13/6/2017 08:53

Pessimista, Corinthians aguarda pai de Castán para definir situação de zagueiro

Marcelo Silva volta da Itália após reunião com a Roma, mas Timão vê valores muito altos para negócio. Encontro com diretoria pode decidir fim da negociação com jogador

O Corinthians aguarda um posicionamento do pai de Leandro Castán, Marcelo Silva, para definir se a negociação com o zagueiro vai continuar ou não. Marcelo voltou ao Brasil depois de uma reunião com a Roma, dona dos direitos econômicos de Leandro, mas ainda não entrou em contato com a diretoria alvinegra.




O tom adotado por dirigentes e membros da comissão técnica do Corinthians é de pessimismo. Com mais dois anos de contrato no clube italiano e um salário considerado alto para os padrões brasileiros, Castán poderia chegar por empréstimo. Ainda assim, o clube vê a negociação cada vez mais difícil de se concretizar.

A expectativa do Corinthians é de que Marcelo tenha uma reunião com a diretoria nos próximos dias. Não houve, ainda, novo contato entre as partes.


Leandro Castán está de férias no Brasil e deixa tudo a cargo de seu pai. Em contato com a reportagem, o zagueiro se limitou a dizer que não sabia da possível liberação da Roma por empréstimo. Marcelo Silva, por sua vez, não atendeu às ligações nos últimos dias.

O nome do zagueiro teve boa aceitação junto ao técnico Fábio Carille, que disse conversar regularmente com Leandro e outros jogadores que passaram pelo clube. Aos 30 anos, o defensor voltou à Roma depois de uma temporada emprestado ao Torino.

Sem resposta, o Timão começa a analisar alternativas: observar um outro zagueiro para compor o elenco ou aproveitar a base que está pronta – é preciso lembrar que Vilson, em recuperação de lesão no joelho, está perto de voltar aos gramados. O grupo conta também com Balbuena, Pablo, Pedro Henrique e Léo Santos.

Zagueiro do Corinthians entre 2010 e 2012, Castán participou de 110 partidas pelo clube, conquistando o Brasileirão de 2011 e a Libertadores do ano seguinte. A negociação com a Roma rendeu cerca de R$ 13 milhões ao Timão na ocasião.

Diagnosticado em 2014 com cavernoma (malformação vascular do sistema nervoso central, um tumor de três centímetros no cérebro), o jogador foi obrigado a parar e se submeter a cirurgia. A operação foi bem-sucedida, mas o brasileiro precisou reaprender até a andar. Por conta disso, chegou a ficar mais de um ano fora dos gramados.

98853 visitas - Fonte: Globo Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Temos bons zagueiros na base: Leo Santos, Delamore e Pedro Henrique!

diretoria! vai lá buscar o Eduardo lateral direito do Bahia.esse joga igual ao fagner. mais um bando de louco para o timao. o cara joga muito.

Esqueçam esse negócio de Castan. Temos zagueiros muito melhores na base e na reserva, o time ta muito encaixado, o Carille é muito inteligente. E não se esqueçam da situação do Pablo.

Zeca Paladino     

não tem que ficar esperando. ou resolve logo senão tchau o pai quer valorizar.

Calos Paz     

não pelo amor de Deus não cometer uma sandisse dessas de novo olha Cristian .
nós temos dois bons salgueiros da base é só ter coragem para por pra jogar Leu santos e bem melhor.

Dione Lima     

péssimo negócio a diretoria está fazendo. já tem uma dupla de zaga boa. tem dois garotos ótimos na reserva. traz mais um zagueiro para compor o elenco e adquirir rodagem. traz o Delamore do empréstimo. novamente a diretoria cometendo equívocos. mesma situação da lateral direita, sobe o garoto do sub 20 e o prepara para ser reserva do fagner e Leo príncipe, compõe o elenco para não ficar improvisando. não tem dinheiro e quer contratar. o salário do castan na Itália é 700 mil, não vem para o corinthians para ganhar menos. hoje o maior reforço do corinthians é manter o elenco.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias