13/4/2019 10:41

Público no Majestoso: Timão tem dobro mas recorde é do São Paulo

Veja quem arrecadou mais com bilheteria e outros números dos finalistas do Paulistão

Finalistas do Campeonato Paulista, Corinthians e São Paulo devem travar dois grandes duelos não apenas em campo, mas também nas arquibancadas. A torcida do Tricolor praticamente esgotou os ingressos do Morumbi, enquanto o Timão vendeu todas as entradas para a arena.



O primeiro jogo é na casa do São Paulo, neste domingo, às 16h (de Brasília).

A final entre São Paulo e Corinthians terá transmissão ao vivo da TV Globo para o estado de SP com narração de Cléber Machado e comentários de Caio Ribeiro e Casagrande. O Premiere transmite ao vivo para todo o Brasil com Milton Leite, Mauricio Noriega e Ricardinho. O GloboEsporte.com acompanha em tempo real, com vídeos, a partir das 13h. O site também fará uma "live" logo após o jogo, com Cleber Machado, Caio e Casagrande analisando os melhores momentos e as entrevistas de jogadores e técnicos.



Neste Paulistão, o Corinthians leva vantagem sobre o rival na média de público, mas o recorde de torcedores presentes em uma partida é do São Paulo.

Abaixo, você confere os números das torcidas alvinegra e tricolor neste estadual.

É fiel!
O Corinthians é o líder no ranking de público do Paulistão. O Timão tem média de 34.589 pagantes por partida, bem à frente do Palmeiras, segundo colocado, que tem 28.089.

A ocupação média da Arena Corinthians nos jogos do estadual foi de 72%, também o melhor do campeonato.

Os números são frutos não só da paixão da Fiel torcida, mas também de uma decisão da diretoria alvinegra de mudar a política de preço dos ingressos. Em jogos de menor apelo, o clube faz promoções e chega a disponibilizar ingressos por menos de R$ 30 para membros do Fiel Torcedor.

Contando com casa cheia em boa parte da competição, o Corinthians arrecadou R$ 12.308.604 com bilheteria. O ticket médio no Paulistão foi de R$ 44.

O jogo do Timão com melhor público nesta temporada foi justamente contra o São Paulo, na vitória por 2 a 1, válida pela sétima rodada do estadual. No ocasião, 42.303 pessoas pagaram ingresso. O recorde será quebrado na finalíssima do próximo domingo, dia 21.

É Tricolor!
O São Paulo foi o clube que mais colocou torcedores em um só jogo no Paulistão. Na partida diante do Palmeiras, pela ida da semifinal, 43.202 pessoas acompanharam o empate em 0 a 0 entre as equipes.

Na média de público, mesmo com a equipe oscilando na fase de grupos, o Tricolor ocupa a terceira posição, com 17.571 torcedores por partida, atrás apenas do Corinthians (34.589 pagantes) e Palmeiras (28.089 pagantes)

Esse número poderia ser maior não fosse uma reforma no Morumbi e as chuvas de março que castigaram o estádio. Devido a esses fatores, o São Paulo precisou mandar seis jogos no Pacaembu.

No quesito arrecadação, porém, o Tricolor fica muito atrás de seus rivais. Enquanto o Palmeiras faturou R$ 12.332.949,00 de renda bruta e o Corinthians R$ 12.308.604, o São Paulo arrecadou R$ 4.796.459,00.

O valor tão inferior se deve ao fato do clube ter um dos tickets médios mais baratos do Paulistão – R$ 34,00. No entanto, na final o ingresso mais barato foi comercializado a R$ 100,00 e gerou protestos dos torcedores.

Mesmo com o aumento das entradas, o Tricolor anunciou que praticamente todos os ingressos foram vendidos antecipadamente e certamente haverá um recorde de público no Estadual, além de uma das maiores arrecadações da competição.



Corinthians, timão, Majestoso



Leia também: Carille não revela escalação em último treino aberto do Corinthians antes da final

Leia também: Direto do CT: treino técnico na manhã de sexta-feira

Leia também: Capitão na final, Cássio reclama de excesso de críticas ao Corinthians

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias