11/10/2019 15:51

Senador Rodrigo Pacheco aponta nova proposta de lei sobre clube-empresa no futebol

A Sociedade Anônima do Futebol (SAF) proposta pelo parlamentar seria uma estrutura societária específica para o mercado do futebol, com mecanismos e travas que a S/A tradicional não prevê

O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) protocolou nesta sexta-feira no Senado um novo projeto de lei que versa sobre a adoção do clube-empresa no futebol brasileiro. O parlamentar propõe a criação de uma nova estrutura societária para o futebol, a Sociedade Anônima do Futebol (SAF), com um conjunto de regras específicas para o mercado do futebol.



LEIA TAMBÉM: Corinthians iniciou a preparação para jogo contra o São Paulo

O projeto de Pacheco tem como mentores dois advogados, José Francisco Manssur e Rodrigo Monteiro de Castro, e segue uma via diferente da que foi escolhida pelo deputado federal Pedro Paulo (DEM-RJ) – cujo projeto, a ser apresentado na Câmara dos Deputados, tem o apoio de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Casa.

Enquanto Pedro Paulo pretende estimular a migração dos clubes para a sociedade anônima convencional, comum a qualquer empresa, o senador Pacheco optou pela criação de uma estrutura societária específica para o futebol. Que preveja mecanismos e travas de segurança próprias para p mercado futebolístico.



A SAF tem como premissa, por exemplo, a existência de ações ordinárias de classes A e B. Isso para que as associações civis que hoje administram seus times de futebol, detentoras de ações de classe A, mantenham poder em relação ao seu futuro em temas sensíveis, como mudanças de sede, cores e símbolos, mesmo que a maior parte das ações de classe B sejam vendidas para investidores.

A SAF também proíbe que o mesmo investidor tenha participação em mais de um clube-empresa. A ideia neste caso é evitar casos de manipulação de resultados e outros conflitos de interesses, que poderiam existir caso a mesma pessoa compre participações em dois adversários ou mais. Na S/A esse tipo de limitação não existe.

Outro ponto que difere a SAF da S/A é a existência de uma debênture específica para o futebol, título de dívida que os clubes-empresas poderiam emitir no mercado financeiro para captar investimentos com juros mais baixas. Hoje clubes não usam este tipo de ferramenta.



Para resolver a questão da cobrança de impostos – pois associações civis sem fins lucrativos estão isentas da maior parte deles, enquanto empresas tradicionais precisam pagá-los –, o senador propõe que haja um período de transição tributária, no qual os clubes-empresas perderiam a isenção gradativamente, com tempo para a adequação.

Corinthians, Rodrigo Pacheco, Lei, Clube-empresa





LEIA TAMBÉM:Com atividade tática, Timão segue preparação para encarar Sport

LEIA TAMBÉM:Luan tenta se reencontrar no Timão sob o comando de Coelho




1638 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Aí é que o torcedor não vai mandar em mais nada mesmo! Aff...

CARLOS SILVA     

Será muito bom se isso for aprovado pois tira o poder desses bandidos que são presidentes de clubes que ficam milionários e deuxam os clubes falidos e cheios de dívidas por décadas!!

Isso é mais um engodo para tentar salvar os times todos endividados com o fisco somente pra isso porquê ninguém vai investir nesse modelo isso no Brasil não funciona...... clubes tem é que se organizar e fechar com grandes patrocinadores mas para isso precisam de grandes equipes em campo.

Sebastiao Godoi     

Agora fudeu de vez o figueirense tornou-se clube empresa e se ferrou qual empresa vai querer fazer investimentos no Corinthians só se for de outros país e o Corinthians já passou por isso e o Palmeiras também

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileirão

Qua - 21:30 - Ilha do Retiro - Recife - Globo
Sport
Corinthians

Último jogo - Brasileirão

Qua - 21:30 - Neo Química Arena
Corinthians
Bahia
Untitled Document
Classificação
1 Internacional
2 Atletico-MG
3 São Paulo
4 Vasco DA Gama
5 Flamengo
6 Palmeiras
7 Santos
8 Fluminense
9 Ceará
10 Fortaleza EC
11 Corinthians
12 Atletico Goianiense
13 Grêmio
14 Atletico Paranaense
15 Sport Recife
16 Bahia
17 Botafogo
18 Goiás
19 Coritiba
20 Bragantino
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota