26/10/2020 12:54

Segunda onda: Você é a favor do retorno da torcida ao estádio?

O retorno que têm recebido de governos estaduais faz com que CBF e clubes adotem agora pessimismo quanto à volta de público aos estádios a curto prazo. Havia articulação, iniciada em agosto, para uma reabertura de portões na Série do Brasileiro que viesse a minimizar o prejuízo na organização dos jogos — há partida em que o gasto de um clube chega a quase R$ 200 mil, com zero de receita sem venda de ingresso ou sócio-torcedor..

Mesmo estados que estão em processo de reabertura da economia que levava a crer que poderia haver uma negociação mais tranquila para facilitar a liberação de pelo menos 30% dos assentos dos estádios, como o Ceará e a Bahia, agora sinalizam que não devem permitir acesso até o fim de 2020.

Em agosto, a ideia da confederação brasileira e dos participantes da Série A era tentar viabilizar o retorno para o começo de novembro, coincidindo com o início do segundo turno da competição. Aconteceu que o Rio de Janeiro antecipou isso e em setembro governo e prefeitura liberaram a reabertura dos portões para outubro. Isso gerou reação de clubes de outros estados, que pediram isonomia, ou seja, que a torcidas voltassem aos jogos ao mesmo tempo em todos os lugares.

A CBF reagiu e, após votação entre os participantes, vetou a presença de público em suas partidas. A liberação no Rio e todo o desgaste gerado com clubes foi avaliado internamente na confederação como fator que complicou a negociação com alguns estados, preocupados com a repercussão negativa gerada pela decisão fluminense. Hoje CBF e clubes não trabalham mais com datas, mesmo que nos bastidores se avalie que dificilmente teremos públicos no estádios em 2020 e, numa previsão mais pessimista, até o campeonato acabar, no fim de fevereiro.



Governantes avisaram que o início da vacinação pode ser ponto fundamental para liberar eventos que aglomerem muitas pessoas — 30% de capacidade de um estádio com 60 mil lugares, por exemplo, permite cerca de 20 mil torcedores. O problema aí é que a CBF esbarrará novamente na isonomia, já que cada estado terá períodos diferentes de vacinação mesmo se a medicação estiver pronta até janeiro, como indicam algumas pesquisas. A confederação continuará se reunindo quinzenalmente com os clubes para tratar do assunto.

Já a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) acompanha de perto todas essas negociações porque gostaria de ter em sua final única da Libertadores, provavelmente em 23 de janeiro, parte do Maracanã ocupado por torcedores ou ao menos camarotes com convidados VIPs e patrocinadores.


SCCP, CORINTHIANS, TIMÃO, PÚBLICO NO ESÁTIO, TORCIDA, ARENA



LEIA TAMBÉM: Complicou? Justiça atribui prazo para Corinthians pagar R$ 22,1 milhões por indevido uso de rua e clube tenta acordo

LEIA TAMBÉM: Mais um! Jadson cobra mais de R$ 800 mil do Corinthians na Justiça; entenda






1524 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Verdade

Ainda não dá ,para matar a saudade de estar lá torcendo ??

Nao sou favoravel!

Estou no aguardo da segunda bomba do senhor André Sanches esta é a última semana de outubro conforme ele falou.

Messias Paiva     

Ainda nao

Edynaldo Leite     

Nao perceberam ainda que o apocalipse chegou ?

Acho que seria mais seguro voltar depois da vacina, mesmo com os torcedores e jogadores sentindo falta...

Deginaldo Jesus     

Saúde em primeiro local!

Cicero Sousa     

Só depois que todo mundo for vacinado

No momento não com certeza a segunda onda vai chegar aqui também infelizmente.

Ivo Pereira     

Eu vou em todos os jogos na Neo Química Arena, mais só quando tiver a vacina.temos que ser um torcedor consciente.

Gilmar Josilene     

Sim sou a favor mas com apenas 35% da capacidade dos estádios

SO DEPOIS DA VACINA,

Olair Cassiano     

Sim sou a favor

Luan Gomes Alves     

Apenas depois da Vacina

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Castelão - Globo
Fortaleza
Corinthians

Último jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Couto Pereira
Coritiba
0 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 Atletico-MG
2 Flamengo
3 São Paulo
4 Internacional
5 Fluminense
6 Palmeiras
7 Santos
8 Grêmio
9 Atletico Paranaense
10 Bahia
11 Fortaleza EC
12 Atletico Goianiense
13 Bragantino
14 Corinthians
15 Sport Recife
16 Ceará
17 Vasco DA Gama
18 Coritiba
19 Botafogo
20 Goiás
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
39 22 12 3 7 39 28 11 DVVDE
39 22 11 6 5 37 31 6 EDDEV
37 19 10 7 2 30 18 12 EVVVE
36 22 10 6 6 33 22 11 EDEDD
35 22 10 5 7 31 25 6 VVDDV
34 21 9 7 5 28 21 7 VVVVD
34 22 9 7 6 30 25 5 DVEVD
34 21 8 10 3 26 19 7 VVVVE
28 22 8 4 10 19 21 -2 DVVVV
28 22 8 4 10 28 34 -6 DVVVD
28 22 7 7 8 22 20 2 DDDEV
27 22 6 9 7 20 27 -7 DDEEV
26 22 6 8 8 29 28 1 VDEVV
26 22 6 8 8 24 29 -5 VVEDE
25 22 7 4 11 19 29 -10 EVEDD
25 21 6 7 8 27 32 -5 VEEDE
24 21 6 6 9 23 27 -4 EDVEE
20 22 5 5 12 20 31 -11 DVEDD
20 21 3 11 7 21 27 -6 EEDDD
15 20 3 6 11 22 34 -12 DEDDV
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Bragantino
2 Corinthians
3 Guarani Campinas
4 Ferroviária
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
23 12 7 2 3 18 9 9 VVVVV
17 12 4 5 3 15 10 5 EEEVV
16 12 4 4 4 16 14 2 EVVDD
15 12 3 6 3 13 9 4 VEEEV
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS