10/2/2024 19:16

António Oliveira exige garra e determinação para o Corinthians conquistar a vitória.

Ajuda de um novo treinador português para reverter situação preocupante do Corinthians na tabela.

António Oliveira exige garra e determinação para o Corinthians conquistar a vitória.

O treinador António Oliveira pediu que o time do Corinthians tenha "sangue no olho" para conseguir reverter a situação desesperadora do clube, que está na lanterna do seu grupo, sob ameaça de rebaixamento. O português, de 41 anos, foi apresentado oficialmente neste sábado (10/2). Assim, já vai estar na Neo Química Arena neste domingo, comandando o Timão na partida contra a Portuguesa. Um embate tenso. Afinal, envolve duas equipes que estão na zona da degola. Portanto, é como se valesse seis pontos na prática.

O português, nascido em Lisboa em 9/10/1982 e que foi zagueiro durante sua carreira de jogador, enfatizou a confiança nos jogadores corintianos. E pediu garra para a superação. "Eu peço sangue no olho. Confio muito nos jogadores. Temos que respeitar o potencial deles", declarou.

António exaltou a história do Corinthians e disse que está motivado para fazer diferença e ajudar a tirar a equipe da má fase. "Se eu quisesse zona de conforto teria ficado onde estava. Estamos a falar de um colosso do futebol mundial. Estou muito feliz por estar aqui", disse, ressaltando que considerou a proposta "irrecusável".

António comentou sobre a repercussão da sua saída do Cuiabá em direção ao clube paulista. "Quanto mais falavam, mais vontade eu tinha de representar esse clube. É um desafio. Tenho ciência da minha capacidade", afirmou, acrescentando alguns fatores que, segundo ele, são essenciais para a virada.

António Oliveira expressa confiança em Yuri Alberto O treinador não deixou de repercutir as críticas recorrentes sobre o atacante Yuri Alberto, que vive um processo de decadência há meses, para desgosto dos torcedores. "O mais importante a essa altura é resgatar a confiança de todos os atletas. E isso vale para o Yuri Alberto. Os grandes jogadores podem jogar e tenho certeza de que amanhã eles vão dar alegria ao torcedor corintiano", concluiu.

Mas como resgatar a confiança da equipe? "O primeiro passo é ganhar. Depois, é sempre muito mais fácil trabalhar sobre vitórias. Temos um grupo animado, ciente do momento e com enorme vontade de dar a volta por cima".

Treinador diz que futebol no Brasil desgasta, mas é bom Sobre a possibilidade de reforços, António afirmou que, neste primeiro momento, vai observar o desempenho do time para poder avaliar as necessidades. E, então, poderá levar os pedidos à diretoria. António também lembrou de outras passagens pelo futebol brasileiro. Afinal, ele trabalhou no Santos, Athletico Paranaense, Coritiba e Cuiabá. Como é liderar uma equipe no Brasil? "É desgastante, sim. Mas é muito bom. Principalmente neste tipo de equipe, resgatando a confiança. Tenho certeza de que o Corinthians logo vai voltar a ser o que deve representar", concluiu.



VEJA TAMBÉM
- VAI PRA ONDE? Jornalista revela futuro de Rojas e surpreende torcedores
- FEZ EXIGÊNCIAS: Matías Rojas faz 2 pedidos ao Corinthians em troca de silêncio na FIFA
- Naming Rights do CT do Corinthians: Situação, Valores e Planos da Diretoria.









1608 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

  • publicidade
  • publicidade
    publicidade

    Paulista

    Sb - 16:00 - Neo Química Arena -
    X
    Corinthians
    Santo Andr??

    Paulista

    Dom - 20:00 - Neo Química Arena
    0 X 1
    Corinthians
    Ponte Preta
    publicidade
    publicidade
    publicidade