11/1/2017 15:59

Carille apresenta comissão, fala sobre reforços e promete time "organizado"

Em dia com ameaça de protestos da torcida, novo técnico do Corinthians explica negociações e quer iniciar rapidamente os trabalhos com bola para montar a equipe

Viatura policial na porta do CT do Corinthians, nesta quarta-feira (Foto: Carlos Augusto Ferrari)

A temporada 2017 começou nesta quarta-feira para o Corinthians. Em meio a um clima tenso pelo anúncio de um protesto de torcedores no CT Joaquim Grava, o técnico Fábio Carille apresentou a nova comissão técnica. Sem nenhum dirigente na sala de imprensa, coube ao técnico a missão de falar sobre as negociações para a chegada e a saída de jogadores.

Carille concedeu entrevista ao lado do preparador físico Walmir Cruz, que trabalhou no Corinthians em 2009, e o auxiliar Leandro Silva, o Cuca, ex-Vila Nova. Do lado de fora da sala, uma viatura da polícia fazia a proteção da entrada do CT, enquanto outras seis cercavam as imediações. Nenhum torcedor apareceu até o momento.

– Nós temos de estar atentos a tudo o que aconteceu. A torcida tem o direito de protestar, desde que seja de uma forma pacífica. No ano passado, nós fomos surpreendidos, porque esperávamos protestos e não aconteceu. A torcida entendeu que o ano passado foi complicado – afirmou Carille.

Bastante tranquilo, Carille revelou que a meta é ter o elenco pronto nos próximos dias para começar os treinamentos com bola. O técnico quer buscar um padrão tático rapidamente para ensaiar a equipe considerada titular. A delegação alvinegra viaja no domingo para disputar o Torneio da Flórida, nos Estados Unidos.

– Vai ser um time muito organizado. Quanto antes tivermos o elenco formado, melhor. Vai ser um time muito organizado, com muita posse de bola e muita entrega – projetou.

Carille confirmou apenas a contratação do atacante Kazim. O Timão, porém, está acertado com o zagueiro Pablo, os volantes Gabriel e Paulo Roberto. No fim de 2016, a direção havia acertado com os atacantes Jô e Luidy. Outros jogadores podem chegar nos próximos dias. Já o lateral-esquerdo Uendel está prestes a deixar o clube rumo ao Internacional.

– Tudo passa por mim. A diretoria está cuidando dessas questões de contratação. Certo mesmo só o Kazim, que já assinou contratos. Os outros nomes são questões já estão acontecendo há algum tempo e podem chegar a qualquer momento. O Corinthians está de olho no mercado. O Cifut está de olho em jogadores do mundo inteiro. Estamos de olho em todos os jogadores que o mercado pode apresentar.
Apesar da desconfiança, o novo técnico corintiano espera ter o apoio da torcida para fazer a equipe reagir depois de resultados ruins em 2016.

– Pode esperar muita dedicação, preparação. Já estou há oito anos no clube trabalhando com excelentes profissionais. Pode se esperar uma equipe muito organizada dentro de campo. E vai ser um ano de vitórias – projetou.

Veja os principais tópicos da entrevista de Carille:

Efetivação como técnico

– Estou muito feliz e muito confiante de que vai ser um grande ano. Estamos tendo a oportunidade de começar em uma equipe dessa grandeza.

Escolha

– A minha ligação com o presidente é muito próxima. Foram atrás do Rueda e não aconteceu. Mas a partir daí, o meu nome foi muito bem aceito.

Motivos

– Foi em cima da avaliação daqueles 28 dias em que eu fiquei no comando da equipe e fui muito bem avaliado. Depois, no fim do ano passado, o meu nome foi colocado e muito bem aceito por todos da diretoria.

Busca por volantes

– É uma das posições que estamos buscando. Mas o Camacho não é volante. Do jeito que eu penso futebol, nós usamos ele como volante pela necessidade, mas ele é um meia de criação e atuou assim no Audax, quando foi vice-campeão paulista. Estamos de olho em todas as posições e volante foi uma delas.

Características de Kazim

– Acompanhamos o Kazim desde a Turquia. Ele é um jogador que pode atuar nas três funções da frente. Ele pode atuar nas duas pontas ou centralizado.

O que esperar do Corinthians?

– Neste momento eu penso em fazer a equipe jogar bem. Depois é consequência, chegar na final do Paulista, ser campeão paulista é consequência.

Jogadores da base

– Eu já faço esse acompanhamento na base há muitos anos. Estou indo para lá, acompanhar o jogo em Taubaté. Dentro das necessidades, eu quero subir mais jogadores. Tanto que Mantuan e Carlinhos já fazem parte, assim como Léo Jabá, Arana.

Saída de jogadores

– Não queremos perder qualidade. A ideia é não perder mais ninguém e fortalecer mais ainda. Fagner está muito bem, Rodriguinho e Marlone também estão muito bem. Em janeiro, ainda pode acontecer (saídas), mas esperamos manter todos.

Walter ou Cássio?

– Não tivemos tempo de pensar sobre isso, estamos preocupados com outras questões. Mas até o fim de semana isso já vai ser definido, porque vamos trabalhar o time para o primeiro jogo.

663 visitas - Fonte: Globo Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nossa como vcs repetem reportagem meu Deus!!!

thiago marinho     

VOCÊ QUE NÃO ESTÁ SATISFEITO COM SUA OPERADORA DE TV.
ESTÁ PAGANDO CARO E TENDO POUCOS CANAIS.
NÓS TEMOS A SOLUÇÃO
QUALQUER LUGAR DO BRASIL
INFORMAÇÕES NO WHATSAPP 11949348549

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias