20/4/2021 09:00

"Queremos manter Mancini", Jô defende treinador do Timão e fala sobre seu momento no clube

Atacante decreta o fim da versão 2017 e comenta polêmica de ida a resort

Aos 34 anos, Jô não é mais o centroavante artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2017, com 18 gols pelo campeão Corinthians. Hoje, o centroavante é a soma de suas várias experiências na carreira, um cara veterano e ciente de suas limitações dentro de campo.



E mesmo diante de inúmeras críticas da Fiel, ele garante que ainda tem "lenha para queimar" e pode entregar mais ao Timão.


"Fico tranquilo com as críticas. As comparações são de ordem natural. Não me incomodo. Fisicamente, estou muito bem. Não podemos expor, mas os números dentro do clube são bons, a forma física é a ideal. Pelo ano que fiz em 2017, a cobrança vai existir, mas já se passaram quatro anos, ninguém no mundo vai ser igual. Mas eu ainda sou o Jô e posso fazer o melhor dentro da minha capacidade. Por isso, venho trabalhando, me esforçando, os resultados vêm. A gente pede paciência pela cobrança, mas sempre vai existir. Eu faço meu melhor. Os resultados estão aí, a evolução da equipe", disse Jô, em entrevista exclusiva ao ge e à TV Globo depois de marcar contra o Ituano, no último domingo.


Ele não nega, porém, ter perdido mobilidade e velocidade dentro de campo nos últimos anos. Ciente das limitações, tenta compensar de outras maneiras quando é escalado pelo técnico Vagner Mancini.


"Você vai perdendo velocidade, mobilidade, já não é mais a mesma, é natural. Acabamos tentando fazer outras coisas, tentando se reinventar dentro do que o corpo permite. Se a velocidade não é mais a mesma, você tem que tentar fazer algo diferente: controle de bola melhor, deslocamento mais preciso na hora de fazer o gol, tiro curto e não mais longo. Vamos nos readaptando. A experiência também conta. Já não precisa correr 13km por jogo, se correr entre 8 ou 9km para o atacante é normal. Consegue entregar resultados que treinador pede. Vamos nos adaptando. É normal receber críticas. Fiz bons anos em 2017 e 13 (no Atlético-MG), espetaculares. Não tem como ser aquele Jô, mas o Jô de 2021 ainda pode fazer muita coisa", completou.


"Queremos manter Mancini"

Jô diz nutrir profunda admiração pelos métodos de trabalho de Vagner Mancini. Para ele, mesmo depois de já ter trabalhado com tantos treinadores diferentes na carreira, a clareza de ideias e propostas de Mancini e a forma como trata os jogadores são diferenciadas, acima da média.


Por isso, Jô não tem receio em dizer que o grupo tem tentado entregar o melhor que pode para ajudar o técnico a ter sequência no Timão.


"O que eu falo do Mancini é a clareza. Independentemente do jogador, ele tem a mesma abertura, de conversar. Acho isso bacana demais para um técnico, chegar e trocar ideia, avisar o que está pensando. Explicar quando te tira ou te coloca. Não é obrigação dele, nenhum técnico precisa ficar dando satisfação para o jogador. Mas o caráter dele, a maneira de ele trabalhar te deixa tranquilo nessa questão. Aceitei numa boa. Ele fala que sou importante, que procura ser transparente. Isso faz a gente se sentir bem dentro do ambiente", comentou Jô.


"Estamos fazendo o melhor para poder mantê-lo, porque a gente sabe que são os resultados que vão dar sequência a ele".



Curiosamente, durante a temporada de Acesso Total, série do SporTV com os bastidores e o dia a dia do Corinthians em 2020, Jô acabou exposto ao ouvir do técnico que seria trocado por Léo Natel no time titular. Nada que fosse problema para o centroavante.


"Foi muito legal o Acesso Total, exposto para o mundo todo, legal mostrar a transparência do treinador e a humildade do jogador em aceitar isso e continuar trabalhando e saber que as chances vão aparecer de novo. Fico muito feliz. Nunca tinha passado por isso de ser gravado o dia a a dia".


O Corinthians volta a campo nesta quinta-feira, às 21h30, para enfrentar o River Plate-PAR, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção. Jô briga por uma vaga no ataque corintiano com o jovem Cauê, de 18 anos. Ambos fizeram um gol nos últimos quatro jogos.


Episódio do resort

Entre o gol marcado contra a Ponte Preta, em 7 de março, e o gol do último domingo, Jô não só viveu um jejum de gols, mas também passou dias de críticas severas.


No mês passado, aproveitou uma folga para ir com a esposa e com Otero a um resort, publicou o companheiro sem máscara e foi duramente criticado nas redes sociais. Ele admitiu que houve, sim, um erro ao se expor.


"Olha, existiu um erro, sim. Fui fazer uma brincadeira com Otero e expus algo em uma situação complicada no país e no clube. Mas em nenhum momento fui irresponsável na questão de ir fazer festa. Estava em um resort, na minha folga, com a minha esposa, que seguia o protocolo, como existe protocolo em shopping, em restaurante".



"Só que a gente vive em mundo de juízes, julgam o tempo inteiro, pessoas que nunca fizeram nada de errado. Como eu falei, a minha exposição, sim, foi errada, mas eu estava na minha folga, com a minha esposa, num resort com protocolos. Devido ao momento, foi errado, sim. Deixei claro no clube. Pedi desculpas perante o grupo, a diretoria, a comissão, o presidente, todo mundo. O assunto ficou encerrado. A gente fica triste pelo julgamento sem saber da história, mas é o mundo em que a gente vive hoje, infelizmente", finalizou.

#corinthians #timao #alvinegro #jo #atacante #mancini



LEIA TAMBÉM: Em busca de novo treinador, elenco do Corinthians faz mais um treino sob o comando de interinos



LEIA TAMBÉM: Preferido pela torcida do Corinthians, Renato Gaúcho pode ter primeira experiência profissional em São Paulo






1722 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

É isso ai Jo, o Brasil e esta porcaria comparando com os outros países por causa disso e o brasileiro cuidando da vida dos outros e achando que a vida dele e certíssima. Bando de babacas.

Valmir Adão     

Jô merece respeito como jogador , como atleta . Não e ignorante não podemos exigir que tenha números igual a 2017

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Sul-Americana

Qui - 21:30 - Neo Química Arena - ConmebolTV
Corinthians
Sport Huancayo

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Neo Química Arena
Corinthians
0 2
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Corinthians
2 Inter De Limeira
3 Santo André
4 Botafogo Sp
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
25 12 7 4 1 17 9 8 EVVEV
18 12 6 0 6 8 12 -4 VVVDV
13 12 3 4 5 9 13 -4 DEDVV
12 12 2 6 4 10 15 -5 DEVEE
Untitled Document
Classificação
1 River Plate
1 Atletico-MG
1 Palmeiras
1 Internacional
1 São Paulo
1 Barcelona SC
1 Argentinos JRS
1 Flamengo
2 Defensa Y Justicia
2 Fluminense
2 LDU De Quito
2 Boca Juniors
2 Always Ready
2 Racing Club
2 Cerro Porteno
2 Atletico Nacional
3 Rentistas
3 Independiente Del Valle
3 Olimpia
3 Real Esppor Club
3 Velez Sarsfield
3 Santos
3 Club Nacional
3 Santa Fe
4 Union La Calera
4 Sporting Cristal
4 Universitario
4 The Strongest
4 America De Cali
4 Deportivo Tachira FC
4 U. Catolica
4 Junior
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
7 3 2 1 0 7 2 5 EVV
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
3 2 1 0 1 4 2 2 DV
6 2 2 0 0 5 0 5 VV
9 3 3 0 0 7 0 7 VVV
6 2 2 0 0 4 0 4 VV
9 3 3 0 0 10 5 5 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 7 6 1 EVD
6 3 2 0 1 3 1 2 VVD
3 2 1 0 1 3 2 1 VD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 2 4 -2 VED
4 2 1 1 0 6 4 2 VE
1 2 0 1 1 1 3 -2 ED
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
3 2 1 0 1 4 4 0 DV
2 2 0 2 0 1 1 0 EE
3 3 1 0 2 5 6 -1 DDV
3 3 1 0 2 5 4 1 DDV
1 2 0 1 1 4 6 -2 DE
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED
1 3 0 1 2 3 8 -5 EDD
0 2 0 0 2 1 5 -4 DD
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD
0 3 0 0 3 0 10 -10 DDD
0 2 0 0 2 1 4 -3 DD
3 2 1 0 1 3 6 -3 VD
0 2 0 0 2 0 4 -4 DD
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED