19/10/2019 14:12

Um ano após final da Copa do Brasil, Corinthians recebe o Cruzeiro novamente na Arena

Neste, às 19h, o Timão mede forças com a Raposa pela 27ª rodada do Brasileirão no mesmo palco e para o mesmo rival que perdeu a Copa do Brasil do ano passado

(Foto: Marcello Fim/Ofotografico)


Há um ano e dois dias, Corinthians e Cruzeiro se enfrentavam em Itaquera pelo segundo e decisivo jogo da final da Copa do Brasil. A Raposa levou a melhor e, com o auxílio do VAR em um lance que até hoje é lamentado pelos corintianos, faturou seu sexto título da competição nacional após a vitória, por 2 a 1. Neste sábado, às 19h, o Timão revê seu algoz daquela partida em uma situação completamente oposta. Pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Alvinegro recebe a equipe mineira, que hoje briga para não ser rebaixada para a Série B.



No dia 17 de outubro do ano passado, o Corinthians perdeu a final da Copa do Brasil e ficou com o amargo vice-campeonato. De lá para cá, muitas coisas mudaram no clube do Parque São Jorge. O técnico Jair Ventura deu lugar a Fábio Carille, alguns jogadores deixaram o Timão e outros foram contratados para esta temporada. Atualmente, o Alvinegro é o quarto colocado do Brasileirão, com 44 pontos ganhos em 78 disputados, e briga por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Já o Cruzeiro, que naquela decisão venceu em Minas, por 1 a 0, e em Itaquera, por 2 a 1, está em uma fase completamente oposta. Depois de flertar com a possibilidade de conquistar o hepta da Copa do Brasil nesta temporada e disputar o mata-mata da Libertadores, a Raposa se vê com 49% de possibilidade de disputar a Série B do Brasileirão em 2020. O time, hoje comandado por Abel Braga, tem apenas cinco vitórias na competição e está com a corda no pescoço.

Com a possibilidade de se vingar do seu algoz e, principalmente, se firmar nesta reta final de temporada, o Corinthians deve ter apenas cinco jogadores que estavam naquela partida do ano passado: Fagner, Danilo Avelar, Ralf, Mateus Vital e Pedrinho. Este último, inclusive, foi personagem-chave na decisão ao fazer um golaço de fora da área que colocaria o Timão em vantagem. O VAR viu falta de Jadson em Dedé no início da jogada e anulou o gol. O lance é muito lamentado pelos corintianos, embora tenha sido um acerto da arbitragem.

Para o jogo deste sábado, o Alvinegro não terá alguns nomes importantes. Cássio e Gil estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo, Everaldo e Júnior Urso estão sob os cuidados do departamento médico, enquanto o zagueiro Manoel, que tem contrato com o Cruzeiro, não pode entrar em campo. Sendo assim, o Timão deve entrar em campo com Walter; Fagner, Bruno Méndez, Marllon e Danilo Avelar; Ralf; Pedrinho, Sornoza, Mateus Vital e Janderson; Gustagol (Vagner Love).



A bola rola em Itaquera às 19h. Em caso de vitória, o Corinthians se mantém no G4 do Campeonato Brasileiro e tem a possibilidade de abrir alguns pontos de distância para São Paulo, Internacional, Bahia e Athletico-PR, seus principais concorrentes por uma vaga no torneio internacional. Jogo com clima de decisão para o Alvinegro.



Corinthians, Cruzeiro, Copa do Brasil, Brasileirão





LEIA TAMBÉM: Corinthians pega o Santo André para afastar pressão do Parque São Jorge

LEIA TAMBÉM: Dedé é oferecido ao Corinthians, mas não empolga... e Marllon pode ir pro Cruzeiro

LEIA TAMBÉM:Walter relembra chance em fase ruim e entende protestos da torcida



939 visitas - Fonte: Lance!

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Qua - 21:30 - Arena - Globo
Corinthians
Santo André

Último jogo - Paulista

Sáb - 15:00 - Estádio José Batista
Água Santa
2 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota