23/10/2021 11:24

Em jogo único, Internacional e Corinthians decidiram o Brasileiro-1976

Erram aqueles que afirmam que uma vitória do time paulista (2 a 1), que aconteceu três semanas antes da grande final, foi a primeira partida da decisão daquele torneio. Times jogam domingo pelo Brasileiro.

O primeiro Campeonato Brasileiro – a partir de 1971 - definido em duas partidas finais foi em 1978, quando Guarani e Palmeiras, jogaram uma partida em São Paulo (ida) e Campinas (volta). O time do interior venceu os dois jogos pela contagem mínima e levou o título.



Mas, para muitos, o Brasileirão de 1976, também foi decido em duas partidas, fato que nunca existiu. Aquele torneio, com 54 times participantes e que foi realizado entre 29 de agosto e 12 dezembro, foi decidido em jogo único, por Internacional x Corinthians, em Porto Alegre, com vitória dos gaúchos por 2 a 0.


(E aí começa mesmo a rivalidade entre os times – com os paulistas reclamando muito da recepção no Beira-Rio, com o vestiário com forte cheiro de tinta e a problemas com os torcedores que foram ao estádio. Portanto bem antes do Brasileirão de 2005, o Colorado não ajudando o Corinthians escapar do rebaixamento logo depois, final da Copa do Brasil de 2009...)


Então, qual seria a razão de se confundir uma partida que valia pela terceira fase – que levava para às semifinais – como uma partida que valia pelo título?

A primeira razão está no fato que o jogo foi tratado como uma autentica decisão pelo Corinthians. Em um grupo de nove times (Internacional, Corinthians, Ponte Preta, Coritiba, Palmeiras, Caxias, Botafogo-RP, Santa Cruz e Portuguesa), jogado em turno único (oito partidas), só os dois mais bem colocados passariam para às semifinais. O time gaúcho se destacou e o Corinthians disputava com a Ponte Preta a segunda vaga, portanto a vitória era fundamental.


(O outro grupo tinha Fluminense, Atlético-MG – classificados -, Flamengo, Vasco, Guarani, Náutico, Grêmio, Bahia e CRB)



No jogo, o Corinthians – que vivia uma seca de títulos importantes desde 1954 – começou a partida com se valesse a taça, fez um gol logo aos três minutos – com o artilheiro Geraldão – e ampliou a vantagem com Russo, aos 11 minutos. O Internacional descontou com um golaço de Falcão no segundo tempo, mas o time paulista segurou o 2 a 1 até o final.


As proximidades de datas – essa vitória corintiana foi no dia 21 de novembro e a decisão única foi em 12 de dezembro – e o placar ajudam a confundir aqueles que pensam que o Brasileiro-1976 foi decidido em dois jogos.


Como a decisão foi 2 a 0 para o Internacional, não são poucos aqueles que dizem que era a diferença que o Inter precisaria para ser campeão – na verdade bi, pois ganhou a edição de 1975, batendo o Cruzeiro (1 a 0), também em jogo único.


Lembrando que os dois times se classificaram para a decisão em semifinais que entraram para a história.


O Internacional venceu o Atlético-MG (2 a 1) de virada, com direito a um gol lindo no final do jogo, com direito a tabela feita com toques de cabeça e a finalização do Falcão.
A importância da partida disputada em 21/11/1976 também é determinada pelo público presente no Morumbi: 113.286 pagantes mais 7.414 menores – público total de 120.700.



E o Corinthians eliminou o Fluminense – nos pênaltis -, no Rio de Janeiro, na partida que ficou marcada pela invasão de seus fiéis torcedores ao Maracanã.


A confusão ocorre também pelas escalações das equipes. O Corinthians que entrou em campo em 21/11/1976 foi o mesmo escalado na grande final: Tobias; Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Vladimir; Givanildo, Neca e Russo; Vaguinho, Geraldo e Romeu.


Já o Internacional atuou na partida da fase de classificação com: Manga; Zé Maria, Figueroa, Marinho e Vacaria; Caçapava, Jair e Falcão; Valdomiro, Dario e Lula e na decisão de fato entrou com: Manga, Cláudio (que foi desfalque no Morumbi), Figueroa, Marinho e Vacaria. Caçapava, Batista e Falcão; Valdomiro, Dario e Lula.



Para terminar, confira lances da decisão do Brasileiro-1976, que foi em jogo único.

#corinthians #timao #alvinegro #brasileirao #internacional



LEIA TAMBÉM: Sylvinho tieta Mantuan no Corinthians e barra saída do meia-atacante

LEIA TAMBÉM: Veja os jogadores que devem deixar o Corinthians após o fim do Brasileirão

LEIA TAMBÉM: Sem Fagner e Gabriel, veja as alternativas para Sylvinho no Corinthians








486 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Dom - 16:00 - Neo Química Arena - Globo
Corinthians
Grêmio

Último jogo - Brasileiro

Dom - 16:00 - Neo Química Arena
Corinthians
1 0
Athletico-PR
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Corinthians
2 Inter De Limeira
3 Santo André
4 Botafogo Sp
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
25 12 7 4 1 17 9 8 EVVEV
18 12 6 0 6 8 12 -4 VVVDV
13 12 3 4 5 9 13 -4 DEDVV
12 12 2 6 4 10 15 -5 DEVEE
Untitled Document
Classificação
1 River Plate
1 Atletico-MG
1 Palmeiras
1 Internacional
1 São Paulo
1 Barcelona SC
1 Argentinos JRS
1 Flamengo
2 Defensa Y Justicia
2 Fluminense
2 LDU De Quito
2 Boca Juniors
2 Always Ready
2 Racing Club
2 Cerro Porteno
2 Atletico Nacional
3 Rentistas
3 Independiente Del Valle
3 Olimpia
3 Real Esppor Club
3 Velez Sarsfield
3 Santos
3 Club Nacional
3 Santa Fe
4 Union La Calera
4 Sporting Cristal
4 Universitario
4 The Strongest
4 America De Cali
4 Deportivo Tachira FC
4 U. Catolica
4 Junior
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
7 3 2 1 0 7 2 5 EVV
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
3 2 1 0 1 4 2 2 DV
6 2 2 0 0 5 0 5 VV
9 3 3 0 0 7 0 7 VVV
6 2 2 0 0 4 0 4 VV
9 3 3 0 0 10 5 5 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 7 6 1 EVD
6 3 2 0 1 3 1 2 VVD
3 2 1 0 1 3 2 1 VD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 2 4 -2 VED
4 2 1 1 0 6 4 2 VE
1 2 0 1 1 1 3 -2 ED
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
3 2 1 0 1 4 4 0 DV
2 2 0 2 0 1 1 0 EE
3 3 1 0 2 5 6 -1 DDV
3 3 1 0 2 5 4 1 DDV
1 2 0 1 1 4 6 -2 DE
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED
1 3 0 1 2 3 8 -5 EDD
0 2 0 0 2 1 5 -4 DD
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD
0 3 0 0 3 0 10 -10 DDD
0 2 0 0 2 1 4 -3 DD
3 2 1 0 1 3 6 -3 VD
0 2 0 0 2 0 4 -4 DD
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED