18/5/2014 08:41

Corinthians luta contra sina de empates na inauguração de suas casas

Jogador do primeiro quadro alvinegro entre 1913 e 1930, Neco estava nas aberturas da Ponte Grande e do Parque São Jorge

A partida contra o Figueirense, na tarde de domingo, promete ser a última chance do Corinthians de inaugurar uma casa com vitória. Em seus quase 104 anos de história, o clube teve dois estádios próprios e começou sua trajetória em ambos com empate, algo que espera mudar no primeiro jogo oficial em sua morada definitiva, a arena de Itaquera.

O primeiro campo da equipe foi o da Ponte Grande, erguido em mutirão pelos próprios jogadores, em um terreno ao lado de onde hoje fica a Ponte das Bandeiras. O confronto inaugural aconteceu em 1918, em amistoso com o Palestra Itália, e, não fosse a qualidade de Heitor – ídolo histórico do arquirrival –, poderia ter terminado em um bom resultado.

Jogador do primeiro quadro alvinegro entre 1913 e 1930, Neco estava nas aberturas da Ponte Grande e do Parque São Jorge
A etapa inicial foi de vantagem alvinegra, com dois gols de Neco – o primeiro grande ídolo do Corinthians – e um de Bororó.

Heitor, que já havia marcado antes do intervalo, balançou a rede de Pizzocaro mais duas vezes e definiu o empate por 3 a 3, acompanhado por cerca de 10 mil pessoas de acordo com os relatos dos jornais da época.

Uma vitória na Ponte Grande aconteceria apenas na quarta partida, após uma derrota para o próprio Palestra e um empate com o Santos. O triunfo por 2 a 1 sobre o Mackenzie, com gols de Jacyntho e Américo, foi o primeiro de 70 no campo onde a equipe permaneceu até 1927 – e onde comemorou o título de 1923, fazendo 3 a 0 no São Bento.
Com a inauguração do Parque São Jorge, em 1928, o Corinthians repassou o terreno da Ponte Grande, arrendado por meio da prefeitura, à hoje extinta Associação Atlética São Bento. E fez festa para abrir a nova casa, em um amistoso com o América-RJ. Levou só 29 segundos para conseguir um gol – o mais rápido no local, marcado por De Maria –, mas voltou a empatar.

Era Ângelo Rocco o técnico, e não Tite, naquele 22 de julho. Sobral igualou o marcador, aos 13 minutos, e De Maria voltou a colocar o futuro Timão na frente, aos 24. Como acontecera dez anos antes, na Ponte Grande, a vantagem não foi sustentada até o apito final. Aos 15 da etapa derradeira, Mineiro marcou para os cariocas e impediu uma alegria maior na Fazendinha.

No jogo seguinte em sua casa nova, porém, o Corinthians fez 5 a 1 no Guarani, um dos resultados que o levou ao título do Campeonato Paulista. Só não foi efetivamente a primeira vitória por lá porque a equipe já havia atuado no Parque em 1923, quando a propriedade era de Assad Abdalla e Nagib Sallem. O Sírio mandava jogos no local e perdeu por 1 a 0 para o futuro dono do pedaço, gol de Gambarotta.

Em Itaquera, o time da zona leste espera finalmente abrir um estádio próprio com um bom resultado. Guerrero e Romarinho são alguns dos candidatos a repetir Neco e De Maria, balançando a rede pela primeira vez. E o técnico Mano Menezes trabalha para conseguir o que Amílcar Barbuy e Ângelo Rocco não conseguiram na Ponte Grande e na Fazendinha.

A ESTREIA NA PONTE GRANDE

CORINTHIANS 3 X 3 PALESTRA ITÁLIA
Data: 17 de março de 1918, domingo
Árbitro: Manuel de Freitas Pinto Júnior
Público: 10 mil pessoas
Gols:
Corinthians: Neco (2) e Bororó, no primeiro tempo
Palestra: Heitor, no primeiro tempo; Heitor (2) no segundo tempo
CORINTHIANS: Pizzocaro, Reis e César Nunes; Ravaccini, Spesani e Ciasca; Américo, Bororó, Amílcar, Neco e Basílio
Capitão: Amílcar Barbuy
O CORINTHIANS NA PONTE GRANDE
92 partidas
70 vitórias
11 empates
11 derrotas
Acervo/Gazeta Press

Del Debbio formou com Tuffy e Grané um marcante trio defensivo
A ESTREIA NO PARQUE SÃO JORGE (como mandante)
CORINTHIANS 2 X 2 AMÉRICA-RJ
Data: 22 de julho de 1928, domingo
Árbitro: João de Deus Candiota
Gols:
Corinthians: De Maria, aos 29 segundos e aos 24 minutos do primeiro tempo
América: Sobral, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Mineiro, aos 15 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Tuffy, Grané e Del Debbio; Neprino, Sebastião e Munhoz; Apparício, Neco, Rato, Guimarães e De Maria
Técnico: Ângelo Rocco

O CORINTHIANS NO PARQUE SÃO JORGE
468 partidas
346 vitórias
60 empates
62 derrotas



VEJA TAMBÉM
- Confira as notas dos jogadores do Corinthians após a classificação em cima do Boca Juniors
- Corinthians vence Boca Juniors nos pênaltis e avança para as quartas da Libertadores
- Corinthians está escalado para enfrentar o Boca Juniors

LEIA TAMBÉM: Róger Guedes ou Jô? Em funções diferentes, jogadores lutam por posição no Corinthians

LEIA TAMBÉM: Insatisfação, protesto e cobranças, veja como surgiu a crise no Corinthians

LEIA TAMBÉM: Corinthians inicia Brasileirão em crise, mas tem potencial de evolução












3702 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Sáb - 16:30 - Maracanã - Premiere
Fluminense
Corinthians

Último jogo - Libertadores

Ter - 21:30 - Neo Quimica Arena
Corinthians
0 0
Boca Juniors
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Corinthians
2 Inter De Limeira
3 Santo André
4 Botafogo Sp
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
25 12 7 4 1 17 9 8 EVVEV
18 12 6 0 6 8 12 -4 VVVDV
13 12 3 4 5 9 13 -4 DEDVV
12 12 2 6 4 10 15 -5 DEVEE
Untitled Document
Classificação
1 River Plate
1 Atletico-MG
1 Palmeiras
1 Internacional
1 São Paulo
1 Barcelona SC
1 Argentinos JRS
1 Flamengo
2 Defensa Y Justicia
2 Fluminense
2 LDU De Quito
2 Boca Juniors
2 Always Ready
2 Racing Club
2 Cerro Porteno
2 Atletico Nacional
3 Rentistas
3 Independiente Del Valle
3 Olimpia
3 Real Esppor Club
3 Velez Sarsfield
3 Santos
3 Club Nacional
3 Santa Fe
4 Union La Calera
4 Sporting Cristal
4 Universitario
4 The Strongest
4 America De Cali
4 Deportivo Tachira FC
4 U. Catolica
4 Junior
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
7 3 2 1 0 7 2 5 EVV
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
3 2 1 0 1 4 2 2 DV
6 2 2 0 0 5 0 5 VV
9 3 3 0 0 7 0 7 VVV
6 2 2 0 0 4 0 4 VV
9 3 3 0 0 10 5 5 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 7 6 1 EVD
6 3 2 0 1 3 1 2 VVD
3 2 1 0 1 3 2 1 VD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 2 4 -2 VED
4 2 1 1 0 6 4 2 VE
1 2 0 1 1 1 3 -2 ED
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
3 2 1 0 1 4 4 0 DV
2 2 0 2 0 1 1 0 EE
3 3 1 0 2 5 6 -1 DDV
3 3 1 0 2 5 4 1 DDV
1 2 0 1 1 4 6 -2 DE
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED
1 3 0 1 2 3 8 -5 EDD
0 2 0 0 2 1 5 -4 DD
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD
0 3 0 0 3 0 10 -10 DDD
0 2 0 0 2 1 4 -3 DD
3 2 1 0 1 3 6 -3 VD
0 2 0 0 2 0 4 -4 DD
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED