8/10/2018 07:24

Corinthians já está no mercado em busca de reforços para 2019

A situação de momento do Corinthians não permite muitas projeções para o próximo ano. O time precisa pontuar no Campeonato Brasileiro para findar qualquer temor de rebaixamento e ainda tem o título da Copa do Brasil em jogo. Para o torcedor é difícil vislumbrar qualquer objetivo que não essas duas frentes imediatas. A comissão técnica e a diretoria alvinegra, por outro lado, sabem que precisam começar a se mexer agora com o objetivo de tornar a temporada de 2019 mais promissora. À Gazeta Esportiva, Jair Ventura explicou qual é o plano traçado, e já em curso.


“A coisa mais importante de falar para o torcedor agora é que o Corinthians, não só o corpo técnico, mas também a direção, sabe que a gente precisa repor as peças que nós perdemos. Isso eu converso com o Andrés, converso com o Duílio, converso com o Alessandro, direto. A gente sabe, o Corinthians está no mercado para repor essas peças, não são nem contratações, são reposições, já que saíram muitos jogadores. A gente está olhando bem para o mercado”.

Sendo assim, mesmo sem citar nomes, o treinador corintiano deixou explicito para quais posições espera contar com novas peças para formar um elenco mais qualificado. No conturbado ano do Corinthians, o zagueiro Balbuena (West Ham), o volante Maycon (Shakhtar Donetsk), os laterais esquerdos Sidcley (Dínamo de Kiev) e Guilherme Arana (Sevilla), além do meia Rodriguinho (Pyramids) e do centroavante Jô (Nagoya) foram vendidos.

O clube ainda emprestou os atacantes Gustavo (Fortaleza), Lucca (Al Rayyan), Júnior Dutra (Fluminense), o lateral direito Léo Príncipe (AC Le Havre), o lateral esquerdo Juninho Capixaba (Grêmio) e os meio-campistas Marciel (Oeste), Camacho (Atlético-PR) e Marquinhos Gabriel (Al Nasr), entre outros nomes menos impactantes.

As lacunas expostas deram espaço a jogadores como Pedro Henrique, Léo Santos, Carlos, Thiaguinho, Pedrinho e Mateus Vital. Pelas essas que Jair Ventura não pretende simplesmente substituir do elenco.

“A expectativa é que esses jovens possam estar mais adaptados, mais prontos, e assim a gente possa trazer grandes reposições para que o Corinthians possa ainda estar mais forte em 2019. A expectativa é essa”.


Ao passo destemido em oportunizar jovens promessas, Jair Ventura também não ignora a importância que a experiência pode ter dentro de campo. Isso vale, inclusive, para os veteranos que já compõem o grupo.

“Eu gosto de mesclar. Eu gosto de ter jovens e gosto também de ter jogadores mais experientes. Muitas vezes você não consegue em um jogo com 50, 60 mil pessoas passar todas as informações. Tem hora de acelerar, tem hora de congelar um pouco mais o jogo, e esses jogadores acabam sendo treinador dentro do campo, facilitam muito a sua vida”, explicou.

“O Sheik já falou que vai aposentar, o Danilo ainda pode dar mais para a gente, acho isso importante. São jogadores importantes para os jovens, que dão exemplo, que acabam dando uma orientação dentro do campo. Eu vejo essa junção como superpositiva. Não só um grupo muito jovem nem também um grupo muito experiente”, concluiu o técnico.

14550 visitas - Fonte: Gazeta Esportiva

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Sônia Maria     

Se continuar jigando assim, vai disputar a série B. Time muitro ruim, com jogadores de sériw B ou C.

Dese jeito vams joga na serie b

Paulo Moreira     

Como o Danilo vai ajudar em campo se n joga?

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias