12/1/2020 10:03

Torcedores residentes em Orlando (EUA) falam da expectativa para reencontrar o Timão

Corinthianos que vivem nos Estados Unidos estarão nos jogos

Foto: Divulgação

O Corinthians inicia sua trajetória em 2020 na cidade de Orlando (EUA), onde disputa pela quinta vez a Florida Cup. E não faltará apoio nas arquibancadas do Exploria Stadium durante as partidas contra o New York City e Atlético Nacional, nos dias 15 e 18, vindo não apenas de torcedores que viajaram para acompanhar o Timão, mas também de corinthianos que vivem na cidade norte-americana.

LEIA TAMBÉM: Contratado pelo Corinthians, saiba quem é o volante Victor Cantillo



É o caso do Fiel Ronaldo Fernandes, que vive em Orlando há um ano e tem, como hobbie, colecionar camisas do Alvinegro.

“Cada uma delas tem uma história especial, mas entre as que guardo com muito carinho estão uma que ganhei do goleiro Júlio César, da partida disputada com portões fechados em 2013, pela Libertadores, a que foi utilizada no primeiro jogo da história da Arena, de Corinthians x Corinthians, e a mais especial de todas é a do Mundial de 2000, do maior ídolo que vestiu a camisa do Timão, pelo menos pra minha geração, que é o Marcelinho Carioca”, contou – citando o ídolo, dono da camisa 7, que participará do torneio de Legends pelo Corinthians durante a Florida Cup.

Como todo Fiel que se preze, o torcedor falou de seu amor pelo Timão. “Minha relação com o Corinthians é de amor desde o dia em que eu nasci, e isso não vai mudar nunca. Posso mudar de casa e de País, mas de time a gente não muda nunca. É amor eterno”, disse. Também comemorou o fato do Alvinegro participar de mais uma edição da Florida Cup, na pré-temporada. “É uma oportunidade única pra matar a saudade do Timão, de ver o Corinthians de perto, e mostrar para o povo daqui o que é a torcida do Corinthians. É diferente de todo o resto e provamos isso no Mundial em 2012, por exemplo”, comentou o torcedor Alvinegro que, perguntado do que sente mais falta do Brasil, não titubeou: “De ir pra Arena torcer pelo Corinthians, sem dúvida. Do pão francês, de algumas comidas e alguns amigos também (risos), mas sem dúvida a maior saudade é ir torcer de perto pelo Corinthians”, finalizou.

Assim como Ronaldo, Fábio Vassão escolheu viver em Orlando. O torcedor de 42 anos vive há cinco na maior cidade da Flórida e não esconde a expectativa por voltar a ver um jogo do Corinthians de perto, das arquibancadas, nesta semana. “Essa será a minha terceira Florida Cup e é um privilégio enorme poder ver o Timão de perto nesse início de ano. Quem é corinthiano sabe o que é estar no estádio jogando com o time”, falou o torcedor que montou em sua garagem, em Orlando, o ponto de encontro dos Fiéis Torcedores nos dias de jogos do Timão no Brasil. “Coloquei um telão na minha garagem, e é onde muitos corinthianos daqui assistem às partidas. Já comemoramos títulos juntos ali e nos dias de jogos a minha esposa faz até o sanduíche de pernil, do estádio. Seguimos o ritual como se estivéssemos em São Paulo”, contou.

Fábio também carrega uma camisa que considera sua “relíquia”: uma camisa autografada de 2012, ano que o Corinthians venceu a Libertadores e o Mundial. “Quando vencemos a Libertadores eu decidi que iria ao Japão, torcer pelo Timão. Pesquisei onde os times brasileiros costumavam ficar hospedados lá e acertei em cheio. Eu e minha esposa encontramos o Tite e levei essa camisa, com uma foto da minha filha beijando o escudo. O Tite assinou a camisa e pediu uma coisa: que se permitíssemos ele ficaria com a foto e a camisa, porque gostaria de mostrar aos jogadores que eles estavam jogando não só pela torcida de hoje, mas pelas futuras gerações de corinthianos. Ele cumpriu e hoje temos essa recordação maravilhosa, que é a camisa autografada por aquele time campeão do mundo”, contou Fábio.

Outro torcedor Alvinegro residente em Orlando é Eduardo Borsari, de 42 anos, quatro deles vivendo nos Estados Unidos. “A expectativa pra essa Florida Cup é muito boa, primeiro por poder ver o Corinthians de perto, mas também pra acompanhar o time se reajustando, nesta nova fase, com novo treinador, novos jogadores. É algo que nos motiva bastante”, falou o torcedor.

Com uma camisa utilizada pelo ídolo Neto Borsari orgulha-se do amor pelo Corinthians. “Coisa que vem de família. Meu avô e meu pai passaram isso pra gente, então posso dizer que nasci corinthiano. Sinto falta de três coisas aqui nos Estados Unidos – família, amigos e o Corinthians. Ir ao estádio, assistir o Corinthians, não tem comparação. A gente precisa recorrer sempre à TV ou rádio, mas faz uma falta enorme, sentir o Corinthians dentro do estádio. Está chegando a hora de matar a saudade”, comemorou o torcedor, que estará nas arquibancadas do Exploria Stadium, na quarta-feira, às 20h (de Brasília) para a estreia do Timão na Florida Cup 2020, contra o New York City.


Florida Cup, 2020, torcedores, jogos, Corinthians



LEIA TAMBÉM:Marcelinho Carioca, Amaral e Vampeta reunidos em live beneficente, confira

LEIA TAMBÉM:Corinthians conquista seis títulos no Automobilismo Virtual

LEIA TAMBÉM: Novo manto aprovado? Torcedores se dividem nas redes sobre uniforme do Timão para a temporada


JÔ PODE VOLTAR FINAL DO ANO, DUÍLIO RESPONDE SOBRE ROGER GUEDES E KENO, BRIGA: JADSON X TIAGO NUNES

2010 visitas - Fonte: tudotimao.com.br

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Se luan jogar 70% do que sabe no meio campo ja esta otimo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 1
Ituano
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota