18/10/2018 09:06

Jair defende garoto de falha, exalta Sheik e admite Jonathas mal

Foto: Luis Moura/WPP

Jair Ventura resolveu arriscar ao escalar um time na final da Copa do Brasil que jamais havia sido testado antes, ou sequer treinado junto. Gabriel, Emerson Sheik, Jonathas e um sistema tático diferente foram as apostas do sucessor de Osmar Loss. Pedrinho, Clayson e Mateus Vital entraram apenas no segundo tempo.



O resultado não foi o esperado. O Corinthians virou o primeiro tempo perdendo para o Cruzeiro, sem assustar o goleiro Fábio, com exceção a uma cabeçada do zagueiro Henrique, e nem mesmo na base do abafa fez o suficiente para evitar a derrota na etapa final.

Sobrou, então, explicações a Jair Ventura. Primeiro, o treinador evitou se alongar ao responder sobre a opção por Gabriel, jogador com característica de marcação e pouco eficiente na hora de participar das ações ofensivas, mesmo com Douglas à disposição.

“Escolha pelo Gabriel foi pelo último jogo, gostei contra o Cruzeiro, pelo que ele apresentou contra o Inter. Por isso a escolha”, disse, aproveitando para sair em defesa do zagueiro Léo Santos, principal responsável pelo primeiro gol mineiro em Itaquera.



“Grande atleta, jogador jovem, mas hoje os veteranos também cometem erros, e toda responsabilidade de erro individual é minha, porque sou eu que escalo. Pode botar na minha conta”.

A mais polêmica das escolhas talvez tenha sido a de Jonathas. O centroavante ainda não conseguiu justificar sua contratação no Corinthians e, nessa quarta, voltou a decepcionar. Até Jair Ventura reconheceu que não gostou do que o forte jogador produziu.

“Nós temos um camisa 9 de oficio, precisávamos de dois gols, de profundidade, o Roger e Matheus (Matias) não podem jogar e, dentro do elenco, não temos outro camisa 9. A entrada dele foi para dar profundidade para a equipe”, comentou o técnico.



Emerson Sheik, apesar de seus 40 anos de idade e toda a desconfiança sobre seu rendimento, foi o único que satisfez tanto o comandante como a torcida, que o aplaudiu quando substituído na etapa final.

“A gente sabia que não vinha o Egídio (suspenso). Ele (Sheik) não teria essa obrigação de acompanhar o lateral, por isso a entrada do Emerson por esse lado. E ele fez uma grande partida. A gente não gostou muito do Jonathas, mas gostamos muito do Emerson. Foi boa a situação. Nós fizemos o que achávamos melhor. Não vencemos, mas conseguimos trabalhar bastante no campo ofensivo. O Cruzeiro não se sentiu confortável em nenhum momento. Tanto que o Cruzeiro fez dois gols em erros nossos”, concluiu o Jair Ventura.

24072 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Esse Leo santos falhou em momentos decisivos contra colo colo contra palmeiras e agora final copa do brasil ñ é muita falha não ? Pede pra cagar e sai pega esse Jonathas Roger Avelar e vaza

Apesar das perdas de jogadores eu digo que temos um tecnico pequeno p o tamanho do clube,e um presidente que fala fala mas não diz nada. Estamos a deriva acho que o Andrés esta ultrapassado p o momento. Enquanto isso vamos colher momento triste p a fiel. Ou mudamos rapido,ou podemos sofrer mais ainda em 2019.

joão paulo     

FAZEMOS DESBLOQUEIO DOS CANAIS PREMIERE, TELECINE, HBO, COMBATE, CANAIS ADULTOS E FOX PREMIUM PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO WHATSAP 11967223267

Manda esse treinador de merda embora , não fez nada de diferente no Corinthians pelo contrário só prejudicou o Corinthians . Andrés pega sua mala junto com jogadores que vc trouxe embora do Corinthians.

Begerson Felix     

Pensa num centro avante ruim,em pensar q tivemos Luizão, Ronaldo, guerreiro e Jô,esse cara acaba com a classe,chega fede de ruim...

Gustavo Gomes     

Pedrinho era pra ser titular tec.burro.vai pra Europa Pedrinho q la vao lhe dar valor

Antonio Virginio     

#foraJonathas

Antonio Virginio     

Aprendeu Léo Santos se joga arroz com feijão e não querer enfeitar ou seja fazer o que não sabe tá muito mascarado

Wagner Assis     

Pelo amor de Deus tomara que sirva de liçao e some com ease

Cláudio Augusto     

Leo Santos perdeu a bola para o Rafinha porque quis dar um chapéu no mesmo atitude de um garoto mascarado já se acha se continuar assim vai ter vida curta no futebol Corinthiano.

Agora é tarde pra dizer que esse Jonathan foi mal ele é mai pessimo nao era nem pra ser relacionado muito menos sair jogando

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias