14/2/2018 09:00

Pai de Alan Kardec descarta acerto com o Corinthians por ora

Foto: Arquivo pessoal

O nome de Alan Kardec passou a ser bastante especulado no Corinthians nos últimos dias. O interesse do atual campeão brasileiro, inclusive, chegou aos ouvidos do pai do centroavante, que também se chama Alan Kardec. Em entrevista ao Blog, por telefone, seu Kardec admitiu satisfação com a notícia e revelou que gostaria de ver seu filho jogar no último time grande de São Paulo que lhe falta no currículo. Porém, seu Kardec avisou que a chance de ele ser contratado neste momento é mínima, já que o contrato com o Chongqing Lifan, da China, só termina em dezembro. No bate-papo, o pai do goleador também falou que sonhava em ver Kardec virar ídolo como Evair no Palmeiras e admitiu a sensação de estar devendo em relação ao São Paulo. Para completar, ele revelou bastidores da vida na China, com direito a bichos de até R$ 300 mil por vitória e uma carteira cheia de dinheiro que voltou às mãos do jogador intacta.



BLOG: Qual a chance de o Alan Kardec deixar a China agora?
ALAN KARDEC: Meu filho tem contrato até dezembro e os chineses fizeram uma proposta de renovação, com valores bem atraentes, mas a gente está avaliando. Por mim, ele renovaria por mais três ou quatro anos, porque o país é espetacular e ele tem uma condição financeira extremamente favorável.

Mas é viável tirá-lo do Chongqing Lifan neste momento?
Tem alguns clubes pesados, da Europa, tentando. Mas eles vão ter de esperar até julho, quando será possível assinar um pré-contrato. O que dá para dizer é que, neste momento, os chineses não o liberariam de jeito nenhum.

A ideia de voltar ao Brasil lhe agrada?
Tenho 60 anos de idade e o Alan Kardec é filho único. É óbvio que queria estar mais próximo dele e da minha neta. Às vezes, a gente tem vontade de voltar. Mas ele ganha muitoooooooo dinheiro lá. É simplesmente absurdo na comparação com o Brasil. Sem contar os bichos.

São muito grandes?
Muito. Teve um jogo em que cada jogador tinha direito a R$ 300 mil pela vitória. R$ 300 mil. Esse valor foi a exceção, mas pagam sempre R$ 20 mil, R$ 30 mil, R$ 50 mil por cada vitória. Tenho vontade de ver meu filho aqui no Brasil de novo, mas dá para esperar um pouco diante dessa realidade.

E o Kardec está disposto a ficar até o fim da temporada lá?
Ele tem uma cabeça boa demais e está totalmente ambientado. Não foi reserva em nenhum jogo e pode escrever: vai fazer uma grande temporada, porque ele está muito focado. O Alan vai arrebentar.

Além dos bichos e dos salários, tem mais coisas bacanas na China?
Se você me perguntar se é melhor morar nos Estados Unidos ou na China, vou responder China. É um baita país. Outro dia, meu filho esqueceu a carteira com muito dinheiro dentro. Tinha mais ou menos R$ 25 mil. Ele deixou a carteira na cestinha de uma bicicleta enquanto foi almoçar. Aí, quando foi pagar a conta, percebeu que estava sem a carteira. E ela ficou no mesmo lugar, com todo o dinheiro, apesar do enorme movimento na rua.

Você gostaria de vê-lo jogar no Corinthians?
Seria um orgulho, porque ele já jogou no Santos, no Palmeiras e no São Paulo. Já pensou? Meu filho se tornaria um dos poucos a jogar nos quatro grandes de São Paulo. Mas repito: só dá a partir de 2019.

O Kardec deixou o Palmeiras de forma polêmica, indo para o São Paulo. Hoje, quatro anos depois, o que pensa sobre a mudança?
O Palmeiras foi o lugar em que mais fiquei triste de ele ter saído. Foi uma paixão avassaladora. Queria que meu filho tivesse virado um Evair no Palmeiras, mas não houve a renovação por causa de R$ 5 mil. Expliquei na época para o Paulo Nobre (então presidente alviverde) que sou homem de uma palavra só. Mas o Paulo entendeu que não dava para chegar no valor pedido.

Ficou alguma mágoa com o ex-presidente do Palmeiras?
Pelo contrário. É alguém por quem tenho profundo respeito. O Paulo Nobre é o responsável direito pelo ótimo momento do Palmeiras, por tudo o que investiu e pela forma como comandou o clube. Fiquei muito feliz meses atrás quando vi o Paulo dando entrevista em um programa e admitindo que o Alan e eu não tivemos culpa na saída do Palmeiras. Ele assumia a responsabilidade.

E qual avaliação faz da passagem pelo São Paulo?
O primeiro ano foi muito bom, mas, a partir de uma lesão, ele teve dificuldade para jogar. De qualquer forma, a gente tem um carinho enorme pelo clube. E ficou a sensação, pelo menos para mim, de que ficamos devendo para o São Paulo. Por causa dessa contusão, que o impediu de ser mais útil. Até hoje, fico aborrecido quando vejo que o São Paulo não venceu um jogo.

8328 visitas - Fonte: Yahoo!/ Blog do Nicola

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

e bom reforço e um centravante e estamos precisando não deixe escapar está oportunidade

Não está a altura do Corinthians!

Sidney Moraes     

esse cara é bambi Deus é mais

jose cicero     

VOCÊ QUE ESTÁ CANSADO DE TER POUCA PROGRAMAÇÃO DE TVV ASSSINATURA E NÃO CONCORDA COM OS VALORES COBRADOS
FAÇO LIBERAÇÃO E DIMINUÍMOS O VALOR DA CONTA
PARA TODO BRASIL
WHATZSAP 11 958694345

Biiel Peereira     

Nem Tras Ja Vi Que E Mercenario Sai Fora Seu Anti

tira essa ideia esse cara é anti Corinthiano não serve pra nois

Deixa o garoto na China!Já vi que quem manda na carreira dele é o pai, então não é isso que o pai que? Ele está bem lá, que fique por lá!

Miguel Araujo     

se ele vim no ano seguinte ele vai se vendido pra um grande time Europeu por o timão e uma grande vetrini o ala é um craque seja bem vindo ao bando de louco

ai senhor cartequi o futebol não é só dinheiro no bolso não certo o futebol é pra jogar em cima do Dom q Deus deu mais se vc penssa a sim blz sò não pode se arrepender quando o jogador vim da china caindo os dentis niguém no brasil vai querer mais se vim vai vim atroco de banana nem jogado igual vai tá mais não se quessa disso senhor cartequi

Bruno Ferreira     

se vim vai ser bem-vindo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias