4/12/2018 10:20

Sete anos sem “Doutor Sócrates”

Ídolo alvinegro nos deixou em 2011, vítima de uma hemorragia digestiva

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (4), completam-se sete anos sem Sócrates. Ídolo do Timão, faleceu em 2011, vítima de uma hemorragia digestiva. Sócrates foi líder da Democracia Corinthiana e tricampeão Paulista (1978, 1982 e 1983). Ganhou o notório apelido de Doutor, por ser formado em medicina.


Sócrates Brasileiro nasceu em Belém do Pará no dia 19 de fevereiro de 1954. Meio-campista, chegou ao Botafogo de Ribeirão Preto aos 24 anos, em 1974, recém-formado como médico. O meia tinha um futebol que se caracterizava pela habilidade, inteligência e toques de calcanhar - sua marca registrada.

O ídolo Alvinegro chegou ao Parque São Jorge em 1978, onde ficou até 1984. No Timão, Sócrates construiu uma história única e jamais vista no futebol nacional. Dentro de campo, ficou marcado pelos seus gols decisivos e um futebol calculado e pensado. Fora dele, foi líder intelectual da Democracia Corinthiana.

A Democracia Corinthiana ficou conhecida por lutar por mais liberdade e poder de escolha em um período em que o autoritarismo reinava no país. Para os atletas, revolucionou a forma de pensar as concentrações e o poder hierárquico dando a todos do time o poder de ditar os rumos. O “Doutor Sócrates” também se dedicou a lutar pelo fim de ditadura militar que já assolava o país há quase 20 anos, lutando pelas "Diretas Já!”.

Nos gramados, usando a camisa 8, Sócrates conquistou três títulos Paulistas pelo Corinthians (1978, 1982 e 1983). O meio-campista teve participação decisiva nos títulos, como nas finais contra o São Paulo em 1982 e nas semifinais e finais de 1983, contra Palmeiras e São Paulo, respectivamente. Pelo Alvinegro, o meia entrou em campo em 298 jogos, marcando 172 gols.

Sócrates também foi o único jogador corinthiano a disputar a Copa do Mundo da Espanha pela Seleção Brasileira, em 1982, onde inclusive, foi o capitão.

Depois da passagem pelo Parque São Jorge, Sócrates se transferiu para a Fiorentina, de Itália, em 1984. Depois, ainda defenderia o Flamengo-RJ e o Santos, além de novamente a Seleção Brasileira, na Copa do Mundo do México, em 1986.

Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira faleceu no dia 04 de dezembro de 2011, coincidentemente no dia do Pentacampeonato Brasileiro do Corinthians, conquistado em um empate contra o Palmeiras por 0 a 0.



E MAIS: Jô deixa recado para a Fiel: 'Com certeza eu volto'
CLIQUE AQUI

Sócrates, Ídolo, sete, anos.

732 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Um dos maiores idolos do timão, a matéria fala de 1978 campeao paulista, na verdade foi 1979 !!!

Josmar Pedroso     

Esse sim faz falta ....

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias