23/6/2019 20:49

Padrão de jogo, ofensividade e Sul-Americana: os desafios de Carille

Corinthians retorna aos treinos na próxima segunda-feira e a comissão técnica terá alguns problemas para resolver durante o período sem jogos

A olga do Corinthians por conta da parada para a Copa América está chegando ao fim. Na próxima segunda, o elenco alvinegro retorna aos treinos no CT Joaquim Grava de olho no Brasileirão e na Sul-Americana. Neste período de treinos (24 de junho até 13 de julho), o técnico Fábio Carille terá alguns problemas para resolver em sua equipe


O longo período de treinos - o Corinthians volta a jogar pelo Brasileirão no dia 14 de julho - é considerado vital pela comissão técnica. No primeiro semestre, Carille demonstrava ansiedade para o tempo livre sem jogos. Abaixo, o LANCE! enumera os principais desafios do Timão nesta parada.


Clayson é o atacante que mais jogou no Corinthians em 2019

Timão pode continuar temporada com o mesmo calendário apertado

Sem Vital e Pedrinho, Carille procura opções para o lado direito do ataque

Carille terá conversa com Everaldo antes de liberá-lo para estrear

Corinthians recebe o Lara com a missão de voltar a marcar em casa

Padrão tático


powered by Rubicon Project

O Corinthians atuou de diferentes formas nesta temporada (Ivan Storti/Santos FC)

O Corinthians atuou de algumas diferentes formas nesta temporada. Ora com dois atacantes, ora com apenas centroavante como referência no ataque, o Alvinegro ainda não parece ter se encontrado. O período sem jogos será ideal para o técnico Fábio Carille definir a melhor opção para a equipe dentro das opções do elenco.

Ataque

Grande problema do Corinthians na temporada, o ataque deve dar dor de cabeça á comissão técnica. Isto porque, o time fez apenas 40 gols em 38 partidas em 2019, números considerados baixíssimos. Fora isso, os jogadores de frente ainda não conseguiram se entrosar e é necessária uma melhora urgente para o segundo semestre.

Variação ofensiva

Outro grande desafio durante o período e treinos sem jogos será a criação de variações ofensivas. Atualmente, o Corinthians conta com um lado direito forte, com Fagner e Pedrinho, e com uma bola aérea que tem dado resultados com Gustagol. No mais, o time de Fábio Carille encontra extrema dificuldade para criar condições de chutar ao gol adversário. O próprio treinador já avisou que deve dar prioridade a isto.

Mauro Boselli

Contratado para ser o homem-gol do Corinthians em 2019, o argentino ainda não engrenou com a camisa do Timão, tendo feito apenas dois gols em todo o primeiro semestre. Pedido por Carille, o centroavante deve ganhar atenção especial para desenvolver seu futebol no Brasil. Mesmo assim, o hermano conta forte concorrência de Vagner Love, Gustagol, Clayson e Everaldo.

Pedrinho

Uma novidade que pode pintar no Timão para o segundo semestre é a presença do meia-atacante Pedrinho mais centralizado. O pupilo do Corinthians acabou de ser campeão do Torneio de Toulon, na França, e foi um dos destaques da Seleção Brasileira atuando justamente pela faixa central do campo. No passado, Carille já avisou que pretende testá-lo na nova posição.

Everaldo e Clayson

Recém-chegado ao clube, Everaldo possui características muito similares com a de Clayson. Ambos são habilidosos, rápidos e atuam pelo lado esquerdo do campo. A chegada do atacante vindo do Fluminense pode significar uma mudança de posicionamento de Clayson, que pode passar a jogar um pouco mais centralizado. A formação, no entanto, ainda deve ser testada.

Em busca de títulos

No segundo semestre, o Corinthians tem o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana pela frente. Internamente, o clube não fala em priorizar uma das competições, mas o torneio organizado pela Conmebol é uma oportunidade mais palpável de conquistar mais um título nesse ano. O Timão está nas oitavas de final e jamais venceu a competição.

No Brasileirão, o Alvinegro ocupa modesta 10ª colocação e, embora não tenha jogado a toalha na perseguição ao líder Palmeiras, não deve ter tantas chances como na Copa Sul-Americana. Muito provavelmente, o campeonato do Corinthians será para buscar uma vaga entre os seis primeiros colocados e, desta forma, se garantir na Copa Libertadores do ano que vem.



LEIA TAMBÉM: Tiago Nunes tem a missão de reavaliar "renegados" de Carille, em 2020

LEIA TAMBÉM: [ENQUETE] Fora dos planos do Cruzeiro para 2020, o Corinthians deveria comprar o zagueiro Manoel em definitivo?

LEIA TAMBÉM: Zé Elias debate sobre Thiago Neves no Timão: "Não serve para o Corinthians"



894 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Jefferson Camara     

Carille esperou anciosamente por esse tempo para treinar, vamos ver no que vai dar... Vai corinthians. Tmj

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Dom - 18:00 - Nilton Santos - GloboePremiere
Botafogo
Corinthians

Último jogo - Campeonato Brasileirão

Dom - 18:00 - Arena Corinthians
Corinthians
0 0
Internacional
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Palmeiras
3 Santos
4 Grêmio
5 Atletico Paranaense
6 São Paulo
7 Internacional
8 Corinthians
9 Bahia
10 Vasco DA Gama
11 Fortaleza EC
12 Goiás
13 Atletico-MG
14 Botafogo
15 Ceará
16 Fluminense
17 Cruzeiro
18 CSA
19 Chapecoense-sc
20 Avai
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
81 34 25 6 3 73 30 43 VVVEV
68 33 19 11 3 52 25 27 VVVEE
65 33 19 8 6 49 29 20 VVVVE
56 33 16 8 9 55 33 22 VVVVD
53 33 15 8 10 46 31 15 EVEVV
53 33 14 11 8 33 24 9 DVDDE
50 33 14 8 11 37 32 5 EDDVE
50 33 12 14 7 36 29 7 DDVEE
44 33 11 11 11 36 34 2 DEEDE
43 33 11 10 12 35 41 -6 DEDVE
42 33 12 6 15 42 44 -2 VEDVV
42 32 12 6 14 34 50 -16 DEVDD
41 33 11 8 14 39 44 -5 DEVEE
36 33 11 3 19 28 41 -13 DDDVD
36 33 10 6 17 32 33 -1 VDVDD
35 33 9 8 16 33 44 -11 DEVDE
35 32 7 14 11 26 36 -10 EVEEE
29 33 7 8 18 21 50 -29 VDDDD
25 33 5 10 18 26 48 -22 VDEDV
17 32 3 8 21 16 51 -35 DDDDD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota