29/4/2021 12:00

"Vergonhoso", Felipe fala sobre pênalti marcado para o Flamengo em 2009 e briga com Andrés

Fora do Timão há quase 11 anos e hoje no Botafogo-PB, goleiro de 37 anos explica por que não pulou em cobrança de rival e diz que Cássio é o maior da história do clube

Poucas horas antes de o Corinthians entrar em campo pela Sul-Americana, diante do Peñarol-URU, às 19h15 (de Brasília), na Neo Química Arena, o segundo goleiro em atividade com mais jogos com a camisa do Timão jogará pelo Campeonato Paraibano, no estádio Amigão, em Campina Grande-PB.



Aos 37 anos, o goleiro Felipe defende o Botafogo-PB há pouco mais de um ano. Sétimo goleiro com mais jogos na história (193), ele se tornou um admirador da trajetória de Cássio dentro do Timão. Multicampeão, o camisa 12 acumula 517 partidas e só está atrás de Ronaldo Giovanelli (602).


"Cássio é o maior goleiro da história do Corinthians. Respeitando todos os outros, mas são poucas pessoas ainda que discordam disso. E é um dos grandes do futebol brasileiro", disse Felipe ao ge.


Apesar da afirmação, Felipe acredita que também "deixou um pouquinho de sua marca" na história do clube. Um dos únicos destaques na campanha do rebaixamento de 2007, venceu a Série B no ano seguinte, além do Paulistão e da Copa do Brasil em 2009, no ano do brilho de Ronaldo.


Mas além de glórias, Felipe acumulou polêmicas. Em 2009, um pênalti no qual não pulou para defender contra o Flamengo e críticas contra a arbitragem.


"Foi uma escolha. Léo Moura não batia pênalti, quem batia eram Adriano e Petkovic e eu fiz uma escolha. Podem falar da minha reação de bater palma depois, mas foi como deboche para o árbitro. Foi um pênalti vergonhoso. Parecia que o árbitro queria que o Flamengo ganhasse o jogo".


Em 2010, entrou em atrito com o presidente Andrés Sanchez numa entrevista ao vivo na TV Bandeirantes e interrompeu sua história no clube. Ele culpa o então diretor Mário Gobbi Filho, que seria presidente entre 2012 e 2014, para os fatos que levaram o torcedor a passar a considerá-lo um "mercenário". Além disso, admite seu arrependimento:



"Bater boca em rede nacional com o presidente foi algo pesado. Uma das coisas que me arrependo na carreira. (...) Depois do acontecido, a gente almoçou junto numa churrascaria. Aí as pessoas que estavam assistindo o programa deviam pensar: "Esses caras estavam discutindo agora, quase se matando e agora estão sentados conversando" (risos)", detalhou ele.

#corinthians #timao #alvinegro #felipe #goleiro



LEIA TAMBÉM: Corinthians coleciona eliminações e expulsões com árbitro escalado pela Conmebol para Sul-Americana

LEIA TAMBÉM: Mando de campo, recorde, testes, veja o que está em jogo para o Corinthians na última rodada do Paulistão






10893 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Dos 3 últimos títulos brasileiros do Flamengo 2 foram contra o Internacional(2009 e 2020), e em ambos por causa do Corinthians. NÃO ME CONFORMO COM ISSO!!!

Claudio Indinio     

Sempre foi um mala e goleiro meia boca

Edynaldo Leite     

Safado esse ai

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Ter - 12:00 - Neo Química Arena - Premiere
Corinthians
Inter de Limeira

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Neo Química Arena
Corinthians
2 1
Novorizontino
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 São Paulo
2 Ferroviária
3 Ponte Preta
4 Sao Bento
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
25 10 8 1 1 25 6 19 VVVVV
12 9 3 3 3 13 11 2 VDDEE
10 9 3 1 5 9 10 -1 VDVDD
6 9 0 6 3 6 9 -3 DEEEE
Untitled Document
Classificação
1 Internacional
2 Always Ready
3 Olimpia
4 Deportivo Tachira FC
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
3 2 1 0 1 4 2 2 DV
3 2 1 0 1 3 2 1 VD
3 2 1 0 1 4 4 0 DV
3 2 1 0 1 3 6 -3 VD