8/2/2018 16:50

Candidato derrotado vai à justiça por alegação de fraude em eleição alvinegra

Foto: Rodrigo Vessoni /Meu Timão

Um dos concorrentes à presidência do Corinthians denunciou uma possível fraude na decisão concebida no Parque São Jorge no último sábado. Ao lado de seus vices Emerson Piovezan e Flávio Adauto, o candidato Paulo Garcia entrou com uma ação judicial contra a empresa responsável pelas urnas eletrônicas ao pleito, que elegeu Andrés Sanchez para o alto cargo alvinegro. A informação é do portal Uol.



O alvo da denúncia é a Telemeeting Brasil, que comandou as urnas. A ação corre no JECRIM do Foro Central Criminal da Barra Funda, em São Paulo, e segue com decisão a cargo do juiz Ulisses Augusto Pascolati Junior.

O grupo de Paulo Garcia, que ficou em segundo lugar no pleito, garantiu que existem indícios de ao menos uma adulteração na eleição corinthiana. Ainda segundo o portal, alguns votos não teriam sido computados ou foram transferidos a outro candidato. A chapa de Antonio Roque Citadini, terceira colocada na votação, também enviou especialistas independentes e verificou a mesma situação. Uma ação na Justiça ainda é estudada pela equipe.

O diretor da Telemeeting Brasil, André Mosiici, se defendeu sobre as acusações nesta quinta-feira e garantiu que toda a eleição no Parque São Jorge ocorreu de maneira correta. Para ele, a ação foi levantada apenas pelo interesse público dos candidatos.

"Todo o processo foi auditado por empresas de auditoria indicadas pelos próprios candidatos. Tivemos várias reuniões em que esse pessoal levantou todas as dúvidas, fizeram todos os laudos dos computadores e programas. Depois dos laudos, os computadores foram lacrados e abertos só na hora da votação. Usamos o mesmo procedimento de cópias dos programas ao final da votação. Isso para mostrar que não houve nenhum tipo de adulteração do software entre a primeira e a última auditoria", disse em entrevista ao portal GloboEsporte.com.

"Todos os procedimentos acordados com os candidatos e fiscais foram seguidos. E a eleição foi acompanhada por fiscais nas urnas e por auditores na parte dos servidores, que ficaram à vista, sem ninguém mexer. Temos todos os comprovantes que podem demonstrar isso, a lisura do processo é comprovado. Se solicitado, vamos mostrar tudo isso. Quem está fazendo a denúncia vai ter que provar isso. Ele não pode colocar em dúvida um serviço de uma empresa de 22 anos com denúncias vazias. É importante que as pessoas não misturem interesses políticos com questões de tecnologia e serviços de uma empresa ", completou.

Andrés Sanchez venceu a eleição à presidência do Corinthians com 33,9% dos votos. Já o segundo colocado Paulo Garcia recebeu 22,9%, seguido por Antonio Roque Citadini, com 22%, e Felipe Ezabella, que alcançou 12,7% na votação. O último colocado foi Romeu Tuma Júnior, 7,6% dos votos.

2982 visitas - Fonte: Meu Timão

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Pedro Santana     

perdeu já era maluco vai mimi

tá fácil ganhar dinheiro todo mundo quer uma boquinha

jose cicero     

VOCÊ QUE ESTÁ CANSADO DE TER POUCA PROGRAMAÇÃO DE TVV ASSSINATURA E NÃO CONCORDA COM OS VALORES COBRADOS
FAÇO LIBERAÇÃO E DIMINUÍMOS O VALOR DA CONTA
PARA TODO BRASIL
WHATZSAP 11 958694345

Marcos Luis     

É foda , lá vem esses caras quererem tumultuar , perdeu perdeu po , deixa o Corinthians caminhar em paz caramba

caramba tem que aprender ganhar e perder.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias