12/8/2017 20:09

Corinthians pode ganhar quantia milionária com venda de Paulinho

Volante deve ser vendido do Guangzhou Evergrande ao Barcelona por 40 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões). Caso transferência for concluída, Timão receberá R$ 1,2 milhão

Paulinho pelo Guangzhou Evergrande Reprodução

Caso Paulinho seja realmente comprado pelo Barcelona por 40 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões), como informou neste sábado o jornal britânico "Daily Mail", o Corinthians terá direito a receber R$ 1,2 milhão.



Isso porque o volante defendeu o Timão quando tinha entre 21 e 23 anos. O mecanismo de solidariedade da Fifa compensa os clubes formadores dos jogadores dos 12 aos 23 anos.

Hoje aos 29 anos, Paulinho defende o Guangzhou Evergrande (CHN). Ele está na mira do Barcelona desde o início da janela de transferências, e deve ser anunciado pelo clube catalão nos próximos dias.

No Corinthians, Paulinho atuou de 2010 a 2013, quando foi vendido ao Tottenham (ING) por R$ 53 milhões - o Timão ficou com 50% do valor, enquanto o Osasco Audax recebeu a outra metade.

Por conta do mecanismo de solidariedade da Fifa, o Corinthians já havia lucrado em 2015 com Paulinho, na venda do Tottenham ao Guangzhou. Na época, o Timão recebeu cerca de R$ 420 mil.

102015 visitas - Fonte: Lance Net!

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Eduardo Cesar     

igual o dinheiro do Felipe diretora Amadora do caralho

Felipe Toledo     

OLÁ VOCÊ DE TODO BRASIL QUE TEM TV POR ASSINATURA E TEM POUCOS CANAIS E PAGA CARO.
NÓS TEMOS A SOLUÇÃO
LIBERAMOS OS CANAIS E REDUZIMOS A FATURA
INTERESSADOS ZAP 11980799494

Carlos Victor     

parabens VC merecer Paulinho joga muito.

que tá no vemelho sou eu

Inaldo Silva     

nunca tinham falado nisso ladrão vagabundo moleque ordinário Roberto Andrade ainda diz que o CORINTHIANS está no vermelho.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias