7/11/2018 10:00

Corinthians teme rebaixamento sem deixar de sonhar com G6

A derrota para o Botafogo deixou o Corinthians ainda próximo à zona do rebaixamento com apenas seis a jogos pela frente no Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o elenco alvinegro ainda não largou o ideal de ficar com uma vaga à próxima Copa Libertadores da América.



O time de Jair Ventura ocupa a 12ª colocação na tabela de classificação, com 39 pontos. O Vitória, com 34, abre o Z4, enquanto o Atlético-MG, com 46, é o último membro do pelotão de cima.

A favor do Corinthians tem o fato do Cruzeiro, oitavo colocado com os mesmos 46 pontos do Galo, assumir o posto do rival e abrir uma brecha para quem terminar em sétimo lugar, já que os mineiros garantiram vaga por meio da Copa do Brasil.


A gente conversa sobre as duas coisas, mas temos de buscar jogo a jogo, tudo pode acontecer. Podemos buscar uma vaga na Libertadores, só depende da gente. O pessoal de cima também está dando uma oscilada”, opinou o zagueiro Léo Santos.

Nessa reta final, o Corinthians enfrentará a seguinte sequência: São Paulo (casa), Cruzeiro (fora), Vasco (casa), Atlético-PR (fora), Chapecoense (casa) e Grêmio (fora).

“É uma situação, sim, para se preocupar. Estamos a seis pontos (na verdade, cinco) da zona, mas a gente procura não falar muito disso. A gente sabe da situação, temos de trabalhar, e agora são seis decisões. É jogo a jogo, buscar os pontos para deixar essa história para lá”, afirmou o defensor.

Leia também:[ENQUETE] Qual o melhor time do Corinthians nesta década?

O sonho corintiano estaria mais palpável hoje se Léo Santos tivesse evitado a derrota da equipe em um dos últimos lances do confronto com o Botafogo, no estádio Nilton Santos. Cara a cara com Gatito Fernández, o sagueiro viu o goleiro paraguai

o defender sua finalização à queima roupa, em cima da linha.

“Fiquei um pouco inconformado. Ele (Gattito) foi feliz no lance. Eu fiz o que deu para fazer, acreditei que a bola ia passar, e ele foi muito feliz.”, avaliou Léo Santos, aproveitando para tirar um pouco do peso da pressão sobre o técnico Jair Ventura.

“O treinador está ali para ajudar a gente. Ele passa as informações, a culpa é dividida. A gente tem que ajudar e fazer acontecer em campo”, conclui.

Das decisões alvinegra que vêm pela frente, a próxima é justamente o clássico contra o São Paulo, domingo, em Itaquera, às 17h. Cheio de problemas, Jair Ventura terá até sexta-feira para definir seus 11 titulares.

|

Corinthians,Campeonato Brasileiro, G6

498 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Maicol Vejita     

Com esse time de merda nem vale a pena ir pra libertadores.

Diego Christino     

#JogoAJogo Vamos ganhar na raça os proximos jogos! #SangueNoOlho

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias