10/5/2024 19:41

Rubão nega ter recebido ingressos e chama Augusto de "vitimista" em resposta.

Rubão nega ter recebido ingressos e chama Augusto de

O ex-diretor de futebol do Corinthians , Rubens Gomes, o Rubão, não deixou barato as acusações feitas por Augusto Melo nesta sexta-feira. Ele respondeu as declarações do presidente, desmentiu ter errado no caso de Matías Rojas e negou que recebia 60 ingressos para jogos do Timão. Por meio de um vídeo publicado nas suas redes sociais, Rubão alegou que não ele, mas sim o departamento, recebia 40 entradas por partida para distribuir entre jogadores, autoridades, artistas e outras pessoas. Ele afirma ter provas concretas disso em seu celular pessoal. "Fala, Fiel. Achei que fosse ficar um tempo fora dos holofotes, queria dizer para vocês que vim esclarecer as inverdades que o presidente falou. Ele distorce todos os fatos, é impressionante, mas eu sei onde ele fez esse curso de meia verdade. Queria falar sobre os ingressos, ele disse que eu recebia 60 ingressos. Eu nunca recebi nenhum ingresso do Corinthians. Quem recebia era o departamento, e eram 40 ingressos. Esses 40 ingressos era para atender jogadores, autoridades, artistas e pessoas de outros clubes que chegavam de última hora pedindo ingressos. E mais: 90% desses ingressos eram devolvidos. Tenho tudo registrado no meu celular", declarou Rubão. Augusto Melo também disse que a "gota d'água" para demitir Rubão foi um encontro do ex-diretor com membros da oposição, como Andrés Sanchez, para derrubar o presidente do poder. Rubens admitiu que se encontrou com alguns opositores, mas para esclarecer dúvidas. "Sobre o Andrés, é impressionante... Eu fiz a campanha dele (Augusto Melo), ajudei a eleger, fui o maior combatente da Renovação e Transparência, e ele disse que eu estava me juntando com eles para derrubá-lo? É brincadeira, né? Passou do limite. Fui procurado pelo Jorge Kalil para tomar um café, porque eles tiveram uma reunião recente com o presidente para esclarecer algumas dúvidas e saíram com mais dúvidas ainda. Eles me procuraram para tentar esclarecer. Fui tomar um café para tentar esclarecer, mas quando cheguei lá eles queriam falar de direito de televisão. Eu disse que não podia esclarecer porque não sou eu que cuido de direito de TV. Então, eles continuaram com a dúvida. Aliás, não foi fechado até hoje o direito de TV", esclareceu. Por fim, o ex-dirigente do Corinthians nega ter cometido erros na condução do caso Rojas. De acordo com Rubão, ele deixou a situação após um pedido do presidente e transferiu o mesmo para o excutivo de futebol Fabinho Soldado. E também diz ter registros no seu telefone. "Rojas, o presidente falou que eu deixei o empresário dele dez dias sem resposta. Não foram dez dias. Eu nunca falei com o empresário do Rojas. Eu sempre falei com o advogado do Rojas, Dr. Rafael, sempre. A pedido do próprio presidente, eu deixei o caso e encaminhei para o Fabinho Soldado, a pedido dele. E tenho documentado no meu celular", declarou. "Tudo isso está acontecendo por um simples fato. Eles não conseguem esclarecer os colchões, VaideBet e porque o marketing não consegue trazer um real para o Corinthians. Meu compromisso não é com presidente A, B, C ou D. Meu compromisso é com o Corinthians e com o torcedor do Corinthians, que é o maior patrimônio que nós temos. Então assim, estou falando a verdade, e o tempo vai mostrar para vocês quem está falando a verdade", acrescentou.

Além do vídeo publicado, Rubens Gomes escreveu que Augusto Melo "insiste na triste mania de distorcer fatos para manipular a opinião da torcida". Ele ainda disse que o presidente "adota postura vitimista", mas "não enxerga que as polêmicas nascem na sala da presidência". Em entrevista exclusiva ao programa Mesa Redonda , da TV Gazeta , Rubão revelou que sua relação com Augusto deteriorou após ele questionar a comissão de R$ 25,2 milhões que o clube se comprometeu a pagar ao intermediário do acordo de patrocínio com a VaideBet , conforme publicou em primeira mão a Gazeta Esportiva . Do outro lado, o presidente desmente essa versão e alega que o antigo aliado "nunca o questionou sobre o tema". Em breve, Augusto Melo será obrigado a prestar novos esclarecimentos sobre o acordo com a VaideBet. Isso porque, como publicou a Gazeta Esportiva nesta manhã, um grupo de conselheiros protocolou ao presidente do Conselho Deliberativo, Romeu Tuma Junior, um requerimento com o intuito de convocar uma reunião extraordinária cuja pauta é a busca por explicações e apresentações de documentos por parte da diretoria executiva referentes a contratos firmados pelo clube neste ano. VEJA MAIS: Conselheiros protocolam requerimento para Augusto Melo prestar esclarecimentos no Corinthians Na última quinta-feira, o Corinthians emitiu uma nota oficial sobre o contrato de patrocínio com a casa de apostas e justificou que o pagamento de comissão é uma "prática habitual do mercado" .



VEJA TAMBÉM
- PODE CHEGAR! Corinthians observa possível reforço na Série B do Campeonato Brasileiro
- VAI RECEBER? Timão notifica casa de apostas por dívida milionária
- NO LIMITE! Treinador corinthiano chega pressionado para rodada do Campeonato Brasileiro









249 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Dom - 16:00 - Ligga Arena -
X
Atletico Paranaense
Corinthians

Brasileiro

Qua - 21:30 - Orlando Scarpelli
1 X 0
Internacional
Corinthians
publicidade
publicidade
publicidade