16/10/2018 08:35

Por que Cássio e Fábio fazem duelo à parte na final da Copa do Brasil

De um lado, um goleiro com a chance de conquistar todos os títulos possíveis com a camisa do mesmo time depois de apenas sete temporadas. Do outro, um arqueiro cuja trajetória se confunde com a história do próprio clube.

Corinthians e Cruzeiro irão decidir a Copa do Brasil na próxima quarta-feira à noite, em Itaquera, com um duelo à parte em campo: Fábio, que soma 798 jogos pelo time mineiro, contra Cássio, que busca a oitava taça como jogador alvinegro a quarta como capitão.



Ambos são fortes candidatos a herói na decisão - o time mineiro venceu o jogo de ida por 1 a 0

Decisão é com eles
A defesa no chute de Diego Souza nas quartas de final da Libertadores 2012 abriu as portas para Cássio mostrar todo o seu poder de decisão. O goleiro, meses depois, teve uma atuação épica na final do Mundial, diante do Chelsea, com pelo menos três defesas difíceis. Cássio também foi fundamental nas campanhas vitoriosas dos Brasileirões 2015 e 2017. A partir do ano passado, o arqueiro passou a ter um ótimo desempenho nos pênaltis. Nas decisões do Estadual deste ano, foram quatro defesas no mata-mata, duas contra o São Paulo, na semifinal e outras duas diante do Palmeiras, na final.

O fator decisivo de Fábio é vasto e abrange defesas importantes na luta contra o rebaixamento até milagres que renderam títulos. Na Copa do Brasil do ano passado, não decepcionou quando foi exigido. Foi fundamental principalmente nas decisões por pênaltis contra Grêmio e Flamengo, na semi e final, parando cobranças de jogadores importantes como Luan e Diego. Neste ano, Fábio seguiu em alta e já deu outras inúmeras provas de seu ótimo momento. O auge na atual edição aconteceu contra o Santos, pelas quartas de final. Nos pênaltis, o goleiro pegou todas as três cobranças adversárias e classificou a Raposa.



Um lugar na história
A final contra o Corinthians será o jogo de número 799 de Fábio pelo Cruzeiro. Só aí já é possível ter a ideia da importância que o goleiro tem na quase centenária história do clube. Protagonista da última Copa do Brasil, o ídolo da torcida não só é o jogador que mais vestiu a camisa celeste, como um dos maiores que já passou pela agremiação. Sua história em Belo Horizonte começou em 1999, ainda emprestado pelo Vasco, mas engrenou mesmo a partir de 2005, após assumir a titularidade e não largar mais.

Já Cássio soma pouco menos que a metade de jogos. Quando ele entrar em campo na quarta-feira, completará 373 jogos pelo Corinthians - ele ocupa a 18ª posição entre os atletas corintianos com mais jogos pelo clube e está a apenas 96 partidas da lista dos dez primeiros. O goleiro chegou ao Corinthians no começo da temporada 2012 e logo virou titular e referência no time ao ser fundamental nas conquistas da Libertadores e do Mundial. Cássio tem contrato até o final de 2021.



Leia também: [ENQUETE] O tabu contra o São Paulo, em Itaquera, pode pesar ao favor do Corinthians?

Leia também: Corinthians x SPFC: Entenda como para Andrés e Leco Paulista é Paulistão

Leia também: Corinthians tenta ser tricampeão paulista pela quarta vez após 80 anos

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

joão paulo     

FAZEMOS DESBLOQUEIO DOS CANAIS PREMIERE TELECINE HBO COMBATE E CANAIS ADULTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO WHATSAP 11967223267

Oi bom dia desbloqueio todos os canais fechado de tv por assinatura de qualquer lugar do Brasil premier combate telecine pfc hbo fox e canais adultos e também reduzimos o valor da sua fatura mais informações sobre o assunto chamar no zap 11962141679

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias