21/2/2019 17:00

Carille admite incomodo com gols seguidos sofridos pelo Corinthians: 'Vou ajustar isso'

Apesar da insatisfação, treinador voltou a bancar a dupla de zaga formada por Henrique e Manoel para os próximos jogos

O Corinthians já levou 13 gols em 11 jogos na temporada. Nessa quarta-feira, a defesa alvinegra foi vazada em duas oportunidades com menos de dez minutos de jogo, e diante do Avenida, equipe do Rio Grande do Sul que pela primeira vez em sua história estava disputando uma partida fora de seu Estado. A cada entrevista, Fábio Carille tem defendido seus atletas, mas, depois de uma classificação dramática em Itaquera, o técnico admitiu que a situação o está incomodando mais do que o normal.



LEIA TAMBÉM: 'Garçom' do Corinthians, Sornoza se derrete pela Fiel: 'É impressionante'

“Uma coisa que precisa parar logo. Eu tenho laterais que ajudam a fazer gols, atacantes, mas todos precisam ajudar na marcação. A gente precisa parar de tomar gol o quanto antes. Estou trabalhando bastante bola parada, mas estou vendo que preciso trabalhar muito mais”, disse, em entrevista coletiva.

“O que eu quero agora, o que está mais me incomodando, e o que sempre foi um ponto forte do Corinthians, não meu, do Corinthians, é parar de tomar gol. Vou ajustar isso”.

Apesar da insatisfação, Fábio Carille voltou a bancar a dupla de zaga formada por Henrique e Manoel.

“Já coloquei todos (os zagueiros) para jogar. Faz parte. É o início, é uma dupla nova. Acabei de ver o lance (do segundo gol do Avenida). O atacante erra a bola e acaba enganando o Henrique, faltou cobertura dos lados e acabou (o time) tomando o segundo gol. É o que acredito nesse momento, precisamos de jogos. Fizeram bom jogo contra o Palmeiras, bom jogo com São Paulo, tem que dar confiança também. Se daqui algumas rodadas o time mostrar que continua tento problema de posicionamento, a gente começa a pensar em outras opções”, explicou Carille, claramente mais preocupado com os escanteios defensivos.

“No triângulo da frente (posicionamento no escanteio), a gente está tomando gol. Já foi assim contra o São Paulo. Não é o sistema. A gente está sem tempo para trabalhar, mas é mais atenção, mais concentração e uma cobrança maior minha e da minha comissão”, concluiu.



LEIA TAMBÉM: Love admite que não é fácil jogar ao lado de Gustagol e Boselli

Carille,Zaga,Gols



Leia também: Gigante histórico: Cássio completa 400 jogos pelo Corinthians

Leia também: Corinthians avalia Martinelli como caro, e foca atenções para Boselli

Leia também: Timão tem melhor média de público em primeiras fases do Paulistão na Arena Corinthians

Leia também: [ENQUETE] Michel tem condições de disputar a titularidade com Fagner?



507 visitas - Fonte: Fox Sports

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Esse avelar tambem ta numa inhaca nao nao apoia nem defende

O leo santos sozinho joga mais do q os dois juntos

Essa saga e uma porcaria todo mundo ve so o carille q nao encherga

Pedro Sanches     

Acorda Carille muda a zaga Manoel e Bruno se Brunp ainda nso puder coloca o Leo Szntos

, Henrique e Manoel, nao podem jogar juntos, eles sao lentos, e preciso equilibrar a experiencia com um jogador mais jovens

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias