24/1/2021 08:51

Artilharia da Arena e Mancini: como Jô luta contra pressão no Corinthians

O atacante Jô sofre pressão de parte da torcida e críticos para que seja barrado do time titular do Corinthians. A pressão, aliás, aumentou bastante após a goleada sofrida no clássico contra o Palmeiras, mas diminuiu após o camisa 77 fechar o placar na vitória contra o Sport na última quinta-feira.



LEIA TAMBÉM: Após vencer o Sport, Corinthians tenta evitar nova queda de produção no Brasileiro


A maioria alega que o jogador está pesado e sem condição física para atuar no comando do ataque. Apesar da pressão, Jô reage com foco e liderança em campo. Além disso, o centroavante tem total apoio e confiança do técnico Vagner Mancini para se manter no time titular.

Além da confiança do treinador, Jô tem como motivação a chance de terminar 2021 como o maior artilheiro da história da Neo Química Arena. Com o gol marcado contra o Sport, Jô chegou a 22 gols em Itaquera, dois a menos que Jadson, o segundo maior artilheiro da Arena, com 24 gols, e cinco a menos que Romero, o maior goleador do estádio, com 27 gols.

Vale ressaltar que Romero atuou 103 vezes na Arena, e Jadson 112, enquanto Jô entrou atuou em apenas 43 jogos.

Com a confiança de Mancini, Jô deve se manter titular para alcançar a marca histórica. O treinador corintiano é solidário ao centroavante. Mancini já declarou que o atacante estreou de forma precipitada - se referindo a Tiago Nunes, que teria escalado Jô nas finais do Campeonato Paulista de 2020, sem condições físicas ideais.

Além disso, Mancini lembra que Jô também foi prejudicado pela Covid-19, já que perdeu o ritmo de jogo e treinamentos por conta do isolamento.

"O Jô sofreu ao longo de toda a temporada, embora tenhamos virado o ano, a temporada não acabou. Sofreu porque vinha de inatividade, teve que jogar rapidamente em função de lesão de outros, pegou Covid, voltou, teve interrupções. Exalto à vontade, o profissionalismo, brigou, treinou em dois períodos, vem buscando melhora. Fatalmente o Jô vai sentir porque o lastro foi interrompido", afirmou Mancini, que deixou o centroavante em campo os 90 minutos contra o Sport.

"Pelo que estou vendo no dia a dia, parte técnica, tática, emocional, estou muito satisfeito. Ele pode melhorar e vai melhorar, quando tiver um lastro maior não vai sofrer tanto. Foi uma opção minha segurar ele por 90 minutos, ele me chamou dizendo que estava cansado, mas a tendência do Jô é melhorar a cada dia, embora a sequência de jogos judie um pouquinho dele", completou.



Para o duelo contra o Red Bull Bragantino, amanhã (25), na Neo Química Arena, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, Jô pode ter um novo companheiro no setor ofensivo. Isso porque Otero, recuperado de Covid-19, está a disposição de Mancini. No entanto, o treinador não confirmou se o venezuelano volta como titular, já que Mateus Vital, seu substituto, marcou três gols em quatro jogos.




Corinthians, Jô, Pressão, Artilharia, Arena, Mancini, Timão



LEIA TAMBÉM: Corinthians busca destino para Luan e mais sete jogadores e negocia renovações de Cazares e Jemerson

LEIA TAMBÉM: Conversa para a saída de Boselli e vestiário no Dérbi: SporTV lança minissérie de bastidores inéditos da 'Era Mancini'






2985 visitas - Fonte: UOL Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Campeonato Paulista

Dom - 11:00 - Arena Neo Química - Premiere
Corinthians
Ponte Preta

Último jogo - Campeonato Paulista

Qua - 19:00 - Arena Neo Química
Corinthians
2 2
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Internacional
3 Atletico-MG
4 São Paulo
5 Fluminense
6 Grêmio
7 Palmeiras
8 Santos
9 Atletico Paranaense
10 Bragantino
11 Ceará
12 Corinthians
13 Atletico Goianiense
14 Bahia
15 Sport Recife
16 Fortaleza EC
17 Vasco DA Gama
18 Goiás
19 Coritiba
20 Botafogo
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
71 38 21 8 9 68 48 20 VEVVD
70 38 20 10 8 61 35 26 EDVDE
68 38 20 8 10 64 45 19 DEEVV
66 38 18 12 8 59 41 18 EVEDV
64 38 18 10 10 55 42 13 VEVEV
59 38 14 17 7 53 40 13 EVDVD
58 38 15 13 10 51 37 14 VDEED
54 38 14 12 12 52 51 1 EVVED
53 38 15 8 15 38 36 2 EEVDV
53 38 13 14 11 50 40 10 VEEEV
52 38 14 10 14 54 51 3 DEDVV
51 38 13 12 13 45 45 0 EDDEE
50 38 12 14 12 40 45 -5 DEDEV
44 38 12 8 18 48 59 -11 DEEVV
42 38 12 6 20 31 50 -19 VVEDD
41 38 10 11 17 34 44 -10 VVDDD
41 38 10 11 17 37 56 -19 DDDEV
37 38 9 10 19 41 63 -22 VEVED
31 38 7 10 21 31 54 -23 DDVDD
27 38 5 12 21 32 62 -30 DDDVD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Corinthians
3 Guarani Campinas
4 Ferroviária
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 7 2 3 18 9 9 VVVVV
17 12 4 5 3 15 10 5 EEEVV
16 12 4 4 4 16 14 2 EVVDD
15 12 3 6 3 13 9 4 VEEEV
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS