13/2/2020 13:44

Arthur Elias destaca força do elenco para encarar calendário apertado e comenta duelo contra Avaí/Kindermann

Treinador corinthiano reforçou a importância da montagem do grupo para a atual temporada já antecipando sequências de jogos intensas ao longo de 2020

Crédito: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

A Fazendinha reabre as portas para receber o Futebol Feminino do Corinthians. Nesta quinta-feira (13), às 20h30 (de Brasília), o Timão recebe o Avaí/Kindermann na abertura da temporada 2020 diante da Fiel. A partida é válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1. O Corinthians chega bem preparado para o confronto desta noite. Depois de uma expressiva vitória na estreia do Brasileirão, contra as rivais do Palmeiras, a equipe quer manter o ritmo crescente na competição empurrada pelo calor da torcida. Uma motivação a mais frente às dificuldades de um calendário muito apertado.



LEIA TAMBÉM: Imprensa portuguesa critica Pedrinho por expulsão: “prejudicou a equipe”



Depois do triunfo do último domingo (9), o Timão volta a campo nesta quinta-feira para o jogo contra o Avaí/Kindermann, e na próxima segunda (17), para encarar o Audax. Ao todo, serão três partidas em apenas nove dias, na reta inicial da temporada. Para Arthur Elias, o calendário é vilão, para todas as equipes.

“A sequência intensa compromete a qualidade do jogo. A disposição do calendário se torna um desafio a mais, não só para o Corinthians, mas para todas as equipes participantes. No nosso caso, temos três bons adversários em espaço curto de tempo, tornando um bom planejamento ainda mais fundamental”, definiu o comandante corinthiano.

Planejamento para vencer calendário

Antecipando o contexto de um calendário desafiador, a comissão técnica e diretoria do Corinthians projetaram um elenco mais robusto para 2020. A manutenção quase integral do elenco recordista da última temporada, somada à chegada de peças estratégicas, serão fundamentais, na visão de Arthur Elias, para manter o nível qualidade e o estilo de jogo vitorioso do Timão nos últimos anos.

“Estamos trabalhando com um elenco mais numeroso do que em nosso histórico recente. Temos mais opções e variações dentro do grupo para seguir nossa filosofia de rodízio e minutagem de jogo, sem comprometer a qualidade do nosso futebol. Não tenho dúvidas de que, na última temporada, fomos a equipe que mais rodou o time. É uma característica do nosso trabalho e que será muito importante para encarar um calendário bastante apertado”, destacou Arthur Elias.




Time muda contra Avaí/Kindermann

Para o decisivo confronto desta noite, contra o Avaí/Kindermann, o treinador deve promover algumas mudanças na equipe, de acordo com a estratégia da comissão técnica de usar todo o elenco. No entanto, Arthur Elias destacou que, em início de temporada, a prioridade é ganhar ritmo de jogo.

“Vamos efetivar algumas mudanças, mas nada drástico. Precisamos adquirir ritmo de jogo e consistência. Só conseguiremos isso estando em campo, reproduzindo e aperfeiçoando nosso modelo e forma de trabalhar”, concluiu o técnico das Minas do Timão.




Corinthians, timão, alvinegro, Arena Cortinthians, CT Joaquim Grava, Parque ecológico do tietê , paulista, liberttadores, mundial, brasileiro, copa do brasil, Tiago Nunes, técnico,





LEIA TAMBÉM:Oposição define mais um candidato à presidência do Corinthians

LEIA TAMBÉM:Grêmio não recebe pagamento por Luan e aciona Corinthians na CBF




873 visitas - Fonte: CORINTHIANS OFICIAL

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 19:15 - Mineirão - Premiere
Atlético-MG
Corinthians

Último jogo - Paulista

Sáb - 16:30 - Allianz Parque
Palmeiras
1 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota