9/3/2018 15:35

Alimentação precária gerou anemia e fez promessa corintiana ficar afastada

A distância da família e as dificuldades em morar sozinho em São Paulo já na adolescência ainda marcam Pedrinho. Diagnosticado com falta de ferro no sangue semanas atrás, o meia-atacante do Corinthians busca suprir a falta dos pais e melhorar a alimentação, que por muito tempo ficou aquém do recomendado a atletas e contribuiu para o problema de saúde.

Em contato com pessoas próximas a Pedrinho, a reportagem do UOL Esporte constatou que a história de vida do jogador ajudou a criar a situação. Longe de casa desde os 13 anos, Pedrinho sempre teve dificuldade para se alimentar adequadamente, optando pelas refeições mais rápidas em vários momentos. Bolacha, miojo e hambúrguer sempre estiveram no cardápio.



"Quando a pessoa mora sozinha longe dos pais às vezes a alimentação é ruim, demora para comer, come as coisas erradas. Sempre tive dificuldade de me alimentar bem, na hora certa e no momento certo pelo fato de morar sozinho", disse Pedrinho.

Hoje, o jogador divide um apartamento com Zé Gabriel, jogador do sub-20 do Corinthians. Ainda longe da família, ele tem recebido marcação cerrada dos pais diariamente para que a alimentação seja mais regrada e saudável.

"Desde pequeno ele come muita besteira. Dou bronca nele até hoje, às vezes ligo para ele e falo que ele tem de comer como atleta", afirmou Pedro da Silva ao UOL Esporte.

O pai de Pedrinho conta com a ajuda do empresário do jogador, Will Dantas, que se tornou uma espécie de espião em São Paulo. "Hoje ele come bem, mas antes não comia absolutamente nada. Eu ligava para o pai dele para avisar", afirmou o agente, que mora na capital paulista.

Saudade da comida dos pais



Segundo Pedro, o meia-atacante sente falta das comidas feitas em casa. Em São Paulo, longe dos pais e das comidas feitas por eles, Pedrinho recorre às churrascarias próximas ao bairro do Tatuapé, onde mora em São Paulo "O forte dele hoje é o churrasco, mas antes era lanche. Quando ele está aqui, ele pede para eu fazer camarão, gosta muito de pirão também. Ele sente saudade do pirão que a mãe [Luciana] fazia para ele", disse o pai do atleta".

No fim de junho do ano passado, Pedrinho, que é fã declarado de hambúrguer, ganhou cem combos da rede Burguer King após postar nas redes sociais uma foto comendo um lanche. Recentemente, de acordo com o agente dele, o jogador, que dividiu os lanches com os amigos e o próprio empresário, recusou um novo presente da lanchonete.

"A gente fica em cima, mas às vezes ele dá uma fugidinha. Mas ele come bem melhor aqui", disse Pedro, que faz planos de mudar para São Paulo em breve a fim de ajudar o filho no dia a dia.

O pai do jogador explica que não quer depender do salário do filho e, por isso, analisa o melhor momento para passar a viver na capital paulista com a família. Atualmente, ele ainda trabalha em um hospital de Maceió.

"Até hoje estou fazendo de tudo para ficar mais pertinho dele, para poder ajudar ele aí. Mesmo que ele tenha condição de se alimentar melhor, às vezes ele chega em casa cansado do treino. Estamos vendo a situação aqui para mudar de vez para São Paulo e dar mais atenção para ele", disse.

Pedrinho, porém, ganhará um presente de aniversário no mês que vem. No dia 6, os pais e a irmã, Luana, vão viajar a São Paulo para passar uma temporada com o jogador, que completará 20 anos no dia 13.

Complemento e "quentinha" no CT"



Desde que o problema foi diagnosticado, Pedrinho tem tomado um complemento todos os dias antes de dormir. Além disso, para que não recorra a alimentos pobres em nutrientes no período em que está longe do Corinthians, o meia-atacante, no ano passado, começou a fazer um prato no CT para levar para casa.

"O clube está me ajudando e estou me alimentando melhor. Tenho de comer na hora certa agora para ter força física e aguentar os 90 minutos", ressaltou Pedrinho.

De acordo com o preparador físico do Corinthians, Walmir Cruz, os últimos exames de jogador foram bem positivos e ele já está apto a jogar há alguns dias. Em agosto do ano passado, o jogador aproveitou uma parada de 15 dias sem jogos e realizou uma cirurgia para a retirada das amígdalas.

A diretoria corintiana optou por fazer antes das férias, durante a campanha do Brasileirão. Dessa forma, Pedrinho não perderia a pré-temporada e poderia enfim ter uma sequência de jogos em 2018.

Pedrinho, porém, demorou para se recuperar completamente nos meses derradeiros de 2017 também por causa de uma anemia. Em alta, com direito a uma jogada que resultou no gol de Jô contra o Botafogo, o jogador ficou 50 dias sem ser relacionado e quase três meses sem entrar em campo.

Na noite da última quarta-feira, Pedrinho ganhou a primeira chance do técnico Fábio Carille em jogos oficiais de 2018. Em campo, o jogador de 19 anos se mostrou recuperado e quase fez um gol nos minutos finais do duelo com o Mirassol.

3306 visitas - Fonte: UOL Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

VOCÊ QUE ESTÁ CANSADO DE TER POUCA PROGRAMAÇÃO DE TVV ASSSINATURA E NÃO CONCORDA COM OS VALORES COBRADOS
FAÇO LIBERAÇÃO E DIMINUÍMOS O VALOR DA CONTA
PARA TODO BRASIL
WHATZSAP 11 958694345

Joao Paulo     

Você que está pagado valores alto e teno pouco PROGRAMAÇÃO de TVV asssinatura faça
liberação e DEMINUIMOS valor da conta pra qualquer luga do Brasil WHATZSAP 11958640776

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias