13/6/2018 10:32

Há seis anos, Corinthians vencia Santos na Libertadores com golaço de Sheik

Além do camisa 11 alvinegro, Cássio foi um dos destaques do duelo, com defesas precisas no segundo tempo

Foto: Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians

Nesta quarta-feira (13), um dos jogos marcantes da trajetória invicta do Timão até a conquista da Libertadores da América completa seis anos. No dia 13 de junho de 2012, o Corinthians enfrentava o Santos pela semifinal do torneio continental na Vila Belmiro e vencia por 1 a 0 com golaço de Emerson Sheik ainda na primeira etapa.



Para este duelo, o treinador Tite escalou o Corinthians com Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex, Danilo; Jorge Henrique e Emerson Sheik. Wallace entrou no decorrer do jogo substituindo o meia Alex.

No primeiro tempo, a primeira chegada do Timão ao gol adversário aconteceu aos 14 minutos. Emerson Sheik recebeu bola na intermediária e arriscou para o gol. No entanto, a bola saiu à direita do gol do Santos.

O Santos buscava criar chances, porém, esbarrava na forte marcação do Corinthians. Com isso, o Timão equilibrava o confronto e também agredia a defesa adversária. Em uma dessas jogadas, aos 27 minutos, o Alvinegro abriu o placar. Paulinho carregou a bola até a área santista e encontrou Emerson Sheik livre de marcação. Com um breve domínio, o camisa 11 emendou um belo chute na gaveta para abrir o placar na Vila Belmiro.



Em busca de igualar o marcador, o Santos intensificou os ataques, mas a defesa do Corinthians seguia firme. Aos 42, depois de jogada pela esquerda, Elano recebeu sozinho e chutou. Com a parte lateral do pé direito, Fábio Santos impediu que a bola fosse para o gol.

No segundo tempo, o Santos continuou pressionando o Corinthians, porém, a defesa alvinegra seguia implacável. E o principal acionado era Cássio. Aos 10, o goleiro corinthiano evitou gol, após cabeçada de Borges.

No minuto seguinte, aos 11, Emerson Sheik disparou em direção à área do Santos, apenas na marcação mano a mano com Durval. No entanto, o camisa 11 do Timão não conseguiu finalizar. Já amarelado, o atacante acabaria expulso aos 32 minutos, após cometer falta.

Aos 35 minutos, Cássio brilhou mais uma vez para salvar o Corinthians. Após cobrança de escanteio, Juan recebeu bola desviada de cabeça livre. Com tranquilidade, o jogador adversário dominou e emendou uma bomba. Atento ao lance, à época o camisa 24 do Timão espalmou para escanteio.

O Corinthians seguiu sendo eficiente na defesa e terminou com o placar a seu favor, que seria imprescindível para a classificação, concretizada dias depois no Pacaembu.

5733 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias