15/7/2020 10:52

Corinthians não tratou com Guarani para ter Davó e pegou R$ 2,4 milhões; saiba detalhes

No último 1º de julho, o juiz Francisco José Blanco Magdalena, da 9ª Vara Cível de Campinas, tornou a transferência de Matheus Davó para o Corinthians "ineficaz" por julgar que houve "fraude" na negociação coordenada pelo Guarani, ex-clube do atacante.



Apesar do problema, inicialmente, ser entre Bugre e a empresa RDRN Participações e Empreendimentos Ltda, que cobra R$ 35 mil referentes ao que os campineiros recolheram com a rescisão de Davó, o despacho do juiz incluiu o Corinthians no imbróglio por entender que o clube do Parque São Jorge "assumiu o risco", "(…) uma vez que foi notificado em dezembro de 2019 acerca da penhora (…)".

O Corinthians, no entanto, firmou contrato com o atleta de 20 anos quando ele já estava livre no mercado. Além disso, a Gazeta Esportiva apurou que o Timão não adquiriu sequer a parcela que o Guarani ainda detém sobre os direitos econômicos do jogador.

Ou seja, a diretoria alvinegra, em tese, não tratou com o Guarani em nenhum momento e, por isso, conclui que não tem qualquer participação nas questões apontadas pela Justiça. Esta deve ser a defesa dos advogados corintianos, que terão de se manifestar formalmente.

Quanto pagou e como ficou
A Gazeta apurou também que antes de Matheus Davó deixar o Guarani, os direitos econômicos da jovem promessa eram divididos da seguinte maneira: 60% do Bugre e 40% da empresa Gold Sports.

À época, Davó tinha contrato com o Guarani até dezembro de 2022 com uma multa rescisória estipulada para o mercado nacional em R$ 8 milhões.

O atleta, agenciado pela Elenko Sports, empresa de Fernando Garcia, conselheiro do Corinthians e irmão de Paulo Garcia, atual candidato à presidência do clube, chegou a um acordo para se desvincular do time mediante ao pagamento de R$ 700 mil.

Assim, a Elenko Sports tirou 40% do Guarani, os 40% da Gold Sports e registrou tudo no nome do atleta. A reportagem não tem informação se a Elenko teve um custo superior aos R$ 700 mil para adquirir a parte da Gold Sports.

A Fifa não permite transações financeiras entre clubes e terceiros, mas admite que jogadores sejam donos de porcentagens dos próprios direitos econômicos.

O Bugre manteve 20% com a condição pré-determinada para futuras negociações de que 10% custam R$ 300 mil e outros 5% saem por mais R$ 300 mil. Desta maneira, a equipe do interior vai permanecer com 5%, se algum interessado aparecer e topar o negócio.

Com a rescisão formalizada, o Corinthians entrou na jogada e acertou o pagamento de R$ 2,4 milhões por 50% dos direitos econômicos de Matheus Davó. A partir daí, o atacante ficou com 30%, enquanto o Guarani continuou detentor dos 20%.

Suspeitas da Justiça
Na decisão divulgada dia 1º de julho, o juiz Francisco José Blanco Magdalena também ordenou que o caso siga sendo investigado para "apurar a existência de eventual conluio e prática de ilícitos fiscais".

Esta conclusão remete ao fato trazido no mesmo texto de que o presidente bugrino Palmeron Mendes Filho estava afastado de cargo e de suas funções desde o dia 26 de agosto. Além disso, o pagamento da rescisão contratual entre Guarani e Davó foi depositado na conta da empresa Sócio Campeão GFC Serviços Administrativos Eireli. Tais pagamentos a terceiros são proibidos pela Fifa.



Corinthians, Guarani, Davó, Timão, Mercado da bola, Futebol, Notícias



LEIA TAMBÉM: Cantillo e Éderson podem jogar juntos no Corinthians?

LEIA TAMBÉM:Marcos critica Casagrande e defende Marcelinho por encontro com Bolsonaro

LEIA TAMBÉM: Confira os valores da premiação do Campeonato Paulista


621 visitas - Fonte: Terra

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena - TVGloboeSporTV
Corinthians
Mirassol

Último jogo - Paulista

Qui - 19:00 - Morumbi
RB Bragantino
0 2
Corinthians
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota