19/1/2019 08:59

Elenco, Carille e possíveis chegadas geram otimismo dentro do Corinthians para 2019

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

O começo de ano do Corinthians quase faz esquecer que há dois meses a equipe corria risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Muita coisa mudou desde o final da temporada passada, e o clube se fortaleceu em muitas frentes. A começar pelo técnico; a partir daí com a renovação do elenco; e agora os patrocínios começam a entrar no cofre para permitir investimentos maiores.



A mudança maior se dá no bolso: após 21 meses, o Corinthians finalmente assinou com um patrocinador máster, o BMG. Com R$ 30 milhões garantidos pelo banco, o clube chega a R$ 45 milhões arrecadados com anúncio na camisa e desta forma, em apenas três semanas de 2019, já bate a meta prevista no orçamento anual (R$ 42,4 mi). O clube acredita que o acordo também aumente a atratividade da camisa e assim torne mais fácil a chegada de novos parceiros.

A ausência de um patrocinador máster havia pegado o Corinthians de surpresa em 2018, quando o valor recebido neste quesito não chegou a 30% do planejado. Foi justamente esta lacuna na arrecadação o motivo principal de o clube ter fechado o ano no vermelho. Para 2019 o departamento financeiro preferiu baixar o sarrafo e reduziu em um terço a previsão de patrocínios. Como a maré melhorou, esta meta foi batida.

O dinheiro em caixa faz crescer a ambição. Se a palavra de ordem nos primeiros dias do ano era austeridade, com reforços pontuais contratados ao menor preço possível, agora o clube já se permite sonhar mais alto. Há negociação em curso por Guilherme Arana, por exemplo, e as exigências do Sevilla não assustam o Corinthians, que ainda tem cerca de R$ 22 milhões reservados para contratações.

A lateral esquerda é o único setor tratado como prioritário que não recebeu reforço neste ano. É o único pedido de Fábio Carille ainda não atendido, pois nos outros setores houve fartura. O técnico queria no mínimo um zagueiro, um meia e um atacante; recebeu Manoel, Michel Macedo, Richard, Ramiro, Sornoza, André Luis, Gustavo Silva e Boselli. Se o elenco esteve curto em um passado recente, não parece estar mais.

A reformulação do elenco passou também por saídas. Jogadores criticados pela torcida seguiram seus caminhos, como Paulo Roberto, Jonathas e Roger. Os que voltariam de empréstimo também foram logo repassados e em sua maioria não devem mais vestir a camisa alvinegra. Na comparação entre quem sai e quem chega, o saldo é bem positivo.



Com mais dinheiro, elenco melhor e técnico querido pela torcida, o Corinthians começa o ano muito à frente de como terminou o último. As boas notícias inclusive fizeram mudar o clima no CT Joaquim Grava, que agora tem mais sorrisos nas conversas dos diretores com a imprensa. O próprio Carille se diz tranquilo e não esconde sua confiança de que as coisas deem certo. Agora, só resta saber se o campo concorda.



Leia também: Carille não revela escalação em último treino aberto do Corinthians antes da final

Leia também: Direto do CT: treino técnico na manhã de sexta-feira

Leia também: Capitão na final, Cássio reclama de excesso de críticas ao Corinthians

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Robson Santos     

Vamos ver.gora hein campo se vai d resultados mais acho q sim so ter tirado Léo santos e d time e este nerda d Romero q fez d tdo pra n renova ja e Vitoria

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias