9/4/2014 15:08

A cobrança de Andrés

A montagem das arquibancadas provisórias da Arena Corinthians foi parcialmente retomada, com autorização do Ministério do Trabalho, mas isso não livrou os responsáveis pela obra de levar uma senhora dura.
O esculacho foi dado por Andrés Sanchez, numa reunião ocorrida no Itaquerão na manhã de terça-feira, com representantes da Fast Engenharia, contratada para tocar a empreitada, e da Ambev, a contratante.
No jargão popular, saiu faísca.
Andrés foi duro. Falou que não quer mais saber de nenhum risco para os trabalhadores, por menor que seja.
Garantiu que não admitirá mais falhas.
Fez exatamente o que havia prometido dias antes ao superintendente do Ministério do Trabalho em São Paulo, Luiz Antônio Medeiros.
Fez mais: exigiu que o prazo acordado para a entrega dos serviços, no máximo 15 de maio, seja cumprido.
E recebeu a promessa de que não haverá atrasos (apesar de publicamente as empresas envolvidas darem sinais de que pode, sim, ocorrer alteração da data de entrega.)
Ao blog, Andrés garantiu que as cobranças foram feitas de maneira firme, mas sem exageros. “Foram cobranças normais em relação à segurança dos operários e ao respeito dos prazos. E tudo beleza”, disse.
Mas quem estava na sala garante ter “ouvido as faíscas”.
Ele também reiterou o desejo de realizar a partida entre Corinthians e Flamengo, dia 27 de abril, na arena. “Tenho até o dia 16, 17 para definir”, explicou, referindo-se ao prazo regulamentar de 10 dias antes de um jogo para que o local onde será realizado seja determinado.
Corinthians e Odebrecht, no entanto, consideram “quase impossível” que isso ocorra.
Continuam trabalhando com a data de 17 de maio – Corinthians x Figueirense, num sábado à noite -, apesar de Andrés ponderar que o jogo ocorrerá muito próximo da data de entrega da arena à Fifa (as chaves serão repassadas entre 20 e 25 de maio).
Por isso, defende, não acha indicado que a partida seja utilizada como evento-teste.
Sobre as estruturas temporárias para a Fifa, Andrés repetiu: “Fique tranquilo. Tudo ficará pronto a tempo, inclusive as tendas para a imprensa, com ar condicionado para os jornalistas”.
Os aparelhos de ar-condicionado serão instalados não por vontade de Andrés.
É uma exigência da Fifa.



Leia também: Corinthians entra na briga com o São Paulo para fechar com promessa do Fluminense

Leia também: Em busca de um ponta velocista, Corinthians entra na briga por jogador do Fluminense

Leia também: Para espantar assédio e segurar o jogador, Corinthians agiliza proposta por Avelar

Leia também: Avelar explica volta por cima no Timão “Nunca acreditei nas críticas”



3102 visitas - Fonte: Blog do Almir Leite

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias