11/12/2014 16:05

Candidato dá ordens como presidente do Timão e lateral Maicon é procurado

Roberto de Andrade trabalha nos bastidores e gera atrito com Gobbi. Lateral da Roma (ITA) é sondado a seu pedido, enquanto atual diretoria tenta renovar com Fagner

Maicon disputou a Copa do Mundo de 2014 pela Seleção (Foto: Pedro Ugarte/ AFP)

A atuação de Roberto de Andrade, candidato da situação às eleições presidenciais do Corinthians e apoiado por Andrés Sanchez, tem gerado atritos cada vez maiores com a atual diretoria alvinegra, liderada pelo presidente Mário Gobbi Filho e pelo diretor de futebol Ronaldo Ximenes. Andrade, apesar de ainda não ter sido eleito, confirma reforços apalavrados, indica e toma cabo de negociações, sem o conhecimento ou contra a vontade dos atuais homens do futebol do clube.

E dá até ordens a funcionários da atual diretoria. A pedido de Roberto, o gerente de futebol Edu Gaspar foi atrás do lateral-direito Maicon, ex-Seleção Brasileira e atualmente na Roma (ITA). O jogador de 33 anos tem contrato com o clube italiano até o fim de junho de 2016 e, pelas boas relações após as transferências de Dodô, Leandro Castán e Marquinhos, há a intenção de contratá-lo por empréstimo para que ele dispute a Libertadores-2015.

Maicon é um nome que agrada a Tite. E com quem Tite tem negociado? Com Roberto de Andrade. Os dois deixaram acerto encaminhado para 2015. Outro fator que poderia pesar a favor é o fato de a Roma ter sido eliminada na fase de grupos da Champions League nesta quarta-feira, após derrota em casa para o Manchester City (ING).

O problema é que a atual diretoria já solicitou ao empresário Carlos Leite a tentativa de renovação de empréstimo de Fagner com o Wolfsburg (ALE). Fagner era o titular de Mano Menezes, mas não agrada ao grupo da situação. Principalmente porque, neste momento, Roberto de Andrade e Carlos Leite têm péssimas relações, depois que o primeiro deixou claro para todo mundo, ainda em setembro, que Mano não seria seu técnico em 2015 – gerando mal estar durante a disputa do Brasileirão.

Para o setor, o Corinthians já deixou tudo apalavrado com Edilson, ex-Botafogo. O jogador vinha utilizando as dependências do CT Joaquim Grava e foi um nome de consenso. No entanto, é visto para compor o elenco. O futuro titular causa discordâncias. No atual elenco, Ferrugem, que está emprestado pela Ponte Preta até o fim do Paulistão, não seguirá no Corinthians na próxima temporada.

Veja outros “rachas” dos grupos da situação:

Danilo x Goleiro Jovem

O grupo de Roberto de Andrade deixou apalavrado o acerto com o goleiro Danilo, destaque da Chapecoense no Brasileirão. O problema é que nem a comissão técnica atual nem o diretor Ronaldo Ximenes sabiam da situação. Andrade ainda vazou para a imprensa o acerto, irritando a cúpula de Gobbi. Para o mandatário, o goleiro de 29 anos não tem o perfil do clube, que busca um jovem para ganhar experiência e brigar com Matheus Vidotto pela terceira posição. Na teoria, Cássio é titular e o reserva imediato é Walter, que inclusive ganhou moral com Tite em 2013, ao se destacar em momentos decisivos.

Mano/Carlos Leite x Roberto Andrade

A contratação de Mano Menezes já havia causado racha na diretoria, em outubro de 2013. Na época, o presidente Mário Gobbi bancou sozinho sua chegada para o lugar de Tite, enquanto os então diretores Roberto de Andrade e Duílio Monteiro Alves queriam Oswaldo de Oliveira. Nesta temporada, Mano assumiu, mas o grupo de Roberto, que oficializou a candidatura ao próximo pleito, começou a espalhar no clube que Mano Menezes não continuaria. Em setembro, o candidato iniciou as conversas pela volta de Tite, deixando uma saia justa para a atual diretoria, que havia declarado se isentar na decisão do próximo nome.

Tite/Gilmar Veloz/Roberto

Tite, nome preferido de Roberto de Andrade, foi procurado pelo candidato à presidência já em setembro, de forma informal. Os dois sempre mantiveram boa relação desde os tempos em que Roberto era diretor. Foi o próprio que se reuniu com o empresário Gilmar Veloz, na última terça-feira, para deixar apalavrado o acordo para a volta do treinador. O presidente Mário Gobbi, que ficou queimado com a saída de Tite em 2013, não participa de reuniões e só vai entrar com a “caneta”, protocolando o acerto. Neste caso, Gobbi autorizou Roberto a tratar do assunto.

Cristian/Roberto x Cristian/Gobbi

O volante, que deixou o Fenerbahçe (TUR) em setembro, já tinha um acordo apalavrado com Mário Gobbi para seu retorno em 2015. Mesmo assim, o ex-presidente Andrés Sanchez e Roberto de Andrade fizeram questão de entrar em contato com promessas e deixando a negociação apalavrada. Gobbi também conversou com o jogador, mantendo a palavra que queria contratá-lo.

259050 visitas - Fonte: Lance!NET!

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias