9/3/2014 13:31

Oito frases que explicam por que você deve ver Corinthians x São Paulo.

Romarinho em ação no último jogo entre as duas equipes; clássico deste domingo é especial

Corinthians e São Paulo fazem, neste domingo, o que deve ser o clássico mais aguardado da primeira fase do Paulista. Pela posição de ambos na tabela, pela troca de estrelas recentes e pelo histórico entre as duas equipes, é de se esperar um jogo mais agitado do que a média do Estadual no Pacaembu, às 16h.

Confira, nas sete frases selecionadas pelo UOL Esporte, por que o clássico deste domingo é importante:

"Quem fizer gols vai ficar marcado negativamente, como o Grafite"
Souza, ex-meia do São Paulo, no início da semana



O futuro do Corinthians está em jogo no clássico. Terceiro no Grupo B com 20 pontos, ele tem uma a menos que o vice Ituano. A vitória contra o São Paulo pode jogá-lo para a zona de classificação ou atrapalhar sua briga pela vaga.

E quando o clássico passar o São Paulo seguirá sendo assunto no clube do Parque São Jorge. Nas duas últimas rodadas, os tricolores enfrentam Ituano e Botafogo-SP, justamente os rivais diretos do Corinthians.

O pensamento do veterano Souza ecoa entre vários são-paulinos, que não querem de novo ajudar o Corinthians a livrar-se de um vexame no Paulista. Em 2004, os dois gols de Grafite contra o Juventus, na última rodada do Estadual, livraram o arquirrival do rebaixamento. O fato de o São Paulo já estar classificado não ajuda muito nesse dilema para a torcida.

"O que é acordado tem de ser cumprido"
Mano Menezes, treinador do Corinthians, na última quarta-feira.


Jadson é o grande responsável pela retomada do Corinthians, que saiu de quinta pior campanha para candidato a uma vaga no mata-mata. Neste domingo, ele não joga por força de contrato, assim como Alexandre Pato também não enfrentaria o ex-clube.

O pagamento da multa de R$ 1 milhão não seduziu o Corinthians pelo valor e, principalmente, para que o compromisso seja mantido. Se de um lado os alvinegros lamentam pela ausência do camisa 10, do outro lado os são-paulinos estão felizes em não encararem o antigo companheiro.

Na última quarta, por exemplo, Rogério Ceni falou do assunto. "Um jogador como o Jadson é melhor não enfrentar. Ele é inteligente, um grande cara, tem visão de jogo como o Ganso tem. A ausência dele é benéfica para quem o enfrenta", disse o capitão são-paulino.

"[O Luis Fabiano] está mais feliz. E quem joga no São Paulo precisa estar feliz"
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo, na última quarta




A frase vale para o camisa 9 do São Paulo, artilheiro do Paulista com oito gols marcados, mas também para outros nomes do elenco, que aos poucos vai se reerguendo. Osvaldo, por exemplo, é outro que recuperou-se depois de um longo tempo em baixa, enquanto Ganso volta a dar sinais de mudança depois da bronca que levou do técnico.

Recuperar velhos conhecidos da torcida foi um dos méritos de Muricy que, se não transformou o time em uma máquina, ao menos fez o São Paulo voltar a vencer. A três rodadas do fim, o time tricolor já tem a vaga antecipada para a próxima fase do Paulista, coisa que o rival Corinthians ainda não tem.

"Sou um pedreiro, um mestre de obras, um engenheiro"
Mano Menezes, técnico do Corinthians, na última sexta-feira.




A definição do comandante alvinegro para si própria, apesar do tom de anedota, tem muito de verdade. A mudança para o esquema com três volantes e as entradas de Jadson, Bruno Henrique, com o adendo posterior de Luciano, fizeram o time voltar a vencer e jogar bem.

A reformulação iniciada após a goleada diante do Santos, há mais de um mês, ceifou do elenco Ibson, Douglas, Paulo André e Alexandre Pato, e deixou outros como Emerson e Danilo escanteados. A atuação no mercado, focada em medalhões no ano passado, voltou a ser em jovens de potencial ou experientes que estavam sem espaço.

O resultado é notável. O Corinthians venceu as quatro últimas partidas e, se conseguir a "quina" contra o São Paulo, repetirá uma sequência que não faz desde 2012, quando ainda nem era campeão da Libertadores.

"Queremos quebrar esse jejum em clássicos"
Alvaro Pereira, lateral do São Paulo, no último sábado.




O "Palito" mal chegou ao clube, mas já sabe que não ganhar dos rivais tem incomodado o torcedor tricolor. O último triunfo foi justamente diante do Corinthians, no fim de 2012, às vésperas da decisão da Copa Sul-Americana e do Mundial de Clubes.

Desde então, o São Paulo tem sofrido nos clássicos, especialmente contra o Corinthians. Em 2013, o clube do Parque São Jorge venceu, nos pênaltis, a semifinal do Paulista. Mais adiante, a equipe tricolor ainda perderia a Recopa, que custou a cabeça de Ney Franco

Neste ano, foram dois clássicos até o momento – uma derrota para o Palmeiras e um 0 a 0 contra o Santos (foto). Vencer o Corinthians, portanto, significaria entrar no mata-mata do Paulista sem o peso do jejum nas costas.

"Tenho de arrumar um lugar pra ele"
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo



A frase diz muito sobre um dos personagens do clássico que não estará em campo. Pato, se não tiver nenhuma surpresa, estreará pelo São Paulo daqui a três dias, contra o CSA, pela Copa do Brasil.

A expectativa no clube é grande com o reforço, que vem se destacando nos treinos. Neste domingo, ele não jogará por dois motivos: seu contrato não permite um encontro com o ex-clube e ele não está inscrito pelo São Paulo no Paulista.

O jogo, porém, certamente será especial para o atacante. Em 2013, ele viveu uma dura temporada de retorno ao Brasil, com o fracasso em campo pelo Corinthians e a pressão extrema da torcida.

"Hoje [a relação] é muito boa mesmo"
João Paulo de Jesus Lopes, vice de futebol do São Paulo



O clima entre as diretorias é de paz. Corinthians e São Paulo, ao contrário de outros tempos, não passam a semana que antecede o clássico se bicando pela imprensa.

A cordialidade se nota na calma com que se conduziu a transação entre Pato e Jadson, assim como na maneira como os dois lados se aproximam politicamente e se afastam de Andrés Sanchez. Com isso, a cartolagem pinta um outro cenário para o "Majestoso".

"Vocês sabem que eu não falo sobre o time"
Mano Menezes, técnico do Corinthians




A frase vem do lado alvinegro, mas poderia perfeitamente ser de Muricy, embora o mistério no São Paulo seja menor. Os dois treinadores sabem que seus times estão em formação e, por isso, só confirmam a escalação em cima da hora.

Muricy correu riscos com Pabón por um desconforto na coxa direita, mas o colombiano recuperou-se e está relacionado. A grande dúvida é se ele vai, ou não, manter Ganso. Álvaro Pereira, que estava com a seleção uruguaia, volta para a lateral esquerda.

No Corinthians o problema maior. Jadson não joga, e Mano pode usar Renato Augusto, Danilo, Luciano e até Emerson na função. No ataque, Romarinho e Guerrero vêm de lesões, e suas entradas na equipe titular dependem do sucesso de suas recuperações. Até Fábio Santos, relacionado após meses de estaleiro, por reaparecer.

Por isso, confira a ficha técnica abaixo com ressalvas. Certeza mesmo os técnicos só darão a minutos do apito inicial.

FICHA TÉCNICA
Data: 09/03/2014
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior e Anderson Jose de Moraes Coelho

CORINTHIANS:
Cássio, Fagner, Gil, Cleber e Uendel (Fábio Santos); Ralf, Guilherme, Bruno Henrique e Renato Augusto (Danilo); Romarinho e Luciano (Guerrero)
Técnico: Mano Menezes

SÃO PAULO:
Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Alvaro Pereira; Souza, Maicon e Ganso; Pabon, Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho.



LEIA TAMBÉM: Reveja dez propostas de Duílio Monteiro Alves, novo presidente do Timão

LEIA TAMBÉM: Neto é eleito para o Conselho do Corinthians e ganha condição de disputar a presidência






12903 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Castelão - Globo
Fortaleza
Corinthians

Último jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Couto Pereira
Coritiba
0 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 Atletico-MG
2 São Paulo
3 Flamengo
4 Internacional
5 Palmeiras
6 Santos
7 Grêmio
8 Fluminense
9 Fortaleza EC
10 Ceará
11 Corinthians
12 Atletico Paranaense
13 Bahia
14 Atletico Goianiense
15 Bragantino
16 Sport Recife
17 Vasco DA Gama
18 Coritiba
19 Botafogo
20 Goiás
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
42 23 13 3 7 41 29 12 VVDEV
41 21 11 8 2 34 20 14 VVEEV
39 22 11 6 5 37 31 6 EDDEV
37 23 10 7 6 33 22 11 DEDDE
37 22 10 7 5 31 21 10 VVVDV
37 23 10 7 6 34 27 7 VEVDV
37 22 9 10 3 28 20 8 VVVEV
36 23 10 6 7 31 25 6 VDDVE
29 23 7 8 8 23 21 2 DDEVE
29 23 7 8 8 32 34 -2 EDEEV
29 23 7 8 8 25 29 -4 VEDEV
28 23 8 4 11 19 24 -5 VVVVD
28 23 8 4 11 29 37 -8 VVVDD
28 23 6 10 7 20 27 -7 DEEVE
27 23 6 9 8 29 28 1 DEVVE
25 23 7 4 12 21 33 -12 VEDDD
24 22 6 6 10 24 31 -7 DVEED
20 23 5 5 13 20 32 -12 VEDDD
20 22 3 11 8 22 29 -7 EDDDD
16 22 3 7 12 24 37 -13 DDVED
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Corinthians
3 Guarani Campinas
4 Ferroviária
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 7 2 3 18 9 9 VVVVV
17 12 4 5 3 15 10 5 EEEVV
16 12 4 4 4 16 14 2 EVVDD
15 12 3 6 3 13 9 4 VEEEV
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS