18/3/2014 09:12

Internet tem campanha #foramanomenezes e diretoria do Corinthians se divide.

Torcedores usam as redes sociais para pedir a volta do técnico Tite ao Timão

A vexatória campanha do Corinthians no Campeonato Paulista já tem um culpado: Mano Menezes. A torcida alvinegra usou as redes sociais para criar nesta segunda-feira (17) a campanha #foramanomenezes e pedir a demissão do treinador. A diretoria, que nos últimos tempos não blindou o elenco, também se mostrou publicamente insatisfeita com a eliminação a duas rodadas do término da fase de grupos.

Gerente de futebol, Edu Gaspar bem que tentou colocar panos quentes, mas se dividiu em bronca ao técnico e promessa de reforços, na entrevista coletiva no CT Dr. Joaquim Grava. O dirigente reprovou o desempenho da equipe e, principalmente, as acusações de que o São Paulo teria facilitado a vitória do Ituano. A derrota no Morumbi tirou qualquer chance do Timão se classificar às quartas de final do Paulista.

— O problema foi do próprio Corinthians, temos que assumir os erros e não repeti-los. Está claro onde deixamos a desejar, em teoria, nesse jogo contra Penapolense, deveríamos estar brigando pela classificação em primeiro do grupo, não lutando por uma possível classificação e dependendo de outros. Hoje, conversando, expondo os erros e acertos, a gente começa a refletir melhor.

Na internet, a retranca montada por Mano e falta de ambição da equipe foram os principais defeitos apontados. A derrota do rival pouco foi lembrada e as desculpas do treinador se mostraram ainda mais vergonhosas para os usuários do Twitter. Mano disse que “cada um sabe com que consciência coloca a cabeça no travesseiro.”

Tite de volta

Para piorar a situação de Mano, o recente sucesso de Tite não sai da cabeça dos torcedores. O antigo treinador deixou o comando do clube no final do ano passado depois de levantar os títulos Brasileiro (2011), Libertadores e Mundial (2012), além do Paulista e da Recopa (2013).

Um dos torcedores mais ilustres do alvinegro, Chico Lang não quer ver seu time perdendo tempo. O comentarista esportivo escreveu em seu blog que o Timão inclusive é sério candidato ao rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Para ele, Mano armou um time medroso e que pouco tentou jogadas ofensivas.

— Não está valendo à pena a teimosia do presidente Mário Gobbi. Dirigente insiste com Mano, um treinador superado, desatualizado, que desestruturou completamente o excelente trabalho realizado pelo treinador anterior, Tite, campeão cinco vezes em três anos de clube. No mínimo, toda diretoria deveria ter a hombridade de demitir-se. Não conseguem dar conta do recado.

Ex-jogadores, no entanto, veem uma possível demissão de Mano como injusta. Para Ataliba, Mano deve ficar mesmo com Tite na área.

— Outro time na mão deve dar uma chance a mais. A equipe precisa de reforços. É difícil, mas na minha opinião, o Mano deve continuar no time.

Zenon vai além do desempenho técnico e culpa também a diretoria pelo fraco desempenho.

— O grupo é todo culpado por esse momento. Se tivesse que sair, deveria sair todos. E como no futebol, acontece a saída do treinador devido a mal resultados, é possível que isso venha a acontecer. Não creio que seja justo.



LEIA TAMBÉM: Justiça analisa fraude e contratação de Matheus Davó pode ser anulada; entenda

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Você é a favor ou contra o retorno do Campeonato Paulista no dia 22 de julho?

LEIA TAMBÉM: Após novo atraso salarial, Timão conta com entendimento do elenco


4872 visitas - Fonte: R7

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 1
Ituano
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota