19/10/2018 10:14

Corinthians analisa prós e contras para definir futuro de fisioterapeuta

Foto: Fernando Dantas

Passada a final da Copa do Brasil e em meio a uma última tentativa de conseguir uma vaga na Libertadores da América via Campeonato Brasileiro, além de assegurar uma fuga das proximidades da zona de rebaixamento, o Corinthians agora vai definir a situação do fisioterapeuta Caio Mello. Flagrado pela Gazeta Esportiva em uma forte discussão com o médico Ivan Grava durante o treinamento da última terça, na Arena, ele dificilmente seguirá no Alvinegro.



O problema se deu durante a última preparação da equipe antes de encarar o Cruzeiro, realizada no estádio de Itaquera. Depois de ser orientado a não participar de uma parte da movimentação, que incluía apenas cruzamentos na área, o zagueiro caminho com o médico para a lateral do campo.

Ao perceber isso, Mello saiu da área técnica e iniciou uma discussão, gravada pela reportagem, com direito a encaradas e uma ríspida saída de ambos, separados pelo também fisioterapeuta Luciano Rosa. O problema, que não foi o primeiro do profissional nos últimos anos, foi visto como um destempero quase irreparável no clube.

Adiada por causa da importância da final da Copa do Brasil, disputada na quarta-feira, a decisão sobre a permanência ou não de Caio deve ser tomada nos próximos dias.Apesar de tudo indicar a saída, alguns pontos positivos a respeito do fisio, funcionário do clube há quase uma década, também são ponderados no Corinthians.



É consenso que se trata de um profissional de alto nível no cenário no futebol brasileiro, tanto que esteve com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo, e que conhece bastante o procedimento interno. Foi, por exemplo, o nome que mais ajudou na recuperação de Fagner, titular do Brasil no Mundial. Duas pessoas ouvidas pela reportagem frisaram que o Alvinegro já perdeu muitos membros da comissão técnica recentemente e que mais uma saída pode ser bastante prejudicial.

Mello tem bom trânsito com os atletas, outro ponto a seu favor. A dúvida, principal, no entanto, fica a respeito de como contornar a relação profissional com departamentos que trabalham juntos, já que Grava foi exposto a uma discussão em meio a quase 30 mil pessoas no estádio. A princípio, esse fator é o mais decisivo.

492 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias