9/9/2019 08:33

Guilherme Arana promete voltar ao Corinthians e revela angústia no Sevilla: "Bateu o desespero"

Lateral-esquerdo festeja ida para o Atalanta e busca explicações para insucesso na Espanh

( Foto: Reprodução / Instagram)


O Corinthians tentou, mas a volta de Guilherme Arana ao clube não aconteceu neste ano. Sem espaço no Sevilla, da Espanha, o lateral-esquerdo foi emprestado à Atalanta, da Itália.


Embora empolgado com a nova chance na Europa, Arana não esquece suas origens e deixa uma promessa à Fiel torcida: um dia voltará ao Timão.

– Sou muito grato ao Corinthians, clube que abriu as portas para mim e para minha família, onde pude ser reconhecido. Foram 12 anos vestindo essa camisa. Pode ter certeza de que um dia eu retornarei.
As negociações com o Corinthians, no primeiro semestre deste ano, aconteceram em um momento em que Arana estava abalado. Ele chegou a ficar fora até mesmo do banco de reservas do Sevilla e não sabia por que não era aproveitado.

– Bateu o desespero. Tenho 22 anos e quero jogar, estava louco para jogar e não ia para os jogos. Minha família sempre me orientou, falou que estava comigo independentemente do que eu estava passando. Fui trabalhando, sabendo que a oportunidade iria aparecer em algum lugar. Não deu certo no Corinthians, segui trabalhando, graças a Deus e junto com meus agentes consegui um grande clube, onde me senti muito bem – comenta Arana.


O lateral-esquerdo fez apenas 25 partidas em cerca de um ano e meio no clube espanhol.

Guilherme Arana reconhece que teve dificuldades na marcação ao chegar na Europa, mas diz nunca ter sido comunicado pelo técnico Joaquín Caparrós do motivo de sua pouca utilização.

– Eu me pergunto quando vou dormir: por que as coisas não aconteceram? O técnico não explicava. Às vezes é a filosofia deles. Eu estava acostumado com o Tite e o Carille, que sempre conversavam, se eu não jogasse eles davam uma explicação. É uma filosofia diferente, mas nem por isso eu deixei de trabalhar. Mas às vezes me deito na cama e me pergunto o por quê. Também pergunto para minha família, que não entende. Porém, isso foi muito bom, cresci como pessoa. Meu pai falava que todo jogador passa por momentos assim.

– O começo é muito difícil, por mais que minha mãe, meu irmão e meu pai tenham ido junto, é difícil. A filosofia de jogo deles é bem mais rápida, mudam algumas coisas, como o jeito de treinar, a preleção também é diferente. Eles prezam muito pela marcação, foi esse o ponto que no começo eu sentia bastante. Tive essa dificuldade e depois fui aperfeiçoando e jogando meu futebol que me levou até lá. Agora estou com uma pequena experiência pelo que eu passei e meu pai sempre fala que isso é normal na vida de um jogador, tem bons e maus momentos, que isso sirva de lição. E serviu, hoje posso falar que me tornei uma pessoa melhor, sempre trabalhei nas dificuldades. O pessoal do Sevilla mesmo agradeceu quando eu fui me despedir, falaram que eu fui muito profissional. Todo jogador passa por isso e basta tirar isso como lição – completa o lateral-esquerdo, convocado para amistosos da seleção brasileira sub-23.


Agora, porém, Arana quer esquecer o que passou, agarrar a nova chance e tentar repetir o bom futebol que o levou à Europa.

– Estou dando uma reviravolta, num outro clube, em que tudo é novo. E já com uma experiência, isso ajuda para eu me adaptar melhor. Vou estudar a língua. Fui muito bem recebido por todas as pessoas, agora é desfrutar do momento e dar a volta por cima.
– Estou feliz com esse momento de poder estar num novo clube. Fui bem recebido por todas as pessoas, pelo presidente. Cheguei lá 10 horas da noite e ele estava lá me esperando para assinar. Estou feliz e voltei a ter aquela sensação de entrar em campo, mostrar o que sei e o que gosto de fazer, jogar futebol.



LEIA TAMBÉM: Tiago Nunes tem a missão de reavaliar "renegados" de Carille, em 2020

LEIA TAMBÉM: [ENQUETE] Fora dos planos do Cruzeiro para 2020, o Corinthians deveria comprar o zagueiro Manoel em definitivo?

LEIA TAMBÉM: Zé Elias debate sobre Thiago Neves no Timão: "Não serve para o Corinthians"



11106 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Ele pretende voltar daqui a quantos anos?ou seculos?????????????pra voltar pro Corinthians nesse século ou em qual falar é fácil difícil é cumprir ei tô cansada de promessas, mas enfim boa sorte e seja feliz??????????????

Estou torcendo por você moleque... Tomara que arrebentei aí na Atalanta e q um dia qdo voltar a jogar no Brasil q volte msm p sua casa q é o Corinthians, não seja um Judas como o Viola, Marcelinho, Ricardinho, Casagrande, Sócrates Gamarra, Luizão dentre outros q foram ídolos aqui e qdo retornaram foram jogar em rivais!!!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Campeonato Brasileirão

Dom - 18:00 - Arena Corinthians - Globo/Premiere
Corinthians
Internacional

Último jogo - Brasileiro

Sáb - 19:00 - Pacaembu - SP
Palmeiras
1 1
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Palmeiras
3 Santos
4 Grêmio
5 São Paulo
6 Atletico Paranaense
7 Internacional
8 Corinthians
9 Bahia
10 Vasco DA Gama
11 Goiás
12 Atletico-MG
13 Fortaleza EC
14 Botafogo
15 Ceará
16 Fluminense
17 Cruzeiro
18 CSA
19 Chapecoense-sc
20 Avai
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
78 33 24 6 3 72 30 42 EVVVE
67 32 19 10 3 51 24 27 VVVVE
65 33 19 8 6 49 29 20 VVVVE
56 32 16 8 8 55 32 23 VVVVV
53 33 14 11 8 33 24 9 DVDDE
50 32 14 8 10 45 31 14 VEVEV
49 32 14 7 11 37 32 5 VEDDV
49 32 12 13 7 36 29 7 EDDVE
43 32 11 10 11 35 33 2 DDEED
43 33 11 10 12 35 41 -6 DEDVE
42 32 12 6 14 34 50 -16 DEVDD
41 33 11 8 14 39 44 -5 DEVEE
39 32 11 6 15 39 44 -5 EVEDV
36 32 11 3 18 28 40 -12 DDDDV
36 32 10 6 16 32 32 0 EVDVD
35 33 9 8 16 33 44 -11 DEVDE
35 32 7 14 11 26 36 -10 EVEEE
29 32 7 8 17 21 47 -26 DVDDD
22 32 4 10 18 25 48 -23 EVDED
17 32 3 8 21 16 51 -35 DDDDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota