 25 29 -4 EDEVE
29 23 7 8 8 32 34 -2 EDEEV
28 23 8 4 11 19 24 -5 VVVVD
28 23 8 4 11 29 37 -8 VVVDD
28 23 6 10 7 20 27 -7 DEEVE
27 23 6 9 8 29 28 1 DEVVE
25 23 7 4 12 21 33 -12 VEDDD
24 22 6 6 10 24 31 -7 DVEED
20 23 5 5 13 20 32 -12 VEDDD
20 22 3 11 8 22 29 -7 EDDDD
16 23 3 7 13 24 40 -16 DVEDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Corinthians
3 Guarani Campinas
4 Ferroviária
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 7 2 3 18 9 9 VVVVV
17 12 4 5 3 15 10 5 EEEVV
16 12 4 4 4 16 14 2 EVVDD
15 12 3 6 3 13 9 4 VEEEV
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS