12/10/2017 10:06

Tite, Dudu, Ronaldo, Arana... Veja lista com famosos do esporte devotos de Aparecida

Esporte e fé. Nesta quinta-feira, 12, comemoram-se os 300 anos da aparição da imagem da Santa, e o GloboEsporte.com lista alguns nomes do meio esportivo devotos da padroeira

A ligação de atletas e comissão técnica com a religião é muito presente no esporte. A devoção é quase um alicerce. Nesta quinta-feira, 12, completam-se 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida, um dos principais alvos de pedidos e promessas por parte dos devotos. Por ano, seu Santuário Nacional, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, recebe milhões de fiéis, que agradecem e pedem bênçãos.



O GloboEsporte.com entrevistou famosos do esporte que estão envolvidos com as mais diferentes modalidades, mas uma coisa em comum: a devoção pela padroeira do Brasil, título atribuído pela Igreja católica. Veja a lista:

Tite
O comandante da seleção brasileira, Tite, é um devoto fervoroso da Santa. Para o técnico, a fé em Nossa Senhora Aparecida funciona como uma proteção extra para o trabalho do dia a dia. Em sua passagem pelo Corinthians, antes de todas as partidas, ele fazia um altar em honra à padroeira. No comando da Seleção Canarinha, Tite não abandona suas correntes e cordões com imagem da Santa.

Quando o Corinthians conquistou o título do Campeonato Brasileiro em 2015, Tite pagou uma promessa à Santa: foi a pé, por 22km, ao Santuário de Caravaggio, no Rio Grande do Sul, para agradecer e pagar promessa pela grande temporada como treinador do Timão.

Dudu
Capitão da equipe do Palmeiras, Eduardo Pereira Rodrigues, o Dudu, é também devoto da Santa, mas não se considera tão religioso. O atacante alviverde agradeceu à Nossa Senhora Aparecida pelo título da Copa do Brasil em 2015 e deixou uma camisa autografada na Sala das Promessas em gratidão a conquista. Na Decisão, Dudu foi autor de dois gols na finalíssima contra o Santos. O atacante pretende ir ao Santuário neste ano especial dos 300 anos.

"Eu não sou extremamente religioso, mas já fui à Sala de Promessas agradecer por algumas conquistas da minha família. Acredito que cada pessoa tem a sua fé e crê naquilo que lhe trás um conforto. É algo muito pessoal", afirmou



Dudu deixou uma camisa autografada na Sala das Promessas em agradecimento ao título da Copa do Brasil (Foto: Danilo Sardinha/ GloboEsporte.com)
3 - Ronaldo
O fenômeno Ronaldo também é cheio de fé em Nossa Senhora Aparecida. Em 2002, em busca de ter condições de jogar a Copa do Mundo, o atleta, que teve várias lesões no joelho, apostou na fé e fez uma promessa a Santa. O Brasil foi campeão e o Ronaldo, artilheiro com oito gols. Após o feito, o Fenômeno deixou um objeto de cera, em forma de joelho, na Sala das Promessas, em agradecimento. O ex-atleta, eleito três vezes o melhor jogador do mundo, também recebeu uma homenagem da Basílica: uma escultura de cera em seu tamanho.




Ronaldo Fenômeno Museu de Cera Aparecida (Foto: Divulgação/Santuário Nacional)

- O boneco de cera representa muito para mim. Minha vida tem sido abençoada. Faço o que gosto de fazer, tenho filhos saudáveis, construi uma história. Então, só tenho que agradecer - disse Ronaldo durante a inauguração de sua estátua de cera no Santuário Nacional de Aparecida, em março do ano passado.
4 - Guilherme Arana

O lateral-esquerdo do Corinthians é devoto de Nossa Senhora Aparecida desde criança. Todo ano, ele visita ao menos uma vez o Santuário Nacional. Na perna esquerda, ele carrega uma imagem da Santa tatuada (confira na imagem abaixo).




Guilherme Arana Nossa Senhora Aparecida (Foto: Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians)

Em entrevista ao G1, ele afirmou que se tornou devoto após um sonho.

- Eu acordei contando para minha mãe que tinha sonhado com uma Santa que nunca tinha visto, não conhecia. Um tempo depois fui à casa da minha avó, lá vi a imagem e reconheci. Falei para a minha mãe e ela me contou a história de Nossa Senhora e desde então sempre fui muito devoto e tive muita fé - disse.

5 - Cuca

Cuca, comandante do Palmeiras, não passa uma partida sem segurar a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que carrega em um cordão em seu pescoço e deposita na Santa a confiança da sua vida e de sua trajetória no futebol. No vestiário e no seu quarto, a imagem da Padroeira tem um cantinho especial.





Nossa Senhora Aparecida, além de Padroeira do Brasil, é um símbolo de fé. Confio nela, que sempre me ajudou quando precisei. Inclusive, na Libertadores, pelo Galo (em 2013), sempre mantive o meu altar, e o carrego até hoje comigo. Antes das partidas, monto o altar e acendo uma vela. Minha devoção é muito grande, sei que ela me abençoa. Venho de família religiosa, minha mãe canta na igreja, meu sogro e minha sogra são ministros da eucaristia - disse o técnico Alviverde.

6 - Hélio Castroneves
O piloto Hélio Castroneves, natural de Ribeirão Preto e um dos grandes nomes da história da Fórmula Indy – venceu as 500 milhas de Indianápolis consecutivamente em 2001 e 2002 e novamente em 2009, é devoto da Santa e conta que essa fé na Padroeira veio graças à religiosidade de sua mãe.



Minha mãe sempre foi muito religiosa e me lembro que quando criança, eu ia com ela aos encontros da Nossa Senhora em casa de amigos. Tenho certeza que Nossa Senhora Aparecida me protege e me cobre com seu manto sagrado nas corridas até hoje.

Todas as minhas vitórias e derrotas consagro a ela – contou Castroneves, que deixou um par de botas em agradecimento ao primeiro lugar em Indianápolis, na Sala das Promessas, no Santuário Nacional.

7 - Murilo Becker
Murilo Becker, jogador de basquete recém contratado pelo Vitória para a nova temporada, com passagens por São José, Bauru e Seleção Brasileira, é mais um exemplo de que a fé pode mudar situações, tanto no esporte, quanto na vida pessoal. Pai de quadrigêmeos, Leonardo, Maya, Raffaela e Gabriel, que nasceram com Paralisia Cerebral, por isso, possuem dificuldades em andar, Murilo e sua esposa, Patricia Becker, são devotos da Santa, que segundo eles, é a responsável pela intercessão da saúde dos filhos desde o nascimento deles.

- No dia do parto minha esposa levou a imagem de Nossa Senhora Aparecida ao lado dela para a sala de parto. Achei válido, mas ainda não tinha noção do milagre que ela faria na vida deles. Aos 6 meses, um dos meus quadrigêmeos (Gabriel) foi internado com suspeita de laringite, o caso foi se agravando e logo descobrimos que ele tinha contraído uma meningite, e lá estava a nossa imagem no quarto com ele e depois na UTI. Foram três cirurgias na cabeça e pedimos que os médicos levassem a imagem da santa na sala de cirurgia. Ganhamos uma força, nossa fé triplicou. Depois de 71 dias, sai com meu filho num braço e Nossa Senhora no outro - disse Murilo, que sempre foi religioso mas descobriu sua devoção na Santa após o nascimento dos filhos.

E a fé na Santa não para por aí. O atleta fez mais promessas para a Nossa Sehora Aparecida.




Após a recuperação do Gabriel, fui até Aparecida agradecer, e fizemos uma outra promessa que voltaríamos com nossos filhos andando para agradecer por mais uma graça que temos certeza que alcançaremos. Uma de nossas filhas já conseguiu essa graça e fomos até Aparecida agradecer esse primeiro passo - contou Murilo.

8 - João Luiz Gomes
João Luiz Gomes Júnior foi o nadador, que obteve o melhor resultado da Natação Brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o quinto lugar, e a devoção pela Santa veio do berço familiar. Ao fim de cada competição, João sempre vai à Basílica agradecer os resultados do campeonato.

"A minha ligação com Nossa Senhora Aparecida vem de família. Eu sempre peço a ela, carrego um santinho dela, uma foto na minha carteira. Minha primeira medalha de mundial em piscinas curtas, em 2014, eu deixei uma lá, como forma de agradecimento para ela."



Adriana da Silva
De todas suas vitórias no atletismo, Adriana Aparecida da Silva, que até seu segundo nome é em homenagem à Santa, oferece e agradece à Nossa Senhora Aparecida. Muito religiosa e devota da Padroeira a maratonista, prata nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015 espalha seu amor pela Santa por onde for. Em sua rede social, a atleta não deixou de demonstrar sua devoção nesse ano festivo dos 300 anos.



- Eu sou devota desde que nasci. Minha mãe colocou “Aparecida” no meu nome, porque ela era devota. A primeira viagem que eu fiz com 5 anos foi para a cidade de Aparecida. Nossa Senhora Aparecida é minha companheira em todos os momentos, tantos nos momentos difíceis, quanto nas vitórias. Faço questão de compartilhar todas as minhas conquistas com minha mãezinha e sempre deixar uma lembrança no santuário - disse a atleta, que reza o terço todos os dias ao acordar e ao dormir, pedindo proteção à Santa.

1203 visitas - Fonte: Globo Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Thiago Silva     

LIBERAMOS OS CANAIIS PARA ASSINANTES DE TV DE TODO BRASIL TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA CONTA
WHATSAPPP 11958694345

Aqui não se fala de palmerda.
Porra .

Aqui não se fala de palmerda.
porra.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias