22/5/2019 08:49

Corinthians não consegue voo fretado para Venezuela e reclama: Humilhação

O Corinthians enfrenta o Deportivo Lara (VEN) em casa amanhã, mas parte da diretoria já se preocupa com o reencontro na semana que vem. O clube segue com dificuldades para fretar um voo a Caracas, visto que a Venezuela está sob ditadura de Nicolás Maduro. Em meio à logística complexa, o Alvinegro pretende levar tudo o que precisar consumir no país vizinho, uma dor de cabeça que tira diretor do sério.



"O Corinthians não pode ser tratado com esse desdém [pela Conmebol], é uma humilhação. Nós estamos falando de um campeão do mundo sendo submetido a essas condições. Na minha opinião pessoal isso não é certo; se não há condições de ter um jogo lá, que seja em outro país", diz Jorge Kalil, diretor adjunto de futebol do Corinthians, ao UOL Esporte. Ele toma o cuidado de separar sua percepção particular da posição institucional do clube, que evita se pronunciar oficialmente neste sentido.



A reclamação de Kalil tem muito a ver com as circunstâncias. A Venezuela vive crise econômica, social e humanitária, o que torna uma viagem ao país especialmente complicada. Há escassez de alimentos, quedas de energia, falta de combustível e inflação anual na casa dos milhões, o que faz os preços subirem todos os dias. Tentando se proteger, o Corinthians deve repetir a estratégia usada na visita de 2018 e levar na bagagem tudo o que precisar consumir nos dias em que estiver no país.

Fato é que o Corinthians deve ter dificuldades para se locomover à Venezuela. Há consenso sobre a necessidade de fretar um voo, mas em dez dias o clube ainda não encontrou uma companhia aérea interessada em fazer este trecho.

Não está descartado um voo comercial, mas a viagem seria tão longa que tal opção só entra em avaliação em caso de emergência. Apenas uma empresa aérea ainda sai de São Paulo em direção a Caracas, e no melhor dos casos a viagem dura 10 horas - algumas opções levam até 32 horas.

Clubes brasileiros recentemente estiveram na Venezuela, não sem grande desgaste. O Atlético-MG, por exemplo, perdeu longas horas em uma escala no Panamá antes de visitar o Zamora. Semanas antes, o Cruzeiro havia saído do Brasil 55 horas antes de a bola rolar para o jogo contra o mesmíssimo Deportivo Lara, adversário do Corinthians.

Os times se enfrentam às 19h15 (de Brasília) de amanhã, na Arena Corinthians, pela partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. A volta será às 17 horas da quinta-feira que vem (30), no Estádio Metropolitano de Lara.



Corinthians, timão, Deportivo Lara, viagem



VEJA: Clique aqui e veja a baita viagem que a Mandala Turismo preparou para você aproveitar Capitólio-MG


LEIA TAMBÉM: Direto do CT: Corinthians inicia preparação visando a Sul-Americana

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Brasileirão: como você avalia o primeiro turno do Corinthians?

LEIA TAMBÉM: Empresa que comandará o Pacaembu tem planos para destruir o tobogã e diminuir números de jogos

4347 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Valnir Lucas     

Aki no brasil eles vão se sentir em país de primeiros mundos né. E la o nosso querido timão vai sifuder.essa comembol é uma merda só pensam neles.

Silvana Bruno     

Só deveria participar desses campeonatos paises que tem condições de receber os times com decência

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias