3/12/2018 20:19

Ex-Corinthians, Jô salva time de rebaixamento e termina como artilheiro do Japonês

Atacante brasileiro marcou 24 gols em 33 jogos e evitou a queda do Nagoya Grampus

Eleito o craque do Campeonato Brasileiro do ano passado e um dos protagonistas do título do Corinthians, o atacante Jô mantém sua forma de fazer gols, mesmo estando do outro lado do mundo e lutando contra o rebaixamento. O ex-corintiano marcou dois gols no empate do Nagoya Grampus por 2 a 2 com o Shonan Bellmare, no último sábado, e salvou a equipe do rebaixamento na última rodada da Liga. Além disso, acabou como artilheiro da competição, com 24 gols.



LEIA TAMBÉM:Carille fica com caminho livre e deve ser anunciado pelo Corinthians nesta terça

Jo foi contratado pelo Nagoya Grampus por 10 milhões de dólares (R$ 38,2 milhões nos dias atuais) em janeiro para ser a estrela da equipe. De fato, ele se destacou, mas a fragilidade da equipe fez com que passasse durante todo o campeonato na luta contra o descenso. O ex-corintiano terminou o Campeonato Japonês com 33 jogos e 24 gols marcados, quatro a mais que o também brasileiro Patric, do Sanfrecce Hiroshima.

Para se salvar da queda, o Nagoya sofreu. O Bellmare abriu 2 a 0 ainda no primeiro tempo e Jô decidiu na etapa final, com dois gols de pênalti. O primeiro, ele mesmo foi quem sofreu a falta dentro da área e bateu a penalidade. Pouco depois, aproveitou que o zagueiro colocou a mão na bola e acertou mais uma cobrança de pênalti.



Em alta no Japão e com um salário bem elevado para os padrões brasileiros, Jô, de 31 anos, não cogita um retorno ao futebol brasileiro, embora seu nome tenha sido especulado em alguns clubes recentemente.






Corinthians,Jô,Futebol chinês,

11235 visitas - Fonte: Estadão

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias