14/2/2018 08:30

Atrás de ataque ideal, Corinthians volta à Arena contra goleiro destaque

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Ainda sob desconfiança pela falta de um substituto para Jô, artilheiro do Brasileiro de 2017, o ataque do Corinthians terá nesta quarta-feira (14) um motivo a mais para calibrar bem o pé na hora de finalizar a gol: Rodrigo Viana, camisa 1 do São Bento. Goleiro menos vazado de 2017, ele volta ao time após ser desfalque nos últimos dois jogos do time do interior por conta de lesão. Enquanto isso, Fábio Carille procura o melhor ajuste do setor na volta para a Arena em jogo marcado para as 21h45 (de Brasília).



Mesmo que o Corinthians tenha o segundo melhor ataque do Paulistão até aqui, com 10 gols marcados em seis rodadas, o time ainda passa por uma fase de reorganização nos aspectos ofensivos. Além de dar a primeira chance para Henrique na defesa, Carille fez uma troca na frente com a saída de Clayson para a entrada de Marquinhos Gabriel.

Coincidência ou não, Marquinhos tem o passe como principal qualidade, e o treinador do Corinthians deixou o último jogo contra o Santo André (derrota por 2 a 1) insatisfeito pela maneira como seu time perdeu o controle da partida e tomou decisões erradas na frente. Sem nenhum problema físico para 2018, tema que foi problema na temporada passada, ele tenta ser um dos elos que faltam ao funcionamento. Tudo para dar confiança plena a torcida e comissão técnica.

Se não tem ainda o centroavante que espera receber, e que o clube pode inscrever no Campeonato Paulista até o dia 23, Carille dá mais uma oportunidade para Júnior Dutra. Sem gols desde que virou titular, ele jogou 180 minutos sem sair da equipe e está mantido para enfrentar o São Bento. A ideia é dar confiança e sequência para o jogador tentar se encaixar melhor com Marquinhos, Jadson, Rodriguinho e Romero.

Um só gol em 4 jogos e fã de Taffarel: o obstáculo do Corinthians nesta 4ª:

Nos quatro primeiros jogos de 2018, o São Bento, com Rodrigo no gol, levou apenas um gol: começou vencendo o São Paulo por 2 a 0; em seguida, empatou sem gols em Mirassol; depois, bateu o Bragantino por 1 a 0 em Bragança Paulista e, na quarta rodada, Rodrigo sofreu seu primeiro gol na competição na derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta em Sorocaba.

A sequência do arqueiro, porém, foi interrompida por conta de um edema na coxa direita. Sem Rodrigo, o São Bento levou quatro gols em dois jogos: empates por 2 a 2 contra Santo André e Linense. Totalmente recuperado, o camisa 1 do time do interior não vê a hora de voltar.

"Recuperado e pronto para ajudar meus companheiros. Foram oito dias que não passavam, venho trabalhando muito para manter essa regularidade em alto nível", disse o goleiro em entrevista ao UOL Esporte. A expectativa é manter os números baixos assim como aconteceu em 2017, quando terminou o ano como goleiro menos vazado entre as séries A, B e C. Foram apenas oito gols sofridos em 19 jogos disputados na Série C do Campeonato Brasileiro.

"Foi uma satisfação pessoal enorme, fruto de muito trabalho e dedicação minha e dos meus companheiros que ajudaram a conquistar esse "título" pessoal" disse. Chegando aos 28 anos, posso dizer que começo a entrar na minha melhor fase física, técnica e mental. Ser goleiro é estar em constante evolução e é assim que procuro estar", acrescentou.

Vivendo a melhor fase de sua carreira, Rodrigo Viana faz uma autoanálise e cita quais suas principais virtudes debaixo das traves. "Posicionamento, técnica e potência. Para mim, são os pilares de um bom goleiro. Os números mostram também a reposição que venho melhorando a cada ano", diz o goleiro, que brinca ao analisar seus defeitos: "Quanto ao que preciso aperfeiçoar, vou trabalhando quieto sem expor para não dar arma ao inimigo [risos]".

Fã de Taffarel, Rodrigo acredita inclusive que o ex-goleiro da seleção brasileira é o grande exemplo de todas as virtudes citadas por ele. "Dentro dos pilares que falei, para mim ele foi o melhor e é uma inspiração", completa o camisa 1 do São Bento.

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS x SÃO BENTO
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/Hota: 14 de fevereiro de 2018, às 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Evandro de Melo Lima (SP)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel; Marquinhos Gabriel, Rodriguinho, Jadson e Romero; Júnior Dutra. Treinador: Fábio Carille.

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Régis Souza, João Paulo, Luizão e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Celsinho, Maicon Souza (Diego Felipe) e Lucas Crispim; Everaldo e Elias. Treinador: Paulo Roberto.

3966 visitas - Fonte: UOL Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

jose cicero     

VOCÊ QUE ESTÁ CANSADO DE TER POUCA PROGRAMAÇÃO DE TVV ASSSINATURA E NÃO CONCORDA COM OS VALORES COBRADOS
FAÇO LIBERAÇÃO E DIMINUÍMOS O VALOR DA CONTA
PARA TODO BRASIL
WHATZSAP 11 958694345

ta faltando td neste time até um bom técnico kd carlinhos pedrinho no time

Léo Oliveira     

Tá faltando o Tardelli traz ele aí seremos campeões!!! de novo

Noeli Milton     

ta faltando um centravante que faz gol nesse time do corinthians e uma zaga que nao toma tanto gol de bola parada.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias