14/5/2018 15:57

Cássio e Fagner repetem 22 ídolos corinthianos convocados pelo Brasil para Copa do Mundo

Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

Nesta segunda-feira (14), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, o técnico Tite anunciou os 23 atletas que defenderão a Seleção Brasileira na Copa do Mundo FIFA Rússia 2018. O goleiro Cássio e o lateral direito Fagner foram chamados, completando uma lista de 24 convocados pelo Brasil do Timão na história das Copas.


Cássio é o sexto arqueiro alvinegro convocado para defender a seleção em Copas, colocando-se ao lado de ídolos como Cabeção, Gilmar e Dida. Já Fagner é o terceiro lateral direito do Timão presente em Mundiais, repetindo Zé Maria, ídolo da Democracia, e Édson, lateral convocado para a Copa de 1986.

Desde 1938, jogadores corinthianos só não estiveram presentes nas convocações para as Copas do Chile (1962), Itália (1990), França (1998), África do Sul (2010) e Brasil (2014). A convocação da dupla da atual equipe alvinegra também põe fim à um período de 12 anos, e duas edições de Copas do Mundo, sem a presença de jogadores do Timão no principal torneio de seleções do planeta.

Os corinthianos nas Copas do Mundo pela Seleção Brasileira

Em 1938, na Copa da França, o volante Brandão e o ponta direita Lopes foram os primeiros jogadores do Corinthians convocados para defender a Seleção em um Mundial. Em 1950, ano do primeiro Mundial no Brasil, Baltazar – o cabecinha de ouro – foi o representante do Timão. O centroavante também foi convocado para a Copa seguinte, na Suíça, ao lado do goleiro Cabeção – primeiro arqueiro da história corinthiana presente em Copas do Mundo.

Na Copa da Suécia, em 1958, Gilmar dos Santos Neves – um dos maiores goleiros do Brasil e do Mundo – e o lateral esquerdo Oreco foram os primeiros jogadores do Timão a se tornarem campeões do mundo vestindo a amarelinha.
Depois de um hiato na Copa de 1962 – ano do bicampeonato mundial da seleção, o ponta direita Garrincha, considerado por muitos o maior jogador brasileiro de todos os tempos depois de Pelé, foi o representante alvinegro no Mundial de 1966, na Inglaterra.

Em 1970, no México, o goleiro Ado e o meia Roberto Rivellino foram os corinthianos tricampeões mundiais com a Seleção Brasileira que fez história, derrotando a Itália na decisão com um futebol envolvente e que, até hoje, encanta o mundo. Na Copa seguinte, em 1974 na Alemanha Ocidental, Rivellino voltou a ser convocado, agora na companhia do lateral direito Zé Maria – ídolo do fim do jejum e da Democracia Corinthiana.

Na Copa do Mundo de 1978, na Argentina, o zagueiro Amaral foi convocado quando já estava negociado para defender o Timão. Em 1982, outro ídolo da Democracia Corinthiana encantou o mundo com a camisa da seleção: Sócrates, meio-campista tricampeão paulista pelo Corinthians, em 1979, 82 e 83.

No Mundial seguinte, disputado no México em 1986, pela primeira vez o Corinthians cedeu três jogadores para a Seleção Brasileira. Os convocados foram o goleiro Carlos (titular do Timão e com a amarelinha), o lateral direito Édson e o atacante Walter Casagrande Júnior – outro ídolo da Democracia, bicampeão paulista no Timão em 82/83.

Em 1994, o Brasil voltaria a vencer a Copa do Mundo, disputada nos EUA, com a presença do atacante corinthiano Viola. Já na campanha do pentacampeonato, no Japão/Coréia do Sul em 2002, novamente o Timão seria representado por três jogadores na seleção brasileira. O goleiro Dida, o volante Vampeta e o meia Ricardinho – trio Campeão Mundial também pelo Timão, em 2000. Em 2006, Ricardinho foi convocado mais uma vez, para a Copa do Mundo na Alemanha.

Com oito títulos pelo Corinthians, Cássio defende o Timão desde 2012, quando venceu, logo de cara, a Libertadores e o Mundial, no Japão. Fagner está em sua segunda passagem pelo Timão (a primeira foi em 2006), onde já é bicampeão paulista e bicampeão brasileiro. A dupla se apresenta à seleção no próximo dia 21/05.

Paraguai, Colômbia e Argentina

Além de atletas cedidos para o Brasil, o Corinthians já teve representantes convocados para outras seleções. Foram dois em 1998 (Rincón para a Colômbia; e Gamarra para o Paraguai) e outros dois em 2006 (Tevez e Mascherano para a Argentina).

Confira a relação dos 24 corinthianos convocados para a Seleção Brasileira na história das Copas do Mundo:

1938 – Brandão (volante) e Lopes (ponta direita)
1950 – Baltazar (atacante)
1954 – Cabeção (goleiro) e Baltazar (atacante)
1958 – Gilmar (goleiro) e Oreco (lateral esquerdo)
1966 – Garrincha (atacante)
1970 – Ado (goleiro) e Rivellino (meia)
1974 – Zé Maria (lateral direito) e Rivellino (meia)
1978 – Amaral (zagueiro)
1982 – Sócrates (meia)
1986 – Carlos (goleiro), Édson (lateral direito) e Casagrande (atacante)
1994 – Viola (atacante)
2002 – Dida (goleiro), Vampeta (volante) e Ricardinho (meia)
2006 – Ricardinho (meia)
2018 – Cássio (goleiro) e Fagner (lateral direito)

10242 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Timão sempre é uma seleção

gabriel silva     

VOCÊ QUE ESTÁ CANSADO DE TER POUCA PROGRAMAÇÃO DE TVV ASSSINATURA E NÃO CONCORDA COM OS VALORES COBRADOS
FAÇO LIBERAÇÃO E DIMINUÍMOS O VALOR DA CONTA
PARA TODO BRASIL
WHATZSAP 11962751796

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias