17/3/2014 15:32

Defesa, invasão e Mano; veja 7 razões para fiasco corintiano

Campeão em 2013, o Corinthians não passou da primeira fase do Campeonato Paulista neste ano. Com uma rodada de antecedência, a equipe alvinegra não tem mais chances de disputar as quartas de final do Estadual, e vai se concentrar somente na Copa do Brasil e na preparação para o Campeonato Brasileiro. Mas por que isso aconteceu?

saiba mais
Muricy rebate Mano e desabafa contra acusação de corintiano
Corinthians assume culpa e se retrata por Mano e Romarinho
No último domingo, depois do empate sem gols com o Penapolense que resultou na eliminação, Romarinho reclamou da derrota do São Paulo para o Ituano no Morumbi e chegou a acusar o rival tricolor de ter entregado o jogo, mas os problemas do Corinthians são internos, como o próprio atacante admitiu: "não foi por isso que não conseguimos a classificação, foi nas outras rodadas".

Do time multicampeão de Tite ao eliminado de Mano Menezes, muita coisa aconteceu nos primeiros meses de 2014. De clima ruim com torcedores a mudanças no elenco, confira a seguir sete motivos para o fracasso do Corinthians no Paulista.

Mudanças no elenco
O desempenho ruim do Corinthians no Brasileiro de 2013 deixou claro que seria necessária uma reforma no elenco que conquistou títulos como a Copa Libertadores, o Mundial de Clubes e a Recopa Sul-Americana. A mudança, entretanto, ocorreu já em meio à disputa do Paulista. Alexandre Pato, Paulo André Douglas deixaram o Parque São Jorge, e as reposições foram feitas ao pouco.



Má fase de atacantes
A principal crítica ao Corinthians de Tite era a produção ruim dos atacantes. O técnico saiu, Mano foi contratado, e o problema se reduziu, mas permaneceu. Emerson e Guerrero continuam em fases péssimas, sendo que o peruano ainda sofre com problemas físicos. Romarinho voltou a fazer gols, mas não é um jogador decisivo. A solução foi o novato Luciano, que mal chegou e já virou titular.



Dependência de Jadson
A polêmica troca que São Paulo e Corinthians fizeram por Jadson e Alexandre Pato a princípio parece ser mais positiva para o clube alvinegro. O camisa 10 chegou e se tornou o principal nome da equipe, contribuindo com gols e assistências precisas. Entretanto, o meia não pôde enfrentar o rival tricolor, e sua ausência foi sentida na derrota por 3 a 2. Contra o Penapolense, o meio-campista teve atuação apagada, e o Corinthians não rendeu.




Defesa esburacada
O Corinthians de Tite não fazia gols, mas tinha a melhor defesa do Brasil. Com Mano, o ataque melhorou pouco e a defesa piorou muito. No Grupo B, o time do Parque São Jorge tomou 19 gols em 14 jogos e é o mais vazado. Foram só quatro partidas em que a equipe alvinegra não levou gols.



Fracasso em clássicos
O Campeonato Paulista costuma ser o Estadual mais valorizado por seu nível técnico, mas a competição geralmente é mais acirrada nos clássicos. Para o Corinthians, o desempenho foi pífio. O primeiro rival enfrentado foi o Santos, e o resultado um 5 a 1 humilhante. Contra o Palmeiras, o melhor desempenho, já que empatou por 1 a 1. Na antepenúltima rodada, o Corinthians teve como última chance de vencer em clássicos contra o São Paulo, e o que houve foi mais uma derrota: 3 a 2 para os tricolores, que ainda cederam dois gols contra.



Luís Fabiano comemora gol no Corinthians em clássico disputado no Pacaembu
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Falta de esquema tático
Mano Menezes demorou para encontrar seu melhor Corinthians. Com o treinador, o time jogou com quatro no meio de campo, três no ataque, três volantes e outras formas diferentes. Atualmente, com Jadson livre parar criar, a equipe parece ter encontrado sua melhor forma, mas foi tarde para conseguir sua vaga.



Mano Menezes demorou para acertar o Corinthians
Foto: Alan Morici / Terra

Invasão corintiana
A intensa relação entre clube e torcida contou com um capítulo negativo neste início de 2014. No dia 1º de fevereiro, cerca de 100 organizados invadiram o Centro de Treinamento Joaquim Grava, acuaram jogadores, cometeram furtos e agrediram o atacante Guerrero e funcionários do clube. O ataque deixou o clima pesado no Corinthians, que emendou sequência de jogos sem vitórias.



Policiais tentam conter torcedores que invadiram Centro de Treinamento do Corinthians
Foto: Mauro Horita / AGIF / Gazeta Press



LEIA TAMBÉM: Luan, Thiago Neves e Deyverson... Diretor alvinegro abre o jogo sobre especulações

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Para você, por quais motivos Ramiro não vingou como esperado pelo clube e torcida?

LEIA TAMBÉM: Caixa Econômica e Corinthians pedem adiamento do processo por mais 60 dias



3927 visitas - Fonte: Terra

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Campeonato Brasileiro

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Premiere
Corinthians
Fluminense

Último jogo - Campeonato Brasileiro

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 2
Fluminense
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Santos
3 Palmeiras
4 Grêmio
5 Atletico Paranaense
6 São Paulo
7 Internacional
8 Corinthians
9 Fortaleza EC
10 Goiás
11 Bahia
12 Vasco DA Gama
13 Atletico-MG
14 Fluminense
15 Botafogo
16 Ceará
17 Cruzeiro
18 CSA
19 Chapecoense-sc
20 Avai
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
90 38 28 6 4 86 37 49 VVVVD
74 38 22 8 8 60 33 27 VDVDV
74 38 21 11 6 61 32 29 DDDVV
65 38 19 8 11 64 39 25 VDVVD
64 38 18 10 10 51 32 19 VVEVE
63 38 17 12 9 39 30 9 EVDVV
57 38 16 9 13 44 39 5 EDVDV
56 38 14 14 10 42 34 8 DVDVD
53 38 15 8 15 50 49 1 EVVEV
52 38 15 7 16 46 64 -18 VVDDV
49 38 12 13 13 44 43 1 DEVED
49 38 12 13 13 39 45 -6 EDVEE
48 38 13 9 16 45 49 -4 DEVVD
46 38 12 10 16 38 46 -8 VVEEV
43 38 13 4 21 31 45 -14 VVDDE
39 38 10 9 19 36 41 -5 EDEDE
36 38 7 15 16 27 46 -19 DDDDD
32 38 8 8 22 24 58 -34 DVDDD
32 38 7 11 20 31 52 -21 VDDVE
20 38 3 11 24 18 62 -44 DDEDE
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota