3/4/2014 11:55

Sem Elias, Corinthians economiza e vai investir em revelações.

Petros e Ferrugem iniciam ciclo de contratações mais modestas para competição nacional. Janela do meio do ano pode ter um ou dois medalhões

Sem Elias, Corinthians economiza  e vai investir em revelações.
A tentativa de contratação de Elias foi a única “loucura” que o Corinthians tentou fazer nesse período de preparação para o Campeonato Brasileiro. Sem sucesso no negócio com o Sporting-POR, a diretoria alvinegra concentra seus esforços em melhorar o elenco para a competição nacional, mas com estratégia diferente.

Com dificuldades no mercado e em caixa, o Timão vai investir em revelações dos campeonatos estaduais e – quem sabe? – tentar um ou dois medalhões na próxima janela internacional de transferências, entre julho e agosto.

Mesmo para contratar reforços menos badalados, o Corinthians quer comprometer o mínimo possível seus cofres. Os dois primeiros candidatos vão custar pouco: o meia Petros, do Penapolense, pertence à Elenko Sports, que vai colocá-lo no clube alvinegro com contrato de pouco mais de um ano e valores mais modestos – depois, sim, há a possibilidade de renovação com maiores benefícios ao jogador.

O volante Ferrugem, da Ponte Preta, deve chegar com apoio financeiro de um parceiro disposto a bancar parte do valor de seus direitos econômicos. Com outros jogadores, há a possibilidade de empréstimo: o volante Washington, outro do Penapolense, pode chegar nessas condições. Em comum, todos terão valor fixado para aquisição de maior parte dos direitos após o fim do contrato.

- Alguns nomes estão mais próximos, e com outros ainda estamos negociando. Mas todos comprometendo o mínimo possível as finanças do clube. Vamos contratar com responsabilidade – falou o diretor de futebol Ronaldo Ximenes.

A proposta feita ao Sporting para ter Elias era de quatro milhões de euros (R$ 12,7 milhões) por 50% dos direitos econômicos. Esse valor seria pago com a ajuda de empréstimos bancários a serem quitados no futuro. Mesmo assim, a diretoria resistiu. Só foi atrás do volante porque o técnico Mano Menezes entendeu que ele se encaixaria perfeitamente no esquema tático proposto para a sequência da temporada.

Sem a estrela, a diretoria se apega a observações e estatísticas feitas em cima de jogadores que se destacaram no Paulistão. O gerente de futebol Edu Gaspar, que passou uma semana fora do CT Joaquim Grava, deve cuidar dessas questões ao lado de Ronaldo Ximenes.

As outras posições carentes do elenco também devem ser supridas por jogadores do perfil de Petros e Ferrugem: jovens (Petros, o mais velho, tem 24 anos), promissores e com sede de vitórias. Um panorama diferente de nomes que estão no elenco, conquistaram títulos, mas a diretoria não os vê com a mesma motivação. Emerson Sheik é o principal caso. Mano Menezes ainda procura um lateral-direito, um meio-campista e dois atacantes.


VEJA TAMBÉM
- LESIONADO?? Jornalista indica desfalque de Carlos Miguel nos treinamentos antes de duelo decisivo
- VAI JOGAR? Carlos Miguel retorna a equipe após suspensão e impacta saída iminente do Corinthians
- NÃO SERÁ VENDIDO?? Atacante deve recebe chance como titular em confronto decisivo do Corinthians









4374 visitas - Fonte: GloboEsporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Dom - 16:00 - Ligga Arena -
X
Atletico Paranaense
Corinthians

Brasileiro

Qua - 21:30 - Orlando Scarpelli
1 X 0
Internacional
Corinthians
publicidade
publicidade
publicidade