3/11/2018 20:59

Apagão custa caro, Corinthians perde do Flamengo e finda sequência de vitórias no NBB

Conhecido como "Clássicos das Multidões" no futebol, o duelo entre Flamengo e Corinthians teve sua primeira edição no NBB 2018 na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro. Com um início avassalador, o time carioca abriu 17 pontos de vantagem no primeiro quarto, viu a equipe paulista melhorar no segundo e terceiro quartos e contou com o apoio da torcida e a experiência de seus jogadores para garantir a vitória no fim do jogo. Com boas atuações de Marquinhos, com 16 pontos, e Davi, com 11, o Flamengo venceu o Corinthians por 72 a 64. O cestinha da partida foi o corintiano Fuller, com 22 pontos.

Comandado pelo técnico Gustavo De Conti, o Flamengo entrou em quadra com o armador Balbi, o ala/armador Crescenzi, o ala Marquinhos, o ala/pivô Nesbitt e o pivô Rafa Mineiro. O Corinthians começou a partida com os armadores Fischer e Fuller, o pivô Shilton, o ala/pivô Guilherme Giovannoni e o ala Aguiar, sob o comando do técnico Bruno Savignani. A partida foi um reencontro de quatro jogadores do Corinthians com a torcida carioca: o armador Fischer, os pivôs Shilton e Teichmann e o ala Humberto.


O jogo começou bem equilibrado: a primeira cesta foi sair apenas com 1m04s de bola em jogo. E foi Crescenzi que colocou a primeira bola na rede e levantou a torcida do Flamengo. Com um início muito bom, o Rubro-Negro abriu oito pontos de vantagens em quase cinco minutos de bola quicando. Com o apoio dos torcedores na Arena Carioca 1, a equipe carioca mostrou uma bela marcação no garrafão de defesa e terminou o primeiro período com uma ótima vantagem no placar: 23 a 6.

- Nossa defesa está muito bem postada e tem que continuar assim - disse o técnico do Flamengo, Gustavinho, no início do segundo quarto.

O Flamengo continuou com uma grande atuação da defesa no início do segundo quarto, pegando rebotes de defesa e dificultando as cestas corintianas. Mas o ataque rubro-negra diminuiu o ritmo. Com 2m30s, o time carioca não tinha feito nenhuma cesta no quarto, mas a equipe paulista só tinha convertido dois pontos. O Corinthians chegou a fazer sete pontos seguidos e diminuiu a vantagem carioca para dez pontos. A primeira cesta rubro-negra saiu apenas com quatro minutos de jogo, pelas mãos de Marquinhos.

O Corinthians manteve a marcação sob pressão e viu o Flamengo errar algumas jogadas. A torcida sentiu o momento ruim do time carioca e começou a gritar muito forte na Arena Carioca 1: "Vamos, Flamengo. Vamos ser campeão". O técnico flamenguista aproveitou para pedir tempo e tentou arrumar a equipe. Faltando 1m30s para o final do segundo quarto, a vantagem que já tinha sido de 17 pontos, caiu para seis. No último segundo, Humberto ainda acertou uma bola antes do meio da quadra e fechou o segundo quarto em 33 a 29.


- Uma bela cesta. A primeira bola de três nossa, mas veio na hora certa, porque conseguimos encostar no placar. Conseguimos diminuir a vantagem do Flamengo e vamos continuar impondo o jogo para no final, quem sabe, conseguir uma virada no placar aí - comentou Humberto, camisa 19 do Corinthians.

O Flamengo conseguiu melhorar a parte defensiva e voltou a ganhar muitos rebotes no seu garrafão no início do terceiro quarto. Quase na metade do terceiro período, poucas cestas tinham sido feitas pelos dois times: 36 a 31. O Corinthians começou a forçar arremessos de três com Giovannoni, mas não teve muito sucesso nas tentativas. O Flamengo foi aproveitando os erros do adversário e aumentou a vantagem para oito pontos. Mas a equipe paulista melhorou no fim do quarto, o placar parcial acabou 48 a 44 para o Rubro-Negro e com a promessa de um grande final de jogo.

- Eu falei pra eles, o time tá preparado, a gente tem confiança e a bola vai cair - disse o técnico do Corinthians, Bruno Savignani, no início do último quarto.

Logo na primeira bola do quarto quarto, Rafa Mineiro marcou dois pontos e ainda sofreu a falta, levantando a torcida na Arena Carioca. Gustavinho respondeu com uma linda bola de três para o Corinthians. Com a ajuda da torcida, o Flamengo aumentou a pressão em quadra e abriu nove pontos de vantagem. Com Marquinhos, Rafa Mineiro e Olivinha, o Flamengo aumentou sua experiência em quadra e administrou bem a vantagem. Com uma linda cesta de três, Olivinha levantou os torcedores. Mas Fuller respondeu logo em seguida, com mais uma cesta de três. Faltando quatro minutos para o fim do jogo, a vantagem carioca era de 11 pontos.


O argentino Balbi ainda levantou a torcida após roubar uma bola e acertar uma bandeja num contra ataque muito rápido. Na dividida com Balbi, Ricardo Fischer acabou se lesionando e saiu chorando de quadra. Com 2m30s para o fim do jogo, o técnico do Corinthians parou o jogo para explicar a tática final do time paulista. O Timão melhorou em quadra e diminuiu a vantagem rubro-negra para sete pontos. O Flamengo aproveitou o tempo a seu favor e ficou rodando a bola enquanto o cronômetro rodava. No final do jogo, Flamengo 72, Corinthians 64. O cestinha da partida foi o corintiano Fuller, com 22 pontos marcados. Do lado flamenguista, destaque para Marquinhos e seus 16 pontos.

Com o resultado, o Flamengo chega a cinco vitórias em seis jogos disputados, atinge 11 pontos - o mesmo número de Franca e Pinheiros - e está na liderança da tabela do NBB 2018. O Corinthians tem três vitórias em seis jogos e ocupa o sexto lugar na classificação geral.

369 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias