13/1/2020 11:40

Não foi só Valverde! Relembre 5 vezes que jogadores apostaram tudo para salvarem seus times e conseguiram

Volante do Real Madrid tomou o cartão vermelho nos minutos finais da Supercopa

Crédito: Reprodução/FIFA TV

O volante uruguaio Fede Valverde, do Real Madrid, protagonizou um lance duro na final da Supercopa da Espanha, contra o Atlético de Madrid, ao acertar Morata em direção ao gol e ser expulso para evitar aquele que seria o tento do título rival. O jogador, porém, está longe de ser o único a chegar ao limite para salvar seu time e ver a aposta dar certo.



LEIA TAMBÉM: Gabriel vê Corinthians entre favoritos e prevê rápida adaptação a Tiago Nunes

Relembre 5 jogadores que conseguiram ajudar suas equipes em situações que foram contra as regras:

Luis Suárez
Um dos lances mais inesquecíveis da história das Copas do Mundo e que completa 10 anos em junho de 2020. Suárez fez uma defesa de goleiro para evitar o gol da classificação de Gana na Copa de 2010, foi expulso, e viu Gyan perder o pênalti na prorrogação. No fim, vitória uruguaia nas penalidades.



Mascherano fez como Valverde

Em 2016, na final da Copa do Rei, Mascherano tomou a mesma medida que Valverde e fez falta dura em Gameiro, já no fim, para evitar o gol do Sevilla. O placar final de 2 a 0 para o Barcelona e a taça compensaram o cartão vermelho do argentino.



Se o árbitro não viu, não foi
Durante partida contra o Borussia Dortmund, pela Champions League 2017/2018, o Real Madrid enfrentava o Borussia Dortmund na primeira fase e um lance chamou a atenção.

Após finalização na área, Sergio Ramos usou a mão para tirar o gol do Borussia em cima da linha, o que gerou indignação da equipe alemã. Após a partida, o camisa 4 admitiu o toque para salvar o time e disse:”Não gosto de falar sobre os árbitros, mas é verdade que na Liga dos Campeões eles deixam jogar um pouco mais, gosto disso.”



Gol de vitória, vale
Melhor jogador do Brasileirão 2017 e artilheiro da competição, Jô foi criticado durante a campanha após fazer o gol da vitória do Corinthians sobre o Vasco de forma inusitada: com o braço direito.

O árbitro não viu, o árbitro que estava atrás do gol não viu e o gol foi validado, já não havia VAR. Mais uma que o jogador apostou tudo pelo time.



O apelido fez sentido
Nunca um apelido fez tanto sentido no futebol, mas nesse caso não foi pelo motivo que lhe foi dado. Atual técnico do Manchester United, o Ole Gunnar Solskjaer ganhou o apelido de “Assassino com cara de bebê” pela fama de matador na área, mas contra o Newcastle, em 1998, foi um cartão vermelho violento que reforçou seu codinome.

Van der Grow disparou sozinho para a área e marcaria o segundo dos Magpies, mas o norueguês deu carrinho por trás e acabou expulso.




Corinthians, timão, alvinegro, título, paulista, Parque São Jorge, Tiago Nunes, Libertadores, 2020, Planejamento, mercado da bola, transferência, 2020, Itaquera, torcida, técnico,



LEIA TAMBÉM:Marcelinho Carioca, Amaral e Vampeta reunidos em live beneficente, confira

LEIA TAMBÉM:Corinthians conquista seis títulos no Automobilismo Virtual

LEIA TAMBÉM: Novo manto aprovado? Torcedores se dividem nas redes sobre uniforme do Timão para a temporada


JÔ PODE VOLTAR FINAL DO ANO, DUÍLIO RESPONDE SOBRE ROGER GUEDES E KENO, BRIGA: JADSON X TIAGO NUNES

1518 visitas - Fonte: Torcedores.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 1
Ituano
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota