10/4/2014 13:18

Corintiano confesso, Elias condena invasão da torcida ao CT: 'Lamentável'.

Apresentado nesta quinta-feira pela diretoria do Corinthians, o meia Elias voltou a se declarar um corintiano "maloqueiro e sofredor, graças a Deus". Torcedor confesso da equipe do Parque São Jorge desde a infância, ele relembrou grandes momentos que viveu com o clube, tanto como fã quanto como jogador, e condenou veementemente a invasão de torcedores uniformizados ao CT Joaquim Grava, em fevereiro.

"Aqueles não são os verdadeiros torcedores corintianos. O verdeiro torcedor sofre, chora, xinga e cobra, mas sabe o limite, até onde vão seus direitos. Foi um fato lamentável, que a gente espera que não aconteça mais. Tomara que a gente possa voltar a ter uma relação de amor sólida, de alegria, porque quem tem a ganhar com isso é o Corinthians", opinou.

Em tom de brincadeiras, Elias ainda disse que, se a diretoria alvinegra quiser, "assina agora" um contrato de mais 10 anos com o clube, para se aposentar no time de coração. Ele também relembrou os grandes momentos de alegria e tristeza que passou com a equipe, como quando foi à Bombonera, na final da Libertadores 2012, para torcer para o Corinthians contra o Boca Juniors.

"Tem que falar com o presidente (sobre encerrar a carreira no clube), mas, se ele quiser, a gente assina agora por mais 10 anos. Já vivi muitos momentos alegres e tristes com esse clube. Os tristes foram o rebaixamento, como torcedor, e minha despedida em 2010, já como atletea. Já os alegres foram as conquistas dos Mundiais e da Libertadores, como torcedor, e como jogador, foi quando a gente voltou para a Série A", recordou.

"Um ano antes, eu estava sem jogar bola e falei pra meus amigos: 'vou colocar o Corinthians de volta na primeira divisão'. Eles falaram: 'você é louco, está desempregado, não tem time pra jogar e fica falando de subir o Corinthians'. E Deus é tão bom que, no dia do retorno, eu estava presente", completou.

Para ter o ídolo da torcida de volta, o Corinthians adquiriu 50% dos direitos econômicos do jogador. O reforço, porém, só poderá entrar em campo depois do dia 14 de julho, quando o período de inscrições na CBF (Confederação Brasileira de Futebol) reabrirá. Até lá, ficará treinando com o elenco e esperando sua hora de jogar.

"Vai ser muito difícil ficar esperando, vou sofrer ficando de fora sem poder ajudar, só treinando. Mas, se Deus quis assim, é porque tem algo melhor para mim lá na frente", ressaltou.




Leia também: [ENQUETE] Você gostaria de ver Ramires com a camisa do Timão?

Leia também: Gustagol é a esperança do Corinthians de encerrar seca de gols

Leia também: Corinthians busca reforços para Carille - veja deve chegar no TIMÃO nessa janela

2742 visitas - Fonte: ESPN.com.br

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias