24/11/2020 15:09

Corinthians e Jô são condenados pela Fifa em ação movida por Clube japonês

Entidade determina que clube asiático seja indenizado em mais de R$ 16 milhões

A Fifa deu ganho de causa ao Nagoya Grampus, do Japão, em ação movida contra o atacante Jô e o Corinthians. Nesta terça-feira, a entidade comunicou que o jogador e o Timão têm de indenizar o clube asiático em 3 milhões de dólares (aproximadamente R$ 16,1 milhões na cotação atual).



A defesa de Jô promete recorrer da condenação na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Procurado, o Corinthians alegou que "tem dez dias para solicitar os fundamentos da decisão para a FIFA e assim tomar as providências necessárias."

A condenação foi noticiada inicialmente pelo "Esporte Interativo" e confirmada pelo ge.

A defesa de Jô acredita que no CAS será possível reverter a decisão, visto que, diferentemente do que acontece na Fifa, nesta corte é possível arrolar testemunhas e apresentar uma defesa mais ampla. O advogado do jogador também entende que o Corinthians não tem de ser parte no processo, uma vez que foi o Nagoya quem pediu a rescisão de contrato do jogador e não o contrário.

Jô tinha vínculo com o Nagoya Grampus até dezembro deste ano. O clube japonês alega ter havido abandono de emprego do atacante e, por isso, não só suspenderam os pagamentos a ele a partir de abril, como também entraram com uma ação na Fifa pedindo uma indenização referente ao valor restante do contrato até dezembro.

O desentendimento de Jô com o Nagoya Grampus começou em fevereiro, quando o jogador machucou o joelho esquerdo. É o que explica o advogado do atleta:

– O treinador do Nagoya entendeu que o Jô tinha que ficar no Japão, mesmo com o clube fora para pré-temporada. Só que os fisioterapeutas e médicos viajaram com o time, estavam fora do País. O Jô entendeu que não iria se recuperar bem, precisava de uma fisioterapia que fizesse efeito e veio ao Brasil se tratar no Flamengo. Ele custeou a viagem para ter um tratamento melhor – comenta Breno Tannuri.

Semanas depois, Jô voltou ao Japão com Cláudia, esposa dele, mas não foi relacionado para as duas primeiras partidas da temporada. Na sequência, o campeonato local foi suspenso por conta da pandemia do novo coronavírus.

– Ele deixou os filhos no Brasil com os avós. Só que começou um "zum-zum-zum" de que os estrangeiros não poderiam sair do Japão. Quando falaram que seria fechada a fronteira, o Jô disse: "eu preciso voltar". Isso foi em abril. Então, eles voltam ao Rio de Janeiro – conta o advogado.

O Nagoya Grampus havia liberado os atletas para ficarem em casa, mas não para deixarem o Japão. Assim, semanas depois, Jô foi avisado pelo clube de que seu salário estava suspenso.


Segundo o advogado de Jô, o atacante respondeu essa notificação e explicou o motivo da volta ao Brasil. As alegações, porém, não foram suficientes para convencer os asiáticos.

– Ele tinha que receber entre o final de abril e o começo de maio um bônus de 1 milhão de dólares, previsto em contrato. O que acontece é que, quando ele fala para o tradutor, numa quinta à noite, que voltaria ao Japão na segunda-feira, os diretores mandam uma notificação para o Jô no dia 2 de maio falando que o contrato estava rescindido. Se ele volta para o Japão, o Nagoya teria que pagar os salários e essas luvas de 1 milhão de dólares – revela Tannuri.



O advogado de Jô concorda que o atacante poderia ser punido pela volta ao Brasil, mas alega que não havia justificativa para o rompimento de contrato. Breno Tannuri afirma que o atleta não perdeu treinamentos e nem havia motivo para tanta pressa, visto que o campeonato local só será retomado no próximo mês.

Livre do Nagoya, Jô assinou contrato de três anos e meio com o Corinthians.

Corinthians, Timão, Jô, FIFA,



LEIA TAMBÉM: Irmãos Romero no Timão? Site argentino diz que irmãos podem jogar no Timão; clube nega

LEIA TAMBÉM: Definidas as chapas que vão concorrer ao Conselho Deliberativo do Corinthians; veja






3105 visitas - Fonte: Globo Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Eridan Silva     

Nao era pra tem envolvimento nao Corinthians ate pq eles deram os papéis da liberação do cara

Sergio Teodoro     

Ja chega o roni a mesma situacao quando foi oferecido p corinthians e acabou indo para o atlhetico paranaense, essa diretoria jesus

Bene Cavalcante     

Desse jeito é falência do Corinthians! Não tem clube que aguente tantas dívidas.

Ivo Pereira     

Novamente a diretoria do clube nebuloza,no momento da contração do Jô disseram que estava tudo certo entre o clube e o jogador e o Corinthians não corria risco nessa contração, agora quem fica com a dívida será o clube.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Seg - 19:00 - Allianz Parque - Premiere
Palmeiras
Corinthians

Último jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Neo Química Arena
Corinthians
5 0
Fluminense
Untitled Document
Classificação
1 São Paulo
2 Atletico-MG
3 Flamengo
4 Internacional
5 Grêmio
6 Palmeiras
7 Fluminense
8 Santos
9 Corinthians
10 Ceará
11 Atletico Paranaense
12 Atletico Goianiense
13 Bragantino
14 Fortaleza EC
15 Sport Recife
16 Bahia
17 Vasco DA Gama
18 Goiás
19 Botafogo
20 Coritiba
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
56 27 16 8 3 47 22 25 VVDVV
49 27 15 4 8 46 34 12 VEVDV
49 26 14 7 5 46 35 11 VVVVE
47 27 13 8 6 41 26 15 EEVVV
45 26 11 12 3 35 22 13 VVEEV
44 26 12 8 6 37 25 12 VEVDV
40 27 11 7 9 37 31 6 EVEDD
39 27 10 9 8 38 35 3 VEDDE
39 27 10 9 8 30 30 0 VEVVV
36 27 9 9 9 38 37 1 VVDVE
34 27 10 4 13 24 28 -4 DDDVV
34 27 8 10 9 25 32 -7 EDVVD
31 27 7 10 10 31 31 0 EEVDD
31 27 7 10 10 24 25 -1 EEDDE
29 27 8 5 14 23 36 -13 DDVED
28 27 8 4 15 33 48 -15 DDDDD
28 26 7 7 12 26 39 -13 DDEVD
23 27 5 8 14 27 42 -15 DVEDV
23 27 4 11 12 25 39 -14 DDDVD
21 27 5 6 16 21 37 -16 DEDDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Corinthians
3 Guarani Campinas
4 Ferroviária
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 7 2 3 18 9 9 VVVVV
17 12 4 5 3 15 10 5 EEEVV
16 12 4 4 4 16 14 2 EVVDD
15 12 3 6 3 13 9 4 VEEEV
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS