15/4/2018 09:29

Herói em 2017, Jô confia em bicampeonato do Corinthians

Atualmente no Japão, onde defende o Nagoya Grampus, Jô contou ao LANCE! como tem acompanhado os jogos do Corinthians e mostrou confiança para a temporada

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians

Se em 2017 o atacante Jô deixou as madrugadas para ajudar o Corinthians a conquistar o Paulistão e o Brasileirão, agora ele praticamente vira a noite para assistir aos jogos do time de coração. No Japão, onde defende o Nagoya Grampus, Jô continua torcendo pelo sucesso do Corinthians. Por conta do fuso horário, ele tem de madrugar para assistir às partidas do Timão.



- Acompanho dentro do possível, claro que não foram tantos jogos que eu fiquei acordado. Quando o jogo é no fim de semana à tarde no Brasil, aqui são 4h da manhã. Mas as finais eu acompanhei, fiquei nervoso como torcedor. É muito mais fácil estar dentro de campo do que torcer, eu sofri até o final. Mas deu tudo certo. Mandei mensagens aos amigos que estiveram na final e para o Fábio (Carille). Fiquei muito contente. Era 5h, quase 6h da manhã aqui, e eu estava radiante, fiquei gritando dentro de casa - contou Jô, aos risos, em entrevista ao LANCE!.

- Eu deixei a madrugada e hoje fico na madrugada, mas dentro da minha casa, com a maior alegria de ver meu time de coração jogar. Acompanho a Liga dos Campeões também. É uma madrugada de futebol, alegria, dentro da minha casa. Não aquelas madrugadas perdidas que foram antigamente - acrescentou o artilheiro do Brasileirão do ano passado, com 18 gols.

Jô terá de madrugar se quiser acompanhar a estreia do Corinthians no Brasileirão, neste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Fluminense, na Arena. A partida marcará o reencontro com o adversário da partida que definiu o título nacional do Timão em 2017. Na ocasião, o artilheiro Jô marcou os dois gols que definiram a virada e Jadson marcou o terceiro na vitória por 3 a 1.

- Para mim foram os dois gols mais importantes do ano, foram os do título que muitos não acreditavam e conquistamos com mérito. A torcida vai relembrar cada segundo daquela conquista nesse jogo contra o Flumiennse. A torcida vai reviver momentos maravilhosos - disse Jô.

A venda do atacante ao Nagoya Grampus no fim do ano passado ainda é sentida no Corinthians. Nesta temporada, o técnico Fábio Carille testou Kazim, Júnior Dutra e Emerson Sheik como referência, mas fez mudanças para a equipe jogar sem centroavante. Agora, ele está perto de poder contar com Roger, que deve chegar ao Timão no início da semana.

- O Fábio tem uma qualidade enorme de analisar o futebol. Ele sabe que se não tem aquela peça, acaba treinando ou improvisando algo, jogando sem centroavante, assim como foi na final contra o Palmeiras. Ele não fica chorando que não tem. Ele trabalha, e acabou dando certo. Ele sempre deixou claro que a vontade é ter um centroavante, mas que nunca vai reclamar e vai trabalhar com o que tem. Acredito que ele vai continuar achando formações ideias para fazer um belo Brasileiro. Confio no trabalho do Fábio, ele tem jogadores de qualidade, e acredito até o fim no bicampeonato - elogiou Jô.

2049 visitas - Fonte: Lancenet.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Júlia Pereira     

parabéns você merece jo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias