17/8/2017 12:24

Sem bilheteria, Corinthians vê série de prejuízos após abertura da Arena

Receita de bilheteria dos 111 jogos na Arena Corinthians foi destinado a um fundo


O Corinthians vive uma intensa crise econômica, com uma série de prejuízos financeiros no departamento de futebol. Nos últimos quatro anos, sem receita de bilheteria e com o aumento de pagamentos de juros, a modalidade fechou no vermelho em três oportunidades.



O cenário de 2017 também não é animador: nos primeiros seis meses, o deficit acumulado chegou a R$ 17,9 milhões. Nesse mesmo período, a renda bruta de 18 jogos na Arena Corinthians marcou R$ 39,4 milhões, com líquida de R$ 15,5 milhões - sem esse valor, portanto, o rombo foi maior.

As dificuldades financeiras se intensificaram justamente no ano de abertura do estádio. A partir de maio de 2014, o clube precisou conviver sem a quarta maior fonte de receita do futebol. A bilheteria correspondia, em média, a 12% da receita total - ela era superada pelas cotas de televisão, patrocínios e venda de jogadores.

De 2008 a 2013, o dinheiro oriundo das rendas dos jogos disputados como mandante ajudou o Corinthians a aumentar a receita. As cifras ligadas à bilheteria passaram de R$ 16,6 milhões em 2008 para R$ 29,4 milhões em 2010, com recorde de R$ 35,1 milhões em 2012 (cerca de 11% da receita total).

Em 39 meses, o Corinthians já disputou 111 partidas em Itaquera. Nesse período, a renda bruta chegou a R$ 206 milhões, com líquida de quase R$ 120 milhões (pouca mais de R$ 3 milhões mensais). A quantia foi destinada a um fundo, responsável pelo pagamento do financiamento da construção do estádio.

Em entrevista ao UOL Esporte, o diretor financeiro do Corinthians, Emerson Piovezan, admitiu que a falta dessa receita traz impactos negativos às finanças do clube. Apesar disso, o dirigente considera o cenário positivo.

"Existe impacto sim, mas controlável. As atuais receitas são maiores que quando jogávamos no Pacaembu, e esse seria o valor que devemos considerar", disse Piovezan que deu ênfase à estratégia corintiana: "As saídas são sempre a busca de parceiros."

O Corinthians, de fato, conseguiu aumentar as receitas nos últimos anos. Elas passaram de R$ 149,4 milhões em 2009 para R$ 269,6 milhões em 2015, sobretudo devido ao repasse dos direitos de transmissão. A tendência, porém, é de queda, já que o futebol do Corinthians arrecadou R$ 128 milhões no primeiro semestre.

As despesas, por sua vez, saltaram de R$ 133,6 milhões em 2009 para R$ 250,3 milhões em 2015. Em 2017, ela parece mais controlada: o clube gastou R$ 112,4 milhões de janeiro e julho.

Juros e mais juros
Outro ponto de distorção em relação aos anos anteriores são as chamadas despesas financeiras - elas correspondem aos pagamentos de juros de empréstimos, que dispararam nos últimos anos.

Tal repasse passou de R$ 7 milhões em 2013 para R$ 29 milhões em 2014. Em 2015, ele ficou na casa dos R$ 75 milhões - o valor se repetiu no ano seguinte.

"É o crescimento dos juros, associados ao alongamento da dívida, via Profut [lei que refinanciou as dívidas fiscais dos clubes] nos últimos dois anos", explicou Piovezan.

Vale lembrar que o Corinthians só conseguiu superavit no futebol em 2016, quando turbinou as receitas com vendas de jogadores, com a entrada de R$ 144,4 milhões. O fato deu-se logo após o título brasileiro de 2015 e se estendeu até os primeiros meses da temporada seguinte.

Resultados do departamento de futebol nos últimos anos:
2012: superavit de R$ 12,9 milhões
2013: superavit de R$ 10,6 milhões
2014: deficit de R$ 48,9 milhões (ano de abertura da Arena)
2015: deficit de R$ 72,9 milhões
2016: superavit de R$ 59,2 milhões
Primeiro semestre de 2017: deficit de R$ 17,9 milhões

3363 visitas - Fonte: Uol Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Edson Zn     

Esses Bambis vem procurar machos aqui na pagina,

Vinicius Madeira     

José Adriano, eu estava somente a tentar me comunicar na língua de vocês, na qual, não tem nem fundamental. hehe

Fabricio Lordelo     

Vinicius vai se preocupar com sua merda e esqueça o maior de todos por que sempre tem um besta q se preocupa aqui e Corinthians seu otario

Alcides Luiz     

sempre tem uma baitola q vem causá, vai cuida do seu time parceiro

Vinícius seu imbecil,se preocupe em ler matérias da merda de seu time o qual eu nem sei qual é, e nem me interessa em saber,sua opinião também é tão insignificante quanto você , aqui é Corinthians,

Gerson Machado     

oq esse fdp fica falando ai vai fala do seu time fdp

Zeca Paladino     

tem que cobrar do Andrés

como se explica esse imbecil com erro de concordância. Nao tem time vem ler a página do time dos outros. Tem cara de São Paulino.

Vinicius Madeira     

como explica dois mundiais e uma liberta

Vinicius Madeira     

seus rebaixado time lixo

Felipe Toledo     

OLÁ VOCÊ DE TODO BRASIL QUE TEM TV POR ASSINATURA E TEM POUCOS CANAIS E PAGA CARO.
NÓS TEMOS A SOLUÇÃO
LIBERAMOS OS CANAIS E REDUZIMOS A FATURA
INTERESSADOS ZAP 11980799494

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias